O Segredo – GV n. 171

“O Segredo”

 

Hoje, vou fazer uma Gestão em Vendas diferente. Como já é público e notório, tenho uma posição pessoal totalmente contrária à bobajada que se publicou no livro O Segredo. Acho que foi feito um tremendo desserviço a um assunto sério como esse. Aliás, o próprio fato de o livro ter feito todo esse sucesso mostra a carência intelectual e do sistema de pensamento errado em que a maioria das pessoas se apóia. Achar que apenas o pensamento positivo vai fazer com que ganhe dinheiro é a muleta mental sobre a qual a maioria dos fracassados se equilibra, tentando justificar sua incompetência.

 

Sempre que digo isso recebo mensagens iradas de pessoas que não gostam, mas paciência. Tratam-se de pessoas que ganham menos que eu (e ficam irritadíssimas quando as relembro disso) – prova de que o segredo não é segredo porcaria nenhuma –, pois se não fossem tão ignorantes, saberiam que existem livros na mesma linha, muito melhores e sérios.

 

Então, aproveitando que a balbúrdia sobre o livro finalmente terminou e a poeira assentou, vamos falar de um dos melhores livros já escritos sobre esse assunto, que vendeu muitos mais exemplares e que resiste ao tempo, como todo clássico – ao contrário de O Segredo, que será rapidamente esquecido.

 

Napoleon Hill, autor de Pense e Enriqueça, foi sem dúvida uma das pessoas que mais influenciou autores e estudiosos da auto-ajuda no mundo inteiro. Nascido numa casa simples com apenas um quarto, ele começou sua carreira como jornalista, que deslanchou quando foi convidado a entrevistar Andrew Carnegie, magnata do aço, naquela época uma das pessoas mais ricas do mundo. Carnegie ficou tão impressionado com o jovem repórter que convenceu Hill a pesquisar e organizar o primeiro livro já publicado sobre a filosofia do sucesso.

 

O projeto levou 20 anos para ficar completo e o resultado foi uma fórmula comprovada de princípios claros para o sucesso, que Napoleon Hill transformou no megassucesso Pense e Enriqueça.

 

Aqui estão 7 princípios que mudaram a vida de milhares de pessoas. Para não ficar muito longo, dividi o assunto em dois artigos – um para esta semana e o próximo para semana que vem.

 

1. Querer

 

Vontade é o ponto de partida de todas as conquistas, ou seja, o primeiro passo em direção ao sucesso e à riqueza. É aqui que a maioria das pessoas encontra um grande obstáculo. Algumas pessoas dirão: “Eu sei o que eu quero, mas como vou fazer para conseguir?”. Talvez a melhor resposta tenha sido expressa por Emerson, o filósofo: “Não existem vontades caprichosas na natureza, e o surgimento de um desejo indica que sua gratificação está na essência de sua própria existência”. Em outras palavras, através dessa teoria, alguém que quer alguma coisa pode consegui-la.

 

Querer alguma coisa ou ter realmente paixão e desejo por algo não é nada mais que a energia necessária para criar um cenário futuro na sua mente – onde você quer chegar. Para Hill, o primeiro passo de qualquer planejamento sério para o sucesso é definir exatamente esse “onde” ou “o que”. Ou seja, o que você realmente quer? Alguém que não sabe o que quer não tem absolutamente nenhuma energia ou motivação para agir.

 

 

2. Fé

 

Fé é um estado de espírito que pode ser induzido ou criado pela afirmação de instruções repetidas continuamente para o subconsciente, em forma de auto-sugestão. Ao visualizar repetidamente sua vitória e o alcance das suas metas, você passa naturalmente a ter mais fé nas suas capacidades e em suas forças para conseguir o que quer. A fé é vital para o sucesso.

 

Tenha fé de que você pode realmente atingir seus objetivos, pois eles não acontecerão sem dificuldades. Entretanto, você não teria decidido alcançá-los se não pudesse realmente atingi-los. E se em alguns momentos sua fé em si fraquejar, tenha fé em algo maior que o ajude. Lembre-se de que quando você decidir que pode, você pode.

 

3. Auto-sugestão

 

Através de sugestões repetidas, o subconsciente pode passar a trabalhar para você. Auto-sugestão é a capacidade de concentrar sua mente no que você realmente quer atingir até que o subconsciente aceite o sucesso como algo normal e comece a ajudar de maneira criativa a resolver os desafios que naturalmente surgirão. É no subconsciente que surgem a inspiração, novas idéias, pensamentos criativos e aqueles momentos geniais de “ah! Como não pensei nisso antes?”.

 

Para conseguir atingir os níveis mais elevados de auto-sugestão, você precisa repetir várias vezes, de preferência em voz alta, o que realmente quer atingir. Não é à toa que os campeões se concentram antes de competir, artistas se concentram antes de entrar no palco, etc. Na verdade, eles estão mentalmente se preparando para o grande momento. Faça o mesmo e use o poder da visualização e da auto-sugestão.

 

4.Conhecimento especializado

 

Conhecimento é poder desde que seja organizado num plano de ação exclusivo, direcionado para uma meta específica. Antes de transformar seu desejo ou meta em algo concreto, principalmente se for relacionado a dinheiro, você precisa dominar de maneira profunda o conhecimento especializado dos serviços, produtos ou área de conhecimento em que atua. Você precisa oferecer algo de valor para o universo e, dessa forma, ser recompensado de volta.

 

Entenda que você precisa aprender tudo que puder sobre sua especialidade. Separe pelo menos 15 minutos, todos os dias (ou mais, se possível), para estudar algo sobre seu ramo ou atividade. Faça com que aprender seja parte da sua rotina diária. Existem livros, cursos e pessoas que sabem mais que você – procure aprender com eles também.

 

5.Imaginação

 

Tudo o que a mente humana pode conceber é possível ser realizado. A única limitação do ser humano, dentro das suas capacidades, é o alcance da sua imaginação e a subseqüente motivação para agir. Os grandes líderes de negócios, indústrias e finanças, assim como os grandes artistas, músicos, poetas e escritores, eram grandes porque desenvolveram o poder da imaginação, a capacidade e a auto-motivação de colocar suas idéias em prática.

 

Ao fazer suas tarefas diárias, pense constantemente em maneiras de melhorá-las, de fazê-las de maneira mais inteligente, mais rápida ou mais eficiente. Escolha ser proativo em relação às mudanças, provocando-as sempre que necessário. As pessoas reativas não têm controle de sua vida, e você precisa ter controle dela se quiser ter sucesso.

 

Se você achar que está limitado ou “amarrado”, lembre-se de que é justamente nesses momentos que surgem as grandes mudanças, as grandes descobertas, as grandes idéias e os grandes seres humanos. São justamente as limitações que nos fazem avançar, pois sem elas naturalmente nos acomodaríamos e não existiria avanço nem sucesso.

 

6. Decisão

 

Ao analisar a vida de centenas de pessoas que acumularam fortunas de vários milhões de dólares, chegamos surpresos à constatação de que pessoas de sucesso decidem rapidamente. Eles podem até mudar de opinião mais tarde, mas de maneira muito lenta (se é que realmente mudam de opinião). Seu cérebro sabe o que está fazendo. Ao tomar uma decisão e “sentir” que sabe qual é o caminho correto, permaneça nele. A maioria das pessoas que não alcança o sucesso falha justamente em manter o curso. Mudam de opinião o tempo inteiro, ficam indecisas, escutam e fazem o que os outros lhe dizem. Ouça a opinião dos outros se achar necessário, mas aprenda desde já a decidir por conta própria e a respeitar essa decisão.

 

Outra regra é escolher muito bem de quem deve ouvir opiniões, quando for o caso. Amigos próximos e parentes, por mais que nos amem, muitas vezes acabam atrapalhando mais que ajudando, seja por conselhos errados, seja porque estão pensando neles e não em você, seja por medo do ridículo ou do desconhecido. Crie um “grupo de mastermind” – assunto que veremos a seguir – e seja muito criterioso ao escolher quem deve fazer parte desse grupo.

 

7. Persistência

 

Persistência nada mais é que força de vontade. Força de vontade e querer alguma coisa, quando combinados corretamente, são uma dupla irresistível. Em diversos casos, persistência é simplesmente a única coisa que separa o sucesso do fracasso. E falta de persistência é, de maneira isolada, o principal motivo pelo qual tanta gente não consegue o que quer, ou seja, assim que surgem as primeiras dificuldades, a maioria das pessoas simplesmente desiste.

 

Se você quiser realmente atingir as metas que estabeleceu, você tem de transformar a persistência em hábito. As coisas vão ser difíceis, não acredite em quem lhe disser o contrário. Se fosse fácil, não teríamos mais fracassos que sucessos. O sucesso é difícil, cheio de obstáculos e desafios. Você precisa estar mentalmente preparado para lidar com isso.

 

Em alguns momentos, você vai questionar seriamente suas metas, seus planos, sua própria capacidade, não vai mais enxergar motivo para continuar e vai criar mil e uma razões inacreditavelmente tentadoras para desistir. Em vez de ter foco na solução do problema, sua mente estará 100% focada no próprio problema, tornando-o ainda maior.

 

É esse momento que separa os campeões do resto. É depois da tempestade que surge o céu limpo. Depois de escalada a montanha é que se aprecia a vista. Depois de plantado que se colhe. Por trás de toda história de sucesso existe alguém que teve a coragem de persistir. Persistência e sucesso são companheiros inseparáveis.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima