Seja rápido em perdoar

A alegria é restaurada em sua vida quando você aprende a perdoar e esquecer, e essas duas virtudes andam juntas. Joyce Meyer, autora do livro Sete Coisas que Roubam sua Alegria (editado por Ministérios Joyce Meyer), diz que, freqüentemente, tentamos perdoar as pessoas, mas o perdão não pode completar sua obra redentora porque queremos nos lembrar do que fizeram a nós. A alegria é restaurada em sua vida quando você aprende a perdoar e esquecer, e essas duas virtudes andam juntas. Joyce Meyer, autora do livro Sete Coisas que Roubam sua Alegria (editado por Ministérios Joyce Meyer), diz que, freqüentemente, tentamos perdoar as pessoas, mas o perdão não pode completar sua obra redentora porque queremos nos lembrar do que fizeram a nós. Continuamos a pensar e a falar a respeito disso. Lembrar de uma ofensa passada reabre a ferida e alimenta a ira; e a ira, por sua vez, alimenta a falta de perdão. :

Ela relata que, certa vez, uma senhora contou como Deus lhe ensinou uma valiosa lição por meio de sua experiência de perdoar o seu filho. O rapaz a tinha desapontado e ferido de muitas formas. Sendo uma mulher temente a Deus, ela um dia percebeu que tinha de perdoá-lo e finalmente sentiu-se capaz de fazê-Io. Ela estava tão orgulhosa de si por perdoar o filho que escreveu para ele uma longa carta, para contar todas as coisas pelas quais o estava perdoando. Ela também disse a todos tudo aquilo por que estava perdoando ao rapaz. E a senhora vivia pensando sobre todas as coisas que fora capaz de perdoar com relação ao seu filho. :

Um dia, quando estava pensando sobre todas as coisas por que perdoara seu filho e quão bondosa tinha sido por fazer isso, o Senhor a levou a ler a primeira carta aos Coríntios. No capítulo 13, que nós conhecemos como “capítulo do amor”, ela chegou ao versículo 5, que diz que o amor não se ressente do mal (não leva em conta o mal sofrido, não considera um erro sofrido). Então, Deus lhe disse: “Você é uma das melhores contabilistas que Eu conheço”.:

Muitas vezes, mantemos os registros das ofensas que sofremos. Mas se quisermos a alegria operando em nossa vida, explica Joyce, teremos de aprender a perdoar e esquecer. O perdão precisa ser um estilo de vida. Ela acrescenta: ?Por que precisamos perdoar aos outros? Porque nossa fé não funcionará se não o fizermos. Terminaremos torturando a nós mesmos se não perdoarmos aos outros. Nós nos tornamos miseráveis ao guardarmos ressentimentos?. :

?Precisamos perdoar os outros simplesmente para permanecermos em obediência a Deus. Se não o fizermos, a falta de perdão bloqueará nosso relacionamento com Ele e isso impedirá nosso crescimento espiritual. Além disso (o que já seria suficiente), a falta de perdão é um lixo espiritual; ela polui e suja nosso espírito?, conclui. ?Estar com raiva é se vingar das falhas dos outros em nós mesmos? Alexander Pope

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima