País conectado

Quais são as últimas pesquisas, novidades e tendências do mercado?

Canais de venda

A Procter & Gamble (P&G) começou a testar sua loja virtual. A ideia da gigante dos cosméticos e sabões é fazer com que o empreendimento funcione em todos os países: você compraria o sabão em pó e ele seria entregue em até dois dias na sua casa. Para não gerar brigas e reclamações de seus tradicionais canais de distribuição, a empresa não planeja oferecer todos os seus produtos em sua loja virtual. No caso do Brasil, a intenção da P&G é começar o site com suas marcas populares a preços ainda mais competitivos. A linha completa deverá estar disponível, por enquanto, apenas em seus canais tradicionais de venda, o que ajuda a diminuir as reclamações que virão dos supermercadistas e outros clientes.

 

País conectado

De acordo com dados recentes, até mesmo a torcida do América/RJ saiu da Kombi e passou a navegar na internet, pois 66,3 milhões de brasileiros usaram a grande rede mundial em dezembro de 2009, segundo pesquisa do Ibope Nielsen Online. De acordo com o instituto de pesquisa, ficamos, em média, 44 horas conectados, à frente de países como Estados Unidos (40), Reino Unido (38) e Japão (31). Outros números da pesquisa são:

  • 54% da população das dez principais metrópoles brasileiras acessa a internet.
  • 51,4% das pessoas que acessaram a grande rede mundial pertencem às classes C, D e E.

 

Alia-se a isso a informação do grupo de pesquisa Web Ecology Project, dos Estados Unidos, que mostra que o português é a segunda língua mais usada no site do Twitter – e você tem uma boa ideia de onde seu consumidor está.

 

Para aproveitar o momento

Os maiores bancos do Brasil, Itaú Unibanco e Bradesco, planejam aumentar a oferta de crédito para as pequenas e médias empresas brasileiras a fim de aproveitar o momento de crescimento. Para o Bradesco, a oferta de crédito aos pequenos empresários deve aumentar até 32% em 2010 com relação ao ano passado.

 

Euforia geral

Não são só as empresas que estão animadas. O Índice Nacional de Confiança do Consumidor (INCC), medido pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), atingiu 149 pontos, o mais alto já registrado no País desde 2005. Isso significa que o brasileiro nunca esteve tão confiante na economia e em suas finanças pessoais desde que o índice começou a ser medido. As regiões norte e centro-oeste se destacaram, com o otimismo saindo pelo telhado: registraram 164 pontos no INCC.

 

Grandes números

  • 31,6%foi o aumento da demanda por voos de empresas aéreas brasileiras em janeiro de 2010, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados animadores para o setor de turismo são da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
  • 53,7%foi o aumento da venda de caminhões em janeiro de 2010 em relação ao mesmo período do ano passado. E, como a logística afeta a cadeia inteira de produção e consumo, são boas as notícias para todo mundo. Os dados são da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima