Rir é o melhor negócio

Quando seu humor esfria, sua personalidade se torna frágil. Já a pessoa bem-humorada é otimista e espera sempre o melhor. O bom humor é um estado de espírito. Muitas vezes, ajuda nas soluções de problemas, na geração de idéias e na a criação. Como diz o ditado: “Quem canta seus males espanta”, eleva auto-estima e alivia o fígado. Para algumas pessoas, leva ao entendimento da razão de viver, como para outros é a forma de viver, e para outros, ainda, um meio de viver, no casos dos artistas.

A pessoa bem-humorada é otimista e perseverante. Aliás, faz com que tudo dê certo, pois sendo espirituosa, contagia quem está ao seu redor e ativa o lado direito do cérebro, estimulando a intuição, percepção, imaginação e criação, sendo assim, a maioria dos bem-humorados consegue encontrar respostas rápidas e criativas.

O bom humor é um dos remédios para grande parte dos problemas e o mais interessante é que não dói e não tem contra-indicação. Durante uma situação de conflito, tensão, constrangimento, o bom humor poderá ajudar a persuadir ou a convencer as pessoas, assim como corrigir determinadas gafes. Nada como uma boa gargalhada, afinal, quem já não pisou na bola que atire a primeira pedra.

Mas há pessoas que são resistentes ao riso, em alguns casos possuem o senso crítico elevado, o julgamento muito forte, utilizam mais o lado esquerdo do cérebro, que é da razão, do pragmatismo, da organização. Não que isso não seja importante, mas para essas pessoas, o mundo torna-se mais pesado, é como se tivessem de carregá-lo nas costas. Em alguns casos, isso está relacionado com o sistema educacional, familiar, empresarial e dos seus modelos mentais. Ser bem-humorado não significa falta de seriedade, mesmo porque é através do bom humor que acontece o comportamento de entusiasmo, perseverança, envolvimento, ajudando lidar satisfatoriamente com os desafios do dia-a-dia.

Ele poderá trabalhar para nós, enquanto que o mau humor trabalhará contra nós. Quanto mais você rir, de verdade, maior será a sua capacidade de estabelecer conexões cerebrais e, conseqüentemente, de criar, tornando a vida cheia de desejos, possibilitando explorar novas possibilidades, deixando-a melhor.

Aconteça o que acontecer, todos nós passamos por várias dificuldades na vida: questões econômicas, afetivas, sociais. Agora, ao deixar se levar pelo mau humor, você certamente entrará em colapso, pois estamos constantemente sendo convidados a ser inventores de uma nova vida.

Quando o seu humor esfria, sua personalidade se torna frágil, quebradiça, dificultando suportar a pancada, golpes da vida cotidiana, podendo derrubá-lo e mesmo, despedaçá-lo. A pessoa bem-humorada é otimista e espera sempre o melhor.

Quando se dirigir ao seu trabalho, vá de coração aberto, alegre, busque melhorar a cada dia. Caso esteja em um ambiente que é hostil, vá pensando de que forma poderá melhorá-lo, para que possamos viver em um ambiente mais harmonioso.

Que música você cantarola quando vai ao trabalho? Fúnebre ou de ritmo dinâmico, alegre?

Ter no ambiente de trabalho flores, plantas, janelas, fotografias de pessoas que você gosta e de paisagens, música, cantinhos da felicidade, além de ser visualmente agradável, ativa o músculo da criatividade, da imaginação, do bom humor. Alegria chama alegria, prosperidade chama prosperidade e bom humor chama criatividade.

Afinal como está o seu humor? Quantas gargalhadas você já deu hoje? Confira as dicas abaixo:

  • Busque prazer na vida e no trabalho.
  • Observe as situações de diversos ângulos, pois nem sempre é tudo muito ruim.
  • Transforme situações desagradáveis, injete bom humor.
  • Sinta-se merecedor de coisas boas, de sucesso.
  • Eleve sua auto-estima.
  • Lembre-se de que sorrir é o melhor remédio, não dói nem tem contra-indicação, além de movimentar os músculos da face e torná-la mais bonita.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima