Como anda o atendimento da sua empresa? – CV n. 10

Uma idéia de peso!

(Marketing de guerrilha)

 

Normalmente, quem faz regime, mas não se exercita, acaba sofrendo o efeito “sanfona”, ou seja, emagrece e engorda. Quem precisa perder ou ganhar peso, vive sonhando com o dia em que vai se matricular em uma academia e começar a “malhar”. A questão é que, muitas vezes, quando bate aquele ânimo de se exercitar, muitos resolvem ir se deitar um pouco para esperar passar a vontade. Para despertar esse grupo de pessoas, a academia Sport Batel desenvolveu uma ação de marketing feita em elevadores, muito interessante. Foram colocados adesivos em forma de seta apontando para o número dos andares no painel dos elevadores, com a seguinte escrita: “Evite o efeito ‘sanfona’. Mantenha a forma na Sport Batel”.

 

Dica Prática

Quanto deve ter custado essa ação? Certamente, algo irrisório em comparação aos resultados obtidos. Mas o fato é que você pode ser o próximo a criar algo barato e que promova a identificação direta do seu público com a sua marca.

 

__________________________

 

Como anda o atendimento da sua empresa?

(Experiência)

 

Quantas vezes você esteve em um restaurante e chegou a ficar com o braço amortecido por suspendê-lo por um período muito longo e, sem êxito, não conseguiu chamar o garçom? Existem pessoas que desistem de consumir algo a mais, pelo simples fato de não serem atendidas. De fato, é muito desagradável passar vergonha e nervoso ao tentar chamar um garçom desinteressado. Para acabar com esse problema, um restaurante em Nuremberg, na Alemanha, substituiu os tradicionais garçons por um sistema digital de pedidos e serviço de mesa. O cliente chega, escolhe uma mesa e, por meio de um monitor LCD com um sistema Touch Screen (Toque de Tela), faz o seu pedido, que automaticamente cai no sistema da cozinha, localizada acima do restaurante. Os pedidos descem em uma espécie de elevador, diretamente em suas mesas. Os clientes, além de não correrem o risco de serem mal atendidos, acabam vivendo uma experiência diferente e divertida.

 

Dica Prática

Observe esse modelo divertido de negócios, desenvolvido por um restaurante na Alemanha – uma excelente sacada que certamente daria certo aqui no Brasil, pois seria uma ótima opção para aqueles clientes que não querem se estressar com mau atendimento no ponto-de-venda. Os clientes em potencial para esse tipo de negócio são os compradores internautas, que preferem fazer compra pela internet e esperar alguns dias pela mercadoria a se incomodar com um vendedor despreparado ou inconveniente em uma loja.

 

––––––––––––––––––––––––––––––––––

 

Venda mais tornando o benefício de seu produto/serviço mais claro!

(Benefício claro)

 

Muitas empresas, notoriamente, possuem dificuldades de tornar claro o benefício principal de seus produtos/serviços. Uma campanha que aconteceu na Austrália mostrou, de forma simples, como deixar claro o benefício de um produto. Para divulgar o novo Golf R32, com 250cv de potência, foi desenvolvida uma ação de distribuição, para alguns poucos jornalistas e a um seleto grupo de pessoas, de um CD contendo três músicas conhecidas e encurtadas drasticamente. Tudo isso, para salientar a rapidez do carro. A idéia é que o automóvel é tão rápido, que quando se está a bordo dele, não é possível ouvir uma música completa.

 

Dica Prática

Por que o meu concorrente vende mais que eu? O erro mais freqüente nas campanhas ocorre quando o enfoque está nas características do produto. Pouco importa para o cliente se a tecnologia utilizada no motor do seu carro é a “supermaxpremium”. Agora, se você conseguir passar para ele, de forma direta, enfim, convencê-lo, de que aquele carro é especial porque é mais rápido, terá completado o desafio. Seja claro ao apresentar o benefício ao cliente – certamente, isso resultará em um evidente retorno. Outro erro está em apresentar muitos benefícios de forma a confundir o cliente. Escolha um único benefício, o mais forte deles, e faça com que ele se torne evidente.

 

__________________________

 

 

Máquina de vender remédios

(Canais de venda)

 

Toda empresa tem o objetivo de aumentar suas vendas ano após ano, e elas têm vários caminhos para seguir, um deles é aumentar os canais de venda. É o que as farmácias podem fazer com a InstyMeds. Ela é como essas máquinas de refrigerante, armazena até cem opções de pílulas e cremes e podem ser instaladas em consultórios, hospitais e outros locais relacionados a saúde.

 

O funcionamento é prático: o médico emite uma receita digital que deve ser inserida na máquina pelo paciente. Então, ela libera os remédios, o pagamento pode ser feito em dinheiro ou cartão.

 

Dica prática

Pense em novas formas de oferecer seus produtos. Além de máquinas como essa, você pode criar uma rede de venda porta-a-porta, reforçar suas vendas pela internet, fazer parceria com outras empresas para oferecer seus produtos em locais alternativos. Enfim, leia com freqüência a revista VendaMais e conheça mais opções de canais de venda.

 

Visite o site: www.instymeds.com

 

 

 

Secretária particular para todos

(PUV)

 

Realizar desejos e proporcionar conforto para os consumidores são duas técnicas muito associadas a produtos e serviços de sucesso, como fez a empresa americana Sunday, fundada em 2006.

 

Ela oferece um serviço semelhante ao de secretária particular. No plano básico, você paga 29 dólares por mês e tem direito a usufruir de 30 pedidos remotos, como a compra de passagens, agendamento de reuniões, reserva em restaurantes, compra de ingressos e tudo mais que possa ser feito de um escritório, por telefone e internet. Para cada serviço adicional, o custo é de dois dólares por pedido. Hoje, o serviço é oferecido nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido. No Brasil, existem algumas iniciativas nesse sentido, como a empresa Organize de Porto Alegre e uma profissional autônoma que anunciou esse mesmo serviço no site de leilão virtual Mercadolivre, ela cobra 13 reais por hora.

 

Dica prática

Na próxima vez que você ou um amigo quiser empreender por conta própria ou dentro de uma empresa, questione se o empreendimento carrega estes dois combustíveis do sucesso: realização de desejo e geração de conforto.

 

Visite os sites:

www.asksunday.com

www.secretariavirtual.com.br

www.mercadolivre.com.br

 

__________________________

 

Um filme para vender seu carro usado

(Diferença dramática)

 

Nos classificados de carros, a primeira revolução começou quando as ofertas saíram dos jornais para também veicularem em sites especializados na internet. Nesse início, publicar na internet dava a oportunidade de inserir mais fotos dos carros, além de o anúncio ser colorido. Atualmente, os próprios jornais já estendem o classificado também para a internet, mas o site HotSwap criou uma diferença dramática que dá mais um salto nessa evolução.

 

O principal diferencial do HotSwap é a forma de visualização dos carros à venda, que podem ser conhecidos por pequenos filmes gravados pelos atuais donos, no estilo YouTube. E, para isso, o site oferece toda tecnologia para que os usuários gravem vídeos dos carros com suas máquinas ou mesmo celulares, auxilia os usuários a publicar os vídeos de forma fácil, rápida e com qualidade. Além disso, o comprador ainda pode, por exemplo, filtrar os anúncios por cor e quilometragem. Outra característica destoante é que ele reúne todos os compradores e vendedores em uma espécie de comunidade virtual, como o orkut por exemplo. E essas diferenças dramáticas já deram resultados, tanto que o site já atraiu grandes investidores.

 

Dica prática

Existe uma frase que já foi usada em comerciais, já foi título de livro e você certamente deve conhecer, ela diz assim: “Se todo mundo faz zig, faça zag”. Introduza esse conceito na sua empresa, instrua seus funcionários a fazerem diferente da concorrência, incentivando o surgimento de novos benefícios.

 

Visite o site: www.hotswap.com

 

 

SUSTENTABILIDADE

 

Consciência mecânica para redução de água

 

Imagine que em quase todas as residências americanas existe um sistema de irrigação no quintal, que funciona por timer e, todos os dias, na hora programada, o sistema liga e despeja a mesma quantidade de água. Um desperdício quase pior que lavar o carro com a mangueira aberta por meia hora ou escovar os dentes com a torneira ligada ininterruptamente.

 

Entretanto, a Cyber-Rain XCI, à venda nos Estados Unidos, fez uma aliança com a tecnologia, internet e sistemas de irrigação, tudo em prol da consciência ecológica dos americanos.

 

Funcionamento: a máquina é ligada no computador da casa, via cabo USB, e está preparada para trocar informações de forma constante com sites de meteorologia. Com isso, a própria máquina estuda o potencial de chuva para a região em que a casa está e, assim, quando chover em um determinado dia, ela irá entender que a terra já recebeu quantidade suficiente de água, não ligando o irrigador ou ainda quando cair um grande temporal, desses que chovem em um dia o equivalente a um mês, a máquina processa a informação e deixa de irrigar a grama por semanas.

 

__________________________

 

 

ANTIGAS – Datadas de 1999

 

Serviço completo

 

A Rainha estava venden­do junto aos seus tênis umprograma de compu­tador em CD-ROM, que é um verdadeiro personal trainer para o consumidor. Ao inserir dados pessoais como peso e altura, aparecem na tela as atividades mais indicadas. O programa foi feito por uma equipe de profissionais que vão de médicos ao pessoal de informática. O CD-ROM re­almente consegue diferenciar o tênis de seus concorrentes, o único problema é que ele é tão atrativo que as pessoas podem preferir brincar com ele no computador, em vez de ir fazer os exercícios reco­mendados.

 

 

Para todos

 

Se você acha que investimentos em marketing um a um devem ser caros, veja o que a empresa panamenha Speedy Car Wash faz: ela simplesmente anota a placa dos carros que usam seus serviços de lavagem. A instituição utiliza um computador dos mais simples para essa tarefa, mas ela poderia ser feita manualmente. Assim, eles identificam facilmente quem são seus clientes mais e menos freqüentes e oferecem serviços diferenciados para os “cem maiores”. Os funcionários são incentivados a fidelizar cada vez mais esses clientes. Há um prêmio diário de dez dólares para o primeiro a identificar e atender de forma adequada um dos “cem maiores”. É uma forma segura de fazer com que todos tenham na cabeça a lista dos carros sujeitos a esse tratamento e, ao mesmo tempo, fazer com que os clientes não procurem outro serviço.

 

 

Especial da semana – Dica do Leitor

 

Nesta semana, vamos contar a história da professora de marketing Erika Rúbia de Souza, que, ainda quando estudante, viveu uma experiência que serve de ensinamento.

 

Na época, ela estagiava na Fiat Automóveis S.A. e atuava em um call center. A sua função era receber reclamações dos clientes insatisfeitos e tentar resolver os seus problemas, além de prestar esclarecimentos de dúvidas e receber sugestões. Ela começou a perceber que os clientes que reclamavam, tinham essa atitude porque no fundo queriam continuar sendo clientes Fiat. Então, ela pensou: “Quantos clientes insatisfeitos, mas que não reclamam, devem existir?”. Quantos poderiam estar passando pelos mesmos problemas daqueles que reclamavam e não faziam chegar suas insatisfações até a fábrica? Erika, em vez de ficar passiva, resolveu ir ao encontro desses consumidores, pois se eles não reclamavam é porque não queriam mais “papo" com a empresa, e isso era preocupante. Ela começou a pesquisar em sites de opiniões e reclamações relacionadas a carros e, como imaginava, encontrou uma série de clientes reclamando sobre a Fiat e seus produtos. Como essas reclamações não chegavam até a fábrica, a Fiat estava perdendo oportunidade de resolver aqueles problemas e, conseqüentemente, manter aqueles clientes. Além disso, a insatisfação daqueles consumidores estava sendo dissipada para outros consumidores através de marketing negativo. Diante do problema, a sua ação foi começar a pegar os dados dos clientes que constava no site (e-mails, telefones, etc.) para entrar em contato com eles. A reação dos clientes foi a melhor possível. Eles mal acreditavam que a fábrica tinha se preocupado com eles a ponto de pesquisar seu telefone para ouvir suas reclamações. Resultado: o que a primeira vista seria um problema, foi transformado em oportunidade de relacionamento com o cliente, contribuindo na correção de um processo que estava distanciando o cliente da fábrica e denegrindo a imagem da empresa.

 

Dica Prática

Se a imagem da sua empresa pode ser melhorada, aproveite o momento para reverter essa situação. Faça do problema uma oportunidade. E, se o cliente não vai até você, corra atrás dele. Mesmo que ele não volte a comprar da sua empresa, possivelmente não fará um marketing negativo dela, mas na maioria dos casos, a partir de uma ação de reforço da marca, uma nova oportunidade de negócios pode surgir.

 

Parabéns, Erika! Por ter participado com sua história, ganhará uma assinatura anual da newsletter Grandes Idéias em Marketing. Agora é a sua vez. Envie-nos seu exemplo sobre Criatividade em Vendas para o e-mail:[email protected] ou fax: (41) 3338-3321 com a palavra “Criatividade” no campo do assunto.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima