É gooooooool!

Aprenda com as melhores estratégias de marketing usadas no futebol

De acordo com o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), dos times de futebol mais populares do Brasil, estão no ranking:

 

1° lugar – Flamengo, com quase 33 milhões de torcedores.
2° lugar – Corinthians e seus mais de 19 milhões de torcedores.
3° lugar – São Paulo, que já atingiu a marca de 13 milhões de torcedores.       

 

E qual desses clubes é o que melhor trabalha o marketing no País? Muitos responderiam Flamengo, Corinthians, São Paulo, entre outros. Mas, na verdade, nenhum deles se aproxima do marketing feito pelo Internacional, RS. O colorado gaúcho, que no ranking nacional dos mais populares só aparece na 8° colocação (com 5,79 milhões de torcedores) –, é, por exemplo, o time que possui o maior número de sócio-torcedores. Atualmente, ele conta com mais de 94 mil sócios, que pagam R$22,00 por mês.

Diferentemente das promoções feitas por outros clubes, o sócio-torcedor do Internacional não garante um assento no estádio, mas o direito de comprar o ingresso para os jogos com uma redução de 50% e antes dos torcedores comuns, além de descontos em produtos lançados durante o ano.

 

Comemorando seu centenário com estilo, o clube espera chegar aos 100 mil sócios e totalizar, com a fidelização desses clientes, um faturamento anual de R$26,4 milhões, valor que faz com que o time consiga manter o salário de estrelas como Nilmar, D’Alessandro, Guiñazu, entre outros.

 

Mix de produtos com criatividade

No futebol brasileiro de hoje, poucos times conseguem manter seus ídolos. São raros os craques que fincam raízes em seus clubes, como o goleiro Rogério Ceni do São Paulo, que está há mais de 16 anos na equipe. Mas o que o São Paulo tem feito para explorar a “marca” Rogério Ceni? Nada!

 

O Internacional inovou mais uma vez: lançou o boneco do volante argentino Guiñazu, jogador que possui grande identificação com a torcida e já fez sua história no clube. A imagem, eternizando o jogador, vendeu 3 mil unidades em apenas cinco meses. O boneco emborrachado de 15 centímetros foi vendido a R$49,90 e, para o sócio-torcedor, saiu por R$45,00, gerando para o clube uma arrecadação extra de pouco mais de R$140 mil. O próximo boneco será do meia argentino D’Alessandro, e o colorado espera faturar mais de R$240 mil com essa ação.

 

“O próximo atleta homenageado com o boneco personalizado deverá ser o atacante Nilmar e, em seguida, essa ação será estendida aos demais jogadores do grupo atual, como: Kléber, Índio, Taison, Magrão, o ex-capitão Fernandão, líder do time campeão mundial em 2006, e Claudiomiro, autor do primeiro gol do estádio Beira-Rio”, relata o vice-presidente de marketing do clube, Jorge Avancini.

 

Inter Red

 

O clube lançou a Inter Red, sua própria grife de roupas, voltada especialmente ao público jovem, dos 14 aos 25 anos. A loja possui mais de 130 itens, com produtos a partir de R$7,00.

 

Focada principalmente na venda pela internet (www.lojadointer.com.br), e por meio da parceria com a Netshoes, uma especialista nesse segmento, a loja espera arrecadar R$500 mil em royalties para os cofres do clube apenas em seu primeiro ano de funcionamento.

 

E você, possui concorrentes muito maiores que a sua empresa? Que tal fidelizar e apresentar ofertas especiais para seus clientes? Faça como o Internacional: planeje diversas e constantes ações para conseguir essa superação.

 

Para saber mais:

Visite os sites: www.internacional.com.br e www.lojadointer.com.br

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima