Muito prazer, sou seu amigo, Daniel Trajano

Seu amigo, Daniel Trajano, responde as suas principais dúvidas em vendas

Ele é um cara sincero, que não usa meias palavras ou meias verdades. É aquele garçom do boteco, um cabeleireiro, seu irmão ou o parceiro de futebol. Alguém que não vai falar coisas bonitas só para o agradar, vai dizer apenas o que tem de ser dito, doa a quem doer!

Daniel Trajano é o novo colaborador da VendaMais, seu novo amigão do mundo das vendas. Envie sua dúvida para ele pelo e-mail: [email protected]

Nesta edição, confira quais foram os primeiros “pepinos” que ele teve de resolver:

 

– Grande Daniel! Coloquei uma meta de vendas na empresa. O problema é que os vendedores só focam nessa meta e eu quero que eles vendam mais do que isso, que a superem. O que eu faço?

Tenho duas sugestões para você, caro gestor. Aliás, três:

  1. Nunca estipule uma meta que você possa comunicar. Assim, sua equipe nunca mais focará na meta que você comunicou. Percebe a sutileza?
  2. Crie uma meta que não é uma meta, é um sonho. Ela é só sua, afinal, trata-se de um sonho e sonhos são coisas muito particulares…
  3. Minha meta, ao responder à sua pergunta, era dar duas dicas. O problema é que foquei nisso e não consigo entender por que estabeleço metas que não devem ser tratadas como tal!

– Seu Trajano, sou supervisor, mas não entendo muito bem o meu papel. Não posso definir quais vendedores são bons para minha equipe ou quais devem ser as estratégias para as vendas aumentarem. E o pior: sou desrespeitado porque não posso demitir ninguém. O que devo fazer para melhorar minha situação?

Meu filho, ser ou não ser, eis a questão! Que tal começar pelo começo? Como você chegou ao cargo de supervisor? Quem é seu superior? Uma dica: espelhe-se na forma como ele toma decisões. Então, e somente então, decida-se!

 

– Daniel, vocês ensinam na revista todas as habilidades para vender produtos ou serviços, mas como eu faço para vender dinheiro?

Ah, essa é muito fácil. Você não percebeu que deve abrir um banco? Mas isso leva a outra pergunta: banco é produto ou serviço?

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima