Manual do vendedor

“Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão” Paulo Freire

“Querer algo é, na verdade, fazer uma experiência para descobrir do que somos capazes”

 Friedrich Nietzsche

4 dicas rápidas para qualquer negociação

  1. Decida tudo o que é negociável, além do preço – Determine o que você pode oferecer, caso necessário, que tenha um alto valor percebido para o cliente, mas baixo custo para você.
  2. Analise suas forças e as necessidades dos clientes – Faça uma lista das coisas que seu cliente vai exigir e querer emocionalmente, o que você tem a oferecer e o que deseja.
  3. Estabeleça objetivos – Assim como em qualquer outra atividade, você deve estabelecer um objetivo claro: “O que eu quero que o cliente faça?” e “O que eu tenho de fazer para que ele faça isso?”.
  4. Não dê mais informações (ou qualquer outra coisa) do que o necessário – Alguns vendedores dão descontos que nem haviam sido pedidos e, outras vezes, falam demais, permitindo que os clientes apresentem objeções. Na dúvida, só abra a boca para fazer perguntas – depois, fique quieto e ouça.

Art Sobczak é diretor da Business by Phone

Tendências no varejo

Segundo os modernos gurus do marketing, existem cinco tendências marcantes no varejo:

 

  1. 1.     Conveniência – Clientes com pouco tempo buscam facilidades, por isso, comprar em sua loja deve ser algo fácil, rápido, simples, prazeroso, interativo e personalizado. As vendas via internet são mais uma conveniência. Não seja o último a disponibilizar esse canal de acesso. Mais que um canal de vendas, um site é uma excelente ferramenta para divulgação e demonstração de produtos, além de facilitar relacionamentos.

 

  1. 2.     Customização – Com a massificação da produção e distribuição em alta escala, as pessoas querem se sentir diferentes e únicas.

 

  1. 3.     Inovação – A realidade de hoje é focada em mudanças. As empresas precisam aprender a conviver com elas e também a se reinventar e recriar.

 

  1. 4.     Varejo sensorial – A experiência de compra tem de ser marcante. É preciso se preocupar em entender as necessidades e anseios dos clientes para lhes proporcionar uma melhor experiência de compra antes que a concorrência o faça. Seus produtos devem ser expostos ao alcance dos clientes, dentro de condições que eles possam manuseá-los, buscando envolver todos os sentidos – visão, audição, tato, olfato e paladar – no processo de compra.

 

  1. 5.     Foco obsessivo nos clientes – A alta gerência deve orientar a equipe a se colocar a serviço dos consumidores. Eles, na maioria das vezes, sabem o que precisam, mas, diante de tantas opções, não sabem o que melhor satisfaz suas necessidades. Por isso, precisam da ajuda de consultores competentes.

 

Soeli de Oliveira é consultora e palestrante nas áreas de varejo, vendas, motivação e atendimento.

Visite o site: www.webartigos.com/authors/6298/Soeli-de-Oliveira

 

3 dicas para impressionar o cliente durante o primeiro contato

A primeira visita é um instante mágico para deixar no cliente uma excelente impressão de você. É neste momento que ele lhe conhece, “toma pé” da proposta de valor que você está oferecendo e decide se você entra ou não para seu seleto grupo de fornecedores.

 

Sendo assim, confira, a seguir, três dicas para você encantar o cliente já na primeira visita:

 

  1. 1.     Esteja adequadamente vestido Você não precisa estar coberto de etiquetas ou fantasiado de executivo para impactar positivamente seu cliente. No entanto, alguns cuidados são fundamentais: tente saber quais são as roupas usualmente utilizadas por pessoas parecidas com seu cliente, esteja dentro desse padrão – nem mais nem menos. Tenha cuidado também com sua aparência pessoal, cabelos bem penteados, unhas bonitas, bons cheirinhos do corpo e demais aspectos naturais podem fazer a diferença na sua primeira visita. Deixe uma boa impressão de você.

 

  1. 2.     Aproveite para conhecer seu cliente Não comece a metralhar propostas de vendas nesse momento. O cliente ainda está entrando no clima, não saia atropelando. Faça muitas perguntas, (os clientes gostam de falar sobre o que fazem e o que têm), ouça bastante, (você tem muito a aprender) e, principalmente, só fale de venda quando tiver certeza do que seu cliente precisa.

 

  1. 3.     Controle a ansiedade Você tem uma vida inteira pela frente para vender, e esse não é o único cliente do mundo. Por mais que suas metas estejam apertadas e você precise vender, não desperdice a primeira visita com propostas diretas de venda. Guarde suas melhores propostas para uma segunda ou terceira visita, quando tudo já estiver mais sedimentado.

 

Siga essas dicas simples. Assim, você garante uma boa impressão na primeira visita e ainda pode deixar abertas muitas portas para suas próximas vendas.

 

Carlos Vieira é professor e participante da Comunidade VendaMais.

 

5 leis do atendimento pós-venda

  1. 1.     O cliente merece o melhor, independentemente da hora, dia da semana ou mês.
  2. 2.     Nunca esteja ocupado demais para seus clientes nem dificulte as negociações.
  3. 3.     Honre seus compromissos e mantenha sempre os clientes informados sobre o que está acontecendo.
  4. 4.     Demonstre interesse, atenção e mostre-se sempre feliz em atender o cliente.
  5. 5.     Esteja sempre um passo à frente do cliente, pensando e agindo com a atitude de quem realmente quer resolver problemas.

 

Tim Connor é autor do livro A nova arte de vender

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima