Muito prazer, sou seu amigo Daniel Trajano

Confira qual foram os “pepinos” que ele teve que resolver nesta edição

Meu amigo Daniel, trabalho com vendas e preciso de uma dica: o que fazer quando o relacionamento com o gerente já está desgastado?
Mande flores. Sempre funciona em relacionamentos desgastados. Uma possibilidade, também, é buscar outro emprego, no qual você possa se certificar de que o gerente usa vestimentas a prova de desgaste. Dizem que bons jeans, artigos de couro, revestimentos com carbono e aço de boa qualidade duram mais. É ver para crer. E chega dessa conversa porque ela já está me desgastando.

Meu caro Daniel, quando estou prospectando, fico até chateado de tanto ouvir o cliente elogiar o atual fornecedor do produto que vendo. Será que isso acontece por que eu sempre faço a pergunta “O que mais lhe agrada no seu atual fornecedor”?  O que posso fazer de diferente para descobrir o que o cliente valoriza em um fornecedor?
Essa pergunta é super inteligente e imprescindível… se você está pensando em trabalhar para o concorrente! É a mesma coisa que perguntar para sua namorada sobre as qualidades do ex-namorado dela. Descubra sozinho o que ela espera do relacionamento em vez de fazê-la relembrar os bons momentos que passou com ele, ok?

Grande Daniel, tenho uma dúvida: como os vendedores podem escolher a melhor rota a ser feita?
Com um mapa na mão, é claro! Mas se quiser dicas, temos a rota 66, para os exploradores e aventureiros; a rota do vinho, para os entregues aos prazeres da mesa; os roteiros do charme, para os românticos; e também a rota da destruição – que é uma droga. É só escolher! Tá respondido, amigão?

Daniel, meu querido, estou desesperado. Perdi um grande cliente. E agora?
Veja bem, poderia ser muito pior. Imagine se fosse um filho, a mãe, o pai, o irmão… o pior de tudo seria perder a sogra, pois nada se compara a isso. Cara, essa última é uma brincadeira, ok? Foi só para levantar o seu ânimo…

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima