Papai na condução de uma empresa poderosa

Muitos profissionais, extremamente competentes nas suas obrigações, vêm a cada dia se especializando em conquistar clientes. As empresas de muitos deles não ficam atrás. Hoje nós iremos falar um pouco dos clientes internos, externo e você como empresário, profissional e cliente. Muitos profissionais, extremamente competentes nas suas obrigações, vêm a cada dia se especializando em conquistar clientes. As empresas dotadas de muitos deles não ficam atrás. Hoje nós iremos falar um pouco dos clientes internos, externo e você como empresário, profissional e cliente.

Começaremos a falar de algumas atitudes simples que farão você chegar mais perto de ter seu cliente fidelizado, lado a lado com você.:

a) Com mais de uma empresa (filiais), é muito interessante você adotar um sistema disponível em algumas empresas prestadoras de serviço na área de telefonia. As lojas ficam interligadas como se fossem ramais, com uma central. O livro técnico em Fortaleza tem sempre o prefixo 433 e Edina Móveis e Decoração tem como prefixo o numero 452, todas as outras lojas passam a se comunicar entre elas como se fosse ramais. É um sistema inteligente e facilita a vida comercial de muita gente (cliente, empresa e terceiros). É muito importante a empresa ter o cuidado de atender o telefone sempre nos dois primeiros toques. Se não estiver atenta, sua empresa poderá perder algumas oportunidades pela demora no atendimento ao telefone. Em qualquer situação o telefone deve ser atendido o mais rápido possível;

b) já que estamos falando em telefone, é muito interessante você (empresa) adotar e ter um cuidado especial com a música ou as informações que o consumidor (cliente) ficará ouvindo quando for feita a transferência da ligação para outra pessoa. Muitas delas enchem o saco de qualquer um. Chegam até a irritar. Mas semana passada eu fiz uma ligação para o supermercado “Extra”, que fica no bairro do Montese em Fortaleza Ceará, fiquei maravilhado com o jingle que tocava, dizia pelo que lembro o seguinte: “Um sorriso extra, um abraço extra, um amigo extra é bom demais. Um carinho extra, um beijinho extra nunca é demais. Um encontro extra, um presente extra, um jeitinho extra de ser só para lhe agradecer. Só para não esquecer… Já no final eu acompanhava: Seja com carinho, seja com amor, seja como for, seja bem vindo entre nesta festa. Mais barato, mais barato, Extra;”

c) outro ponto importante é um acesso fácil para o cliente. Cuidado com calçada alta, batentes, e difícil estacionamento. São pontos que podem facilitar seu cliente procurar um concorrente. Já vi muitos pontos considerados bons fecharem por falta de comodidade para a clientela. Hoje o cliente quer comodidade, espaço, ventilação, boa iluminação e ambientes limpos. Vejo muitas lojas com cores escuras, iluminação precária, pouca ventilação, etc, etc. O cliente precisa se sentir bem na sua empresa. A impressão que deverá deixar para ele é a sensação de prazer, alegria. Muitas empresas passaram nos últimos anos a se preocuparem com os filhos dos clientes. Existem em muitas delas espaços reservados para as crianças. São tratadas como majestade;

d) exposição de produtos é outro ponto de muita importância na empresa. Produtos melhores e mais caros na frente da vista dos clientes. O que é mais fácil de vender e sempre o cliente procura deverá ficar no fundo da loja. Quando fui visitar umas lojas no sudeste verifiquei que em uma delas que os tapetes estavam arrumados e expostos de forma errada. Os mais belos, mais caros e raros em baixo dos mais baratos, de menor qualidade. Até para olhar e decidir qual levar era um dificuldade. Procure arrumar a loja para vender sempre o que tem de melhor;

e) Preço baixo. Muita gente se engana com promoção. Nem sempre o cliente é atraído por preço baixo e mercadoria barata. A atração poderá estar justamente no produto mais caro e de melhor qualidade. Já vi muita gente quebrar só porque queria vender mais barato que seu concorrente. O segredo é saber comprar. Preço é importante, mas nunca deverá ser o primeiro ponto na relação comercial. A empresa para sobreviver precisa ganhar e para isso deverá saber vender.

Para finalizar iremos falar agora de você como fornecedor e cliente. Estamos nos mês dos pais. Sem dúvida nossos filhos nos vêem como verdadeiros heróis. Grandes executivos, são nosso fãs. Mas será que estamos cuidando bem de nossos clientes em casa?. De nós mesmos? Hoje no colégio Irmã Maria Montenegro recebemos uma homenagem de nossos filhos. Em uma espécie de cartão um trecho muito bonito de uma canção que poderá servir como instrumento de aprendizado no dia-a-dia: “deveria ter amado mais, ter chorado mais. Ter visto o sol nascer. Deveria ter arriscado mais e até errado mais. Ter feito o que eu deveria fazer. Queria ter aceitado as pessoas como elas são. Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração…”

Chegou a hora de cuidarmos também mais de nós mesmos. É mágica a alegria de nossos filhos vendo que estamos participando com eles: no colégio, na praia, no circo, no cinema, no jogo de bola e botão. Será que nosso filhos terão de pagar para que possamos também enxergá-los como os mais valiosos clientes que temos? Ou será que precisamos apenas cuidar melhor de nós mesmos?

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima