Ame-se mais

Ômar Souki aconselha: ?Ame-se mais? O espantalho, na história do Mágico de Oz, disse para Dorothy que ele não tinha cérebro. O homem de lata afirmou que lhe faltava o coração e o leão falou que precisava de coragem.

Dorothy estava sem rumo, desejava voltar para casa, e, no caminho, tropeça nessas figuras. Imagine uma menina perdida, um espantalho sem raciocínio, um homem de lata sem emoção e o rei dos animais sem coragem. Esse grupo estava fadado ao fracasso. A possibilidade de Dorothy atingir sua meta com o auxílio desses companheiros de viagem era remota. Mas ao direcionar o grupo em busca do caminho de volta, ela consegue fazer com que descubram algo inusitado. Deixam aflorar as virtudes que antes imaginavam não possuir.

Coube ao Mágico de Oz mostrar que já tinham dentro aquilo que buscavam fora. Recobram a autoconfiança e só assim conseguem atingir seus objetivos. O espantalho percebe que era inteligente o tempo todo, o homem de lata descobre que sempre teve sentimentos e o leão que, frente a desafios, era pura coragem. Dorothy, antes desnorteada, ao tomar a firme decisão de voltar para casa, encontra uma fenomenal capacidade de liderança.

Apaixone-se por você

Uma, aparentemente, inócua história infantil coloca todo o poder de transformação na auto-estima, no amor-próprio.

Enquanto achavam que o poder estava fora, isto é, no Mágico de Oz, os personagens andavam, mas não chegavam. Depois de vencerem os obstáculos e se encontrarem com o ilusionista, restauraram a autoconfiança. Desse ponto para frente, a história toma outro rumo e eles, finalmente, conseguem realizar seus sonhos.

Vemos na televisão a paixão que as multidões têm pelos seus times de futebol. Com fortes declarações de amor incondicional, os torcedores manifestam o seu apoio às suas equipes: “Dormi na fila para conseguir ingresso para esta partida”, “sonho com a conquista do campeonato desde criança”, “se meu time vencer serei a pessoa mais realizada do mundo”, “é a paixão de minha vida”. São pessoas que, semelhantes aos personagens do Mágico de Oz, estão transferindo o poder de dentro para fora.

Quem foi seu primeiro amor?

Recentemente, fui surpreendido com a seguinte pergunta: “Qual foi o primeiro amor de sua vida?”. Pensei em minha professora na escola primária, em minha mãe e depois em minha primeira namorada. Mas, em momento algum, cogitei sobre a possibilidade correta. Até que a pessoa que me perguntou me deu uma dica: “Será que o seu primeiro amor não foi você mesmo?”.

Observe os bebês, o centro de atenção deles, qual é? Nada mais no mundo importa além deles mesmos. Focam toda a sua energia na conquista daquilo que desejam. Quando o incômodo aparece, choram até conseguir alívio. Só param depois que atingem o objetivo. Ao estudar as lideranças geniais me deparo com esse amor incondicional. Eles se amam e adoram o que fazem. Isso leva a uma entrega absoluta. Somente esse tipo de atitude remove os inúmeros obstáculos da jornada. Não existe exceção. Se você deseja ser mais, vender mais, subir na vida, conquistar seus sonhos, é importante que aprenda a se amar mais. Sem um profundo amor-próprio, a vida não vale a pena ser vivida.

A resposta está dentro de você ? É um erro pensar que conseguiremos amar os outros sem primeiro reforçarmos a nossa auto-estima. Você conhece alguém que não se ama, mas que consegue amar os outros? Acho pouco provável. Jesus de Nazaré disse: “Ame ao próximo como você se ama”. Ele não mandou gostar dos outros mais que de nós mesmos. O padrão de comparação é o amor-próprio ? que deve ser o máximo, o mais elevado.

Existe um ponto na vida dos grandes seres no qual eles tomam uma decisão inabalável: “Dedicarei a minha vida ao que me faz feliz, custe o que custar”. Foi assim com Thomas Edison, Santos Dumont, Mahatma Gandhi, Madre Teresa, Walt Disney, Bill Gates, Sam Walton, Silvio Santos, Abílio Diniz, Airton Senna e tantos outros. São pessoas comuns que descobriram uma paixão incomum por si. Foi justamente essa paixão que os levou a conquistar o auge da glória.

É importante olhar-se no espelho, toda manhã, e agradecer a Deus pelo que você está vendo: a mais bela, a mais inteligente, a mais amável, a mais perfeita, enfim, a mais incrível criatura na fase da terra: você!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima