As oportunidades estão onde você está

A sua vida é repleta de oportunidades, mas, muitas vezes, você não as consegue ver. A sua vida é repleta de oportunidades, mas, muitas vezes, você não as consegue ver.

Como um certo um americano, cujo sonho era encontrar ouro. Ele vendeu a casa que tinha e foi para o oeste dos Estados Unidos, onde diziam que havia ouro. Comprou todos os equipamentos, cavou, cavou, cavou e não achou nada. Desiludido, voltou para sua cidadezinha. Então, ficou sabendo que o indivíduo que comprara sua casa encontrou ouro no quintal. O ouro, que ele tanto procurava, estava no quintal e, mesmo assim, ele não conseguiu encontrar.

A verdade é que as oportunidades estão onde você está. Não adianta mudar de casa, de cidade, pois o problema vai junto. O segredo é mudar a percepção: mudando a percepção, você muda a realidade.

Quando se trata de sucesso, trabalhar é importante, mas não é o bastante. Só trabalhar não resolve a vida de ninguém. Se você reparar bem, quem mais trabalha é quem menos ganha. Veja o operário: ele acorda cedo, pega duas ou três conduções, come comida fria, chega em casa tarde da noite e se aposenta com um salário mínimo (quando se aposenta!).

Um grande trabalho

Havia nos Estados Unidos um sujeito chamado Andrew Carnegie, considerado na época um dos homens mais ricos do mundo. Ele trabalhava na compra e venda de aço. Um dia, em suas reflexões, ele pensou que gostaria de deixar para o mundo alguma coisa além do dinheiro. Queria deixar essa habilidade que possuía de transformar em riqueza tudo aquilo em que colocava as mãos. Gostaria de criar uma ciência ? a ciência do sucesso.

Só que Andrew Carnegie era uma pessoa muito ocupada, sem tempo para essa empreitada. Começou, então, a procurar quem o fizesse por ele. Uma noite, numa festa, conheceu um jovem chamado Napoleon Hill. Ele ficou impressionado com a inteligência de Hill e lhe propôs fazer um estudo sobre as pessoas mais bem-sucedidas da época. Hill foi para casa, pensou muito no assunto e decidiu aceitar. Durante 25 anos, entrevistou milhares de pessoas, das quais, mil eram milionárias. Dessas mil, ele selecionou quinhentas que, além de terem muito dinheiro, tinham boa saúde, alegria, prestígio, etc.

Hill passou, então, a estudar profundamente as características desses indivíduos e mostrou a diferença que faz a diferença entre um indivíduo bem-sucedido e aquele que batalha, batalha, batalha e não consegue o que quer na vida. Essa diferença, aliás, é muito pequena, bem menor do que parece. O sucesso poder ser medido até em centímetros: alguns centímetros na frente é tudo de que um atleta precisa para ganhar a medalha de ouro, e, outro, para a perder.

Na vida é a mesma coisa. Um profissional que ganha três vezes mais que um colega não tem o triplo da inteligência dele. E o estudante que tira notas duas vezes mais altas não é duas vezes melhor que os outros. É pequena, assim, a diferença entre, por exemplo, ganhar dinheiro e não ganhar… Essa pequena diferença é a razão do sucesso.

O know-how do sucesso

Para Napoleon Hill, o know-how do sucesso envolve cinco atributos:

Auto-estima ? A primeira grande característica das pessoas que sabem viver e, portanto, são bem-sucedidas, é a elevada auto-estima. Se você não gosta de si mesmo, o mundo também não vai gostar.

Comunicação ? Outro importante ingrediente para o sucesso é a comunicação. Essencial, tanto para o sucesso pessoal quanto profissional, a comunicação, infelizmente, não é ensinada nas escolas. Em geral, as pessoas são autodidatas em comunicação ou aprendem a comunicar-se por imitação ou osmose. Na era da agricultura, mandava quem tinha terras. Na era industrial, mandava quem tinha dinheiro. Na era da informação, manda quem tem informação. Mas a informação, para ser válida, precisa ser comunicada.

Metas ? Pessoas bem-sucedidas sabem o que querem. Elas têm metas e sabem a importância de sonhar. O segredo do sucesso é muito simples: sonhar de noite e trabalhar de dia. Se você só sonha, não resolve. Você tem que deixar a imaginação trabalhar. Todas as grandes invenções vieram da imaginação. Há pessoas que sonham a vida inteira e nada acontece. Por que será? Porque, além de sonhar, elas têm de saber o que querem. E como se transforma um sonho em meta? Estipulando uma data.

Atitude ? O mais importante para você ter sucesso na vida é a sua atitude. Napoleon Hill comprovou que, diante de um copo com água até a metade, pessoas bem-sucedidas tendem a dizer que o copo está meio cheio, e não meio vazio. Ou seja, elas vêem a parte positiva. Tudo na vida tem dois lados, e você vai ver que é possível melhorar a sua atitude. Todos os milionários que Hill entrevistou trabalhavam bastante; afinal, para ter sucesso é preciso trabalhar. Mas trabalho sozinho não resolve.

Ambição ? A última das características mais importantes entre as pessoas bem-sucedidas é a ambição. Ambição e ganância não são a mesma coisa. Ambição é um direito do ser humano que, em outras palavras, pode ser definida como melhora contínua.

Por fim, lembre-se: ninguém nasce gênio. Naturalmente, algumas pessoas são mais habilidosas para certas coisas do que para outras, e isso pode representar uma vantagem na vida delas. Mesmo as pessoas que vêm ao mundo com um potencial maior precisam ter uma boa ?programação? para se beneficiarem dessa vantagem. Se não tiverem uma boa ?programação?, elas acabam fazendo um aproveitamento medíocre de sua capacidade mental e se tornam ?menos inteligentes? do que outras, menos dotadas, mas que sabem aproveitar melhor a capacidade mental de que dispõem.

Frase: ?A diferença de quem é bem-sucedido não reside em habilidades pessoais ou idéias, mas na coragem que se tem de apostar nelas, assumir riscos calculados e agir? ? Dr. Maxwell Maltz

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima