Fuller Cosméticos

Oportunidade de negócio para mulheres de todo o mundo Oportunidade de negócio para mulheres de todo o mundo

Quando falamos de sucesso na venda direta, falamos de um negócio em que temos uma força de vendas formada por pessoas empreendedoras e comprometidas com o trabalho e, principalmente, com seus resultados. Hoje, o perfil do cidadão brasileiro é exatamente esse. Por isso, explica-se o enorme sucesso da venda direta no Brasil.

O mercado brasileiro de vendas diretas tem crescido em um ritmo sempre superior a dois dígitos ano a ano, na última década, incentivando o surgimento de novas empresas e possibilitando que um número cada vez maior de profissionais de vendas encontrem, nesse segmento, o sucesso de suas vidas profissionais e pessoais, não necessariamente nessa ordem.

A Sara Lee Venda Direta, que adquirida pela Tupperware passou a chamar-se Fuller Cosméticos, é uma empresa que tem demonstrado o vigor desse modelo de negócio, captando cada vez mais consultoras, como são chamadas as suas revendedoras.

Em um tempo em que a inegável atratividade do marketing de rede e o modelo multilevel são tão propagados, a Fuller Cosméticos emite sinais claros e fortes de que a venda direta tradicional e o modelo unilevel, no qual a consultora adquire diretamente os produtos da empresa com descontos, está longe de perder sua vitalidade e, mesmo em uma empresa com pouco tempo de atuação no mercado brasileiro, já tem seus casos de sucesso.

E com um detalhe importante: não só no Brasil, e sim oferecendo diariamente essa oportunidade de negócio para milhares de mulheres no mundo inteiro.

Uma consultora de muito sucesso

Desde 1981, quando nasceu seu primeiro filho, Maria Nazaré de Oliveira decidiu iniciar sua atividade como consultora de beleza, pois seu objetivo era deixar o escritório onde trabalhava para ter tempo de cuidar de seu filho.

Mas, ao optar por essa atividade, tinha um grande desafio, pois se preocupava com o futuro de sua família e, por isso, não poderia abrir mão de seu rendimento mensal. Foi aí que optou pela venda direta, que lhe daria reais oportunidades de ganho e flexibilidade de horário para cuidar do crescimento de seu primeiro filho.

Sua decisão teve o total apoio de sua irmã, que já era uma consultora de beleza de sucesso, e assim lhe deu ainda mais motivos para aumentar sua dedicação e motivação pelo novo negócio. As revendas foram crescendo e tomando um volume impressionante e, conseqüentemente, seu lucro crescia na mesma velocidade. Após seis meses de atividade, veio a primeira conquista de Nazaré: a compra de um automóvel. ?Fui a primeira pessoa da família a comprar um carro, e o melhor foi que paguei à vista. Foram seis meses de muita dedicação?, conta Nazaré, orgulhosa.

Depois dessa conquista, Nazaré intensificou suas atividades de consultora de beleza, dedicando-se e crescendo dia após dia. A compra da sua casa própria aconteceu tempos depois. ?Comprei minha casa, criei dois filhos e sinto-me muito orgulhosa e feliz com isso tudo. Quero sempre expor minhas vitórias e oferecer a oportunidade que tive e tenho na venda direta para outras pessoas.?

Há três anos, conheceu a Fuller Cosméticos (até então conhecida como Sara Lee Cosméticos), apaixonou-se pelos produtos e cadastrou-se como consultora de beleza da empresa. O sucesso no primeiro ciclo de atividade foi tão grande que indicou 17 novas pessoas para o negócio e lucrou 1.700 reais somente ganhando brindes de indicação, um diferencial da venda direta, promoção adotada até pelos bancos, para a captação de novos clientes.

Hoje, Nazaré já é consultora de beleza master da empresa, que também tem um plano de desenvolvimento para suas consultoras, e sua rotina lhe permite conhecer diariamente novas pessoas, ajudando-as em seu crescimento pessoal e profissional, mostrando as oportunidades oferecidas pela Fuller através da tradicional venda direta de cosméticos.

Sem dúvida, mulheres determinadas e multiplicadoras de oportunidades como Nazaré fazem com que o mercado de vendas diretas cresça permanentemente, ampliando cada vez mais o índice de penetração nos lares brasileiros.

Podemos afirmar, sem medo de errar, que o brasileiro tornou cultural o hábito de adquirir produtos através dessa modalidade de vendas, possibilitando o crescimento profissional de um verdadeiro exército de revendedores, superior a dois milhões de profissionais cadastrados e atuantes nas empresas do setor.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima