Cartório virtual

Pesquisas, novidades e tendências do mercado

“Nós não devemos apenas acreditar naquilo que vendemos. Devemos também vender aquilo que acreditamos”

William Bernbach 

 

Cartório virtual

 

Quem deseja tirar cópias de certidões de nascimento, casamento, falência, imóveis ou, até mesmo, atestado de óbito de um parente não precisa mais enfrentar fila. Está no ar o Cartório Eletrônico, que funciona on-line 24 horas por dia. Você pode solicitar as certidões desejadas e fazer o pagamento através de boleto bancário. Para retirar o documento, o solicitante escolhe se prefere ir buscá-lo no cartório, receber por Sedex ou certidão digital. Essa última opção, entretanto, está disponível apenas para alguns cartórios. Para mais informações, acesse o site: www.cartorio24horas.com.br.

 

Lista negra

 

Telefônica, Itaú, Tim, Unibanco e Brasil Telecom. Esses foram os cinco primeiros coloca­dos do ranking de reclamações de 2008 da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. A famosa lista em que nenhuma empresa faz questão de figurar foi concluída no dia 31 de dezembro e contém apenas reclamações fundamentadas, ou seja, demandas de consumidores que não foram solucionadas com a primeira intervenção do Procon-SP e necessitaram da abertura de processos administrativos para serem trabalhadas pelo órgão junto aos fornecedores.

 

O Procon efetuou, no decorrer do ano de 2008, 531.116 atendimentos, dos quais 27.747 se tornaram reclamações fundamentadas. Destas, 15.369, pouco mais da metade, foram atendidas. A área de produtos (móveis, eletrônicos, vestuário, etc.) foi a que registrou o maior número de reclamações, com 31%, seguida pela de assuntos financeiros (bancos, cartões de crédito, finan­ceiras, entre outras), com 28%, e de serviços essenciais (como água, telefonia e luz), com 26%.

 

Sem sair de casa

 

Embora um pouco menos animador que em 2008, quando as vendas tiveram um aumento de 30%, o mercado virtual promete expansão em 2009. Ao menos é isso que imagina o e-bit, cujas expectativas para o crescimento do e-commerce estão entre 20% e 25%. Facilidade na pesquisa dos preços, tarifas mais atraentes e comodidade para comprar e adquirir o produto sem sair de casa estão entre os principais atrativos para os consumidores que já aderiram ao mercado on-line.

 

Intranet eficaz

 

A importância da intranet para unir pessoas foi recentemente destacada pela jornalista e MBA em gestão da comunicação nas organizações Beatriz Lins, no portal Webinsider (webinsider.uol.com.br). Atual responsável pela gestão do núcleo de web do Sistema Indústria (CNI, SESI, SENAI e IEL), Beatriz explica que preparar uma intranet corporativa pode ser ainda mais difícil que um site para o público externo, uma vez que os funcionários e a liberação de verbas da empresa nem sempre estão abertos para esse tipo de projeto. A ferramenta, entretanto, pode ser uma forma eficaz de desburocratizar processos e promover a comunicação interna. Para a especialista, a equipe responsável pela intranet deve estar apta a:

  • Pensar em uma solução modular e personalizável, em que o usuário pode construir sua primeira página de acordo com os recursos que mais utiliza.
  • Imaginar uma solução que possa ser usada como desktop interativo e que permita acesso interno e externo em vários browsers.
  • Prever no projeto um processo permanente de motivação.
  • Valorizar a interatividade e permitir relacionamentos entre os funcionários.
  • Pensar em um projeto em que seja possível, por exemplo, atribuir notas e comentários aos textos, enviar elogios e mensagens de aniversário e criar blogs.
  • Facilitar o acesso às funcionalidades mais utilizadas pelos colaboradores (integrando ferramentas de trabalho) e à vida da empresa.
  • Refletir sobre a visão dos seus usuários, e não, exclusivamente, a estrutura organizacional.
  • Ter atualização diária e dar retorno com rapidez aos funcionários.
  • Explorar os recursos de redes sociais (Orkut, Facebook, Ning, Fóruns) como forma de troca de conhecimentos e motivação pessoal.

 

Buscador empresarial

 

Já está no ar um novo site de buscas destinado exclusivamente à divulgação de indústrias, comércios, produtos e serviços. Trata-se do Pesquisa Regional, também conhecido como GooBrasil. O sistema de buscas do portal é diferente, uma vez que ordena as páginas encontradas por cidades e estados. Outra novidade é que ele também permite divulgar apenas e-mails, o que pode ser útil para empresas que ainda não possuem site. Nesse caso, o portal se encarrega, através de um gerenciador de e-mails, de colocar internautas interessados em contato com a empresa. Para mais informações, acesse os sites: www.pesquisaregional.com.br ou www.goobrasil.com.br.

 

Classe C

 

Qualidade de vida. Atualmente, esse é o principal norteador do consumo da classe C, concluiu o estudo comandado pela agência McCann Erickson. A pesquisa foi focada no chamado “núcleo da classe C”, formado pelos indivíduos que têm renda mensal entre R$1 mil e R$2 mil. Foram ouvidos mil casais em cinco capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre e Goiânia.

 

Se antes a preocupação do “consumidor emergente” era se teria acesso ao consumo, agora ele quer produtos de maior qualidade e pretende investir em lazer para proporcionar o bem-estar da família. 60% dos entrevistados afirmaram ter computador e aparelho de DVD em casa e 48% admitem almoçar fora com a família por lazer.

 

Se por um lado a classe C gosta de sair, por outro, seus representantes são fiéis ao local onde moram. Das mil pessoas ouvidas, 53% disseram que pretendem continuar vivendo no mesmo bairro e 71% falaram que não trocariam sua cidade por nenhuma outra.

 

O consumo de bens de maior valor agregado, como casa e carro, ainda é considerado “coisa de rico” – e a maioria só cogita comprar um automóvel em pelo menos 36x. O hábito de poupar, aliás, não é muito difundido entre a classe, já que 45% das pessoas afirmam utilizar a poupança como conta corrente.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima