Oração do Planejamento

Marcelo Caetano ensina a Oração do Planejamento para começar bem 2012. Confira!

Começamos sempre o planejamento estratégico de nossos clientes com um ritual que envolve este texto que apresento para vocês. Ele serve para preparar as equipes, abrandar os egos, reduzir os desgastes desnecessários e faz que cada um saiba qual é a sua função. Vamos à oração:

“Planejamento não é um momento de certezas, mas sim de dúvidas. Muito mais questões que afirmações, é também um momento de reavaliar os erros e os acertos, deixando sempre o ego de lado.

Devemos utilizar os erros para gerar questionamentos e os acertos para potencializar o crescimento da empresa. Não para críticas!

Vamos deixar as certezas lá fora e nos abrir ao debate com um grande objetivo: fazer dessa corporação uma empresa mais rentável e de crescimento sustentável, o que significa melhorias para os sócios, para os clientes e para quem trabalha na organização.

E, acima de tudo, o que for planejado deve ser realizado e controlado com muito afinco, pois esse é o verdadeiro sucesso de um planejamento estratégico. A maior realização do planejamento é a execução, e o seu melhor amigo é o cronograma. Sem isso, é apenas um pedaço de papel em uma gaveta.

Muitos planejamentos morrem nas ideias, outros brotam da execução. É preciso planejar o que se pode executar, o que se ousa realizar.

É preciso pensar no longo prazo e abrir as perspectivas, lembrando que, há cinco anos, se ouvíssemos que a Itaipava teria mais de 10% do mercado de cerveja, daríamos uma boa gargalhada; e também que o Google tem apenas 13 anos e, hoje, não saberíamos viver sem ele. Enfim, vamos pensar no longo prazo, mas com os pés no chão e foco nas realizações deste ano”. 

E, atenção, análises superficiais levam a desastres fatais. Se você não fez o seu planejamento, ainda dá tempo!

Bom planejamento e um ótimo 2012!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima