As três mudanças no planeta Vendas

SEO, CEO E CÉU ? O que essas três palavras vão trazer às suas vendas? ? Por Maurício Góis

Atenção, profissionais do planeta Vendas: estas três mudanças são fundamentais para você crescer e ganhar mais no mercado de hoje. Elas podem garantir ou arrasar sua permanência no mundo dos negócios. São brisas ou tsunamis, carícias ou velórios: depende de como você vai lidar com elas. Conheça-as, ame-as e sobreviva!

 

SEO É a mudança incrível provocada pelos motorzinhos do Google. SEO quer dizer Search Engine Optimization. É o ditador da nova arte de ganhar dinheiro que se chama “encontrabilidade”.

 

Hoje, não é só você quem encontra o cliente, é ele quem encontra você! Ou o novo slogan: “A melhor maneira de encontrar seu cliente é ser encontrado por ele”. Ou: “Quem não tem visibilidade não terá lucratividade”.

 

Suponhamos que você venda torneiras. Tudo bem, um ótimo caminho é recrutar, selecionar e treinar uma equipe de campeões para oferecer seus produtos nas lojas. Mas lembre-se: enquanto você só faz isso, há milhares de clientes entrando no Google (ou em outro site de busca) e clicando “torneiras”. Quando os clientes fazem isso, qual posição ocupa a sua empresa de torneiras na encontrabilidade?

 

Vão aparecer centenas delas, mas acredite: seu cliente vai abrir até o terceiro item. Depois disso, se você figurar a partir do quarto link, dificilmente o coração do interesse do cliente baterá a seu favor – 64% dos internautas clicam apenas nos três primeiros endereços que aparecem. Então, o objetivo de sua empresa nesta Era da Encontrabilidade é: “Precisamos agir com sabedoria e rapidez para que apareçamos entre os primeiros links assim que o cliente clicar procurando os produtos que nós oferecemos”.

 

Uma das maneiras de ser um dos primeiros é dar prioridade aos links patrocinados, isto é, pagar para estar no topo. Mas há dezenas de outras técnicas das quais você deverá ir atrás para fazer seu produto figurar entre os primeiros dentro da busca do cliente.

 

Duas dessas técnicas: inscreva-se para obter as ferramentas para webmasters e, assim, conhecer como funciona e compreender algumas palavras novas como tags, title tags, long tails, etc., pois a classificação do Google funciona por relevância, por isso escolher as palavras-chave certas é fundamental.

 

Quer saber mais para aumentar a encontrabilidade de seus produtos e serviços? Deixe que o próprio Google lhe mostre. Para isso, digite nele: “Como aumentar a visibilidade no Google”. O que você compreenderá ao navegar nessas técnicas pode mudar a cara de sua empresa. Boa sorte!

 

CEO “Chief Executive Officer”. Podemos resumir como o papa de uma liderança, a principal autoridade de uma diretoria ou o porta-voz maior de um cargo.

 

Mas como pensar como CEO para mudar a cara de sua empresa? Venda como se você fosse o CEO de seu setor, pois nele você é o presidente. Você é o maior porta-voz de sua região, pois representa sua empresa e os interesses de seu cliente. Representar sua empresa é fácil, pois você é legalmente constituído para essa função. Mas, para representar os interesses de seu cliente, você precisa pensar e agir como um CEO que toma as decisões de, por exemplo, quantos clientes visitar no dia, que assume os riscos calculados de inovar suas abordagens de vendas, que prospecta novos mercados para sua organização, etc.

 

Enquanto alguns profissionais de vendas dizem: “Eu sou vendedor, eu vendo dor, eu sou a escória do mundo”, outros se iluminam ao pensar como donos de seu destino, proprietários do futuro, patrões da vida e da venda, geradores de soluções, governantes de seu setor, enfim, CEOS (Comunico-me, Entusiasmo-me, Oriento a compra, Soluciono problemas). Bem vindo, vendedor, à sua nova função de CEO de seu setor!

 

CÉU Bem, céu é céu mesmo. De espiritualidade. Por que ela é importante? Bem, através das adequadas ações do SEO, você ajuda seu cliente a comprar (enquanto, antes, só pensava em vender). Sua empresa figura entre os três primeiros links quando o cliente digita o nome do seu produto/serviço. Você não pensa mais como empregado de sua empresa e, sim como CEO de seu trabalho de prospectar, visitar, convencer, encantar e fechar bons negócios para seu cliente.

 

Mas acontece que você está dentro de uma selva de leões enfurecidos. Todo mercado, hoje, é conflituoso, os concorrentes lutarão até a morte para abocanhar pedaços preciosos de seu bolo mercadológico. A nossa hipermodernidade é chamada de Era do Caos, Era do Excesso, Era da Escassez, Era do Desperdício, Era do Desarranjo, Era da Incerteza, Era do Medonho Lindo, Era do Vazio Existencial, Era do Já Era… E, para suportar os enlouquecedores conflitos do dia a dia das vendas, é preciso mais que coeficiente de adversidade, mais que resiliência, mais que atitudes vencedoras, mais que capital intelectual, mais que inteligência moral, mais que impulso de ego, mais que paciência sobre-humana: é preciso espiritualidade. Só ela lhe dará paz no meio da tempestade e acalmará os seus nervos para que seu cérebro raciocine com inteligência, iniciativa e empatia.

 

Como ser empático com o cliente se o seu espírito está irrequieto? Como compreender as emoções do consumidor se as suas emoções estão em frangalhos? Sabe qual é a definição de empatia? Não é você ser um ator para interpretar em sua própria pele de vendedor as necessidades, anseios e desejos de seu cliente. É você se colocar no lugar do cliente, sentindo a pele dele em você. E como você fará isso se a sua pele espiritual de vendedor não tem a calma necessária para você ser um gerador de resultados?

 

Em meu próximo livro, O que o futuro me contou, revelo que um dia alguém perguntou ao Dalai Lama por que ele não tinha raiva dos chineses, afinal eles haviam lhe tomado o Tibete. Ele respondeu: “Ora, por que eu deveria dar a eles também a minha mente? Tomar posse do Tibete sim, da minha mente não!”.

 

Seu cliente fez uma objeção agressiva? Por que deixar que ele lhe objete também a sua mente? Seu cliente disse que irá comprar de seu concorrente? Por que você vai deixar que ele, que lhe “roubou” a esperança de um pedido, lhe roube também a paz de sua vida?

 

Deepak Chopra foi muito feliz quando disse que o grande equívoco é você achar que está no mundo, quando, na realidade, é o mundo que está em você. E qual é o mundo que está em você? Por mais que você pense positivo ou use todos os recursos excelentes da programação neurolinguística, a verdade é que o mundo que está em você é um mundo de tsunamis, terremotos, incertezas profissionais, cobranças chatas de objetivos, clientes nervosos, etc. E só a espiritualidade lhe dará a paz para você avançar num mercado turbulento.

 

O seu mundo interior, esse sim, você pode mudar. O SEO lhe abre as janelas da encontrabilidade, o CEO lhe abre as portas do seu melhor encontro com o cliente e o CÉU lhe abre os tesouros de seu encontro consigo mesmo. SEO, CEO E CÉU têm a ver com encontros. São eles os três novos fundamentos para se obter o melhor da vida pessoal, profissional e empresarial.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima