De sardinhas a tubarões

Como obter melhores resultados dos vendedores não tão talentosos

Dizem que gerenciar uma equipe de bons e fortes vendedores, ou seja, de “tubarões” é muito fácil, pois todos sabem o que devem fazer, o que deixa o líder despreocupado. O desafio é obter o mesmo sucesso quando a equipe é composta de “sardinhas”.

 

Será que sardinhas viram tubarões? Sem dúvida alguma, elas não se transformam em tubarões. Mas, se bem tratadas e trabalhadas, poderão também ter um bom desempenho, ou seja, vendedores não tão talentosos podem ainda ser bons profissionais, mas esse é um trabalho desafiador para o líder. Então, confira, a seguir, algumas dicas valiosas de como um líder pode transformar um grupo de pequenos vendedores em grandes campeões:

 

  • Ao assumir a equipe de sardinhas, o líder deve conversar com todos os subordinados, dando-lhes o máximo de atenção e ouvido para que expressem suas insatisfações, falta de motivação e demais problemas existentes em seu ambiente de trabalho.
  • Procurar transmitir confiança e credibilidade para o grupo, agindo com humildade, empatia, segurança, equilíbrio e respeito e, assim, conseguir o mesmo dele.
  • Identificar os profissionais com potencial e condições para serem recuperados e desenvolvidos. Também avaliar as causas da falta de motivação e o motivo do baixo desempenho, bem como inteirar-se melhor dos problemas mencionados pelos subordinados.
  • Investir nos vendedores com potencial, mesmo que o nível de competência ou motivação deixe a desejar em um primeiro momento.
  • Substituir os profissionais que realmente não tenham perspectivas de recuperação e desenvolvimento. Geralmente, são os incompetentes e desmotivados de carteirinha que contaminam o restante do grupo.
  • Preencher as vagas existentes com tubarões que tenham mais conhecimento técnico que o próprio líder. Pois o bom líder sabe que sua função é ter mais habilidades conceituais e humanas que técnicas.
  • Estimular o trabalho em equipe, agir sempre com compreensão, flexibilidade, transparência, etc., fazendo com que seus integrantes sejam participativos, respeitando e valorizando as ideias e sugestões de todos.
  • Elogiar e premiar os profissionais que tiverem desempenho superior, destacando-os dos demais – mesmo com simples homenagens, mas que sejam motivadoras.
  • Apesar de todos os liderados serem conscientes de suas obrigações, o líder deve usar e abusar das seguintes palavras: por favor, obrigado, parabéns, desculpe, etc., pois elas fazem a diferença nos relacionamentos.
  • Auxiliar a equipe na realização de suas atividades, dando todo o apoio e as ferramentas necessárias, bem como reconhecer os méritos de cada um, assumir responsabilidades pelas próprias ações e pelos erros dos liderados.

Conteúdos Relacionados

Pin It on Pinterest

Rolar para cima