Marketing direto: a bíblia

Você conhece a bíblia do marketing direto?

Nas duas últimas décadas testemunhamos o maior crescimento da história do marketing direto. Em todos os países e segmentos de mercado, a especialidade passou a fazer parte do cotidiano das empresas sob suas diversas mídias e estratégias: e-commerce, mobile marketing, e-mail marketing, programas de fidelidade, SAC, etc.

Dezenas de ótimos livros sobre as nuances dessa revolução têm sido publicados, mas nenhum substituiu ou revogou os conceitos daquele que, desde sua primeira edição, em 1988, continua sendo considerado como a bíblia da especialidade: Marketing direto, de Bob Stone. Sua quarta edição, publicada no Brasil pela Livraria Nobel, em 1992, com revisão técnica e adaptação de Eduardo Souza Aranha, é composta de quatro partes. Confira um pouquinho de cada uma!

Parte I – O mundo do marketing direto

Iniciando pela definição de marketing direto, adotada ainda hoje pelas entidades do setor em muitos países, Bob Stone transmite orientações essenciais sobre algumas das principais aplicações da especialidade. No livro, estão as seis grandes chaves para o sucesso do marketing direto, acompanhadas de um prático checklist para a sua aplicação. Um capítulo inteiro é dedicado ao tão atual marketing com banco de dados, que se aprofunda em RFV (Recência, Frequência e Valor), formação e enriquecimento de banco de dados. Stone ensina, passo a passo, como elaborar um planejamento estratégico e mergulha na construção da oferta, um dos pilares do sucesso de qualquer campanha.

Parte 2 – A seleção da mídia para sua mensagem

Nessa parte, o autor analisa os vários aspectos envolvidos na formação, na administração, nos testes e na contratação de listas, além de apresentar ao leitor técnicas analíticas e modelos matemáticos. Os capítulos seguintes analisam as mídias, como revistas, jornais, TV, rádio, telemarketing e cupons de desconto.

Parte 3 – Criação e produção em marketing direto

Os conceitos e dicas dessa parte continuam atuais e contribuem para que o leitor os projete para as mídias on-line, não abordadas na obra. Bob Stone dedica 100 páginas às técnicas de criação de malas diretas, catálogos e propaganda impressa, ilustrando sua análise com diversas campanhas de variados segmentos.

Parte 4 – Administração de sua operação de marketing direto

O leitor vai encontrar, nesse capítulo, os segredos do sucesso continuado de qualquer operação de marketing direto: como administrar um programa de geração de leads; a matemática que assegura a lucratividade; como buscar novas ideias, realizar testes e conduzir pesquisas; além de aspectos específicos de segmentos como varejo, seguros, automóveis e transporte aéreo e questões-chave no lançamento de produtos e pós-venda.

Utilizando uma linguagem acessível e inúmeros casos práticos, Bob Stone transmite conceitos e técnicas que têm sido responsáveis pelo sucesso de milhares de operações de marketing direto até hoje.

Ao final de cada um dos 20 capítulos, são apresentadas questões para o leitor, caracterizando a obra como um verdadeiro curso de marketing direto e revelando sua missão de capacitar gestores de operações bem-sucedidas. Marketing direto é um daqueles raros livros aos quais voltamos muitas vezes ao longo da vida profissional para rever conceitos, buscar inspiração ou, simplesmente, para conferir se estamos no caminho certo.

Essa é também uma obra essencial para todos os profissionais que estão se especializando em qualquer mídia ou modalidade de marketing de resultados mensuráveis, por apresentar de forma brilhante os conceitos que contribuem para aumentar exponencialmente a chance de sucesso e a longevidade dos negócios, apoiados em publicidades de resposta direta.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima