SINTA-SE UMA PESSOA VIVA

Ao longo de nossas vidas, vamos descobrindo, aos poucos, pequenas coisas que nos dão certo prazer, mas acredito que prazer ainda não seja a palavra mais adequada para aquilo que desejo falar. Ao longo de nossas vidas, vamos descobrindo, aos poucos, pequenas coisas que nos dão certo prazer, mas acredito que prazer ainda não seja a palavra mais adequada para aquilo que desejo falar.

Talvez coisas que, além do prazer, nos façam sentir que somos uma pessoa viva.

Por exemplo: quando atingimos alguma conquista como um carro novo. Você já notou como as pessoas dirigem seu carro no primeiro dia de aquisição?

É de maneira diferente, curtindo aquele momento, tornando-o algo especial, ou melhor, mais que isso: aquele momento faz a pessoa se sentir alguém especial. Ele parece fazer com que a pessoa fique mais viva do que nunca.

Isso só é possível quando encontramos momentos mágicos que podem estar ao nosso alcance. E olhe que esses momentos não precisam ser, necessariamente, a aquisição de algo caro nem alguma coisa nova… Pode ser um elogio recebido, uma frase dita na hora em que você precisava e por que não dizer que pode ser o elevador chegar na hora em que você estava com muita pressa.

Você seria capaz de pensar agora três coisas que lhe dão muito prazer e possuem o poder de fazê-lo se sentir uma pessoa viva?

Ótimo! Gostei de ver! Você pensou rapidinho e encontrou essas coisas.

Agora, pergunto:

E por que pratica essas coisas tão pouco se sabe que te fazem tão bem?

Você pode dizer:

? Ah, Cesar, a vida é dura, tudo anda tão difícil. O tempo é cada vez menor; é tudo tão esquisito…

Bem, só posso dizer que você está buscando desculpas para enganar-se e afastar-se das pequenas coisas que realmente poderiam turbinar sua vida.

Um instante de sorriso pode neutralizar uma semana inteira de tristeza. Um momento de descontração pode recuperar dias de tensão. Um instante em que você possa se sentir com mais vida é capaz de mudar em muito sua forma de agir e de viver; mas, para isso, você deve reconhecer esses momentos e praticá-los mais vezes.

Que tal encontrar um tempo para fazer algumas dessas coisas que te fazem tão bem?

Algumas pessoas se sentem muito bem caminhando em shoppings. Você é assim? Faça isso mais vezes e não se preocupe em comprar algo, apenas caminhe e sinta-se bem mais vezes.

Por que será que nos sentimos culpados quando praticamos tudo aquilo que gostamos de fazer e nos faz bem?

Tenho amigos que se sentem culpados quando tiram um dia de folga, fora dos feriados. Outros que se sentem culpados por chegar em casa mais cedo de vez em quando. E até alguns que se sentem tão culpados em serem felizes e nem tocam no assunto…

Essa culpa afasta as pessoas de tudo aquilo que realmente poderia lhe fazer feliz.

Isso é um tipo de escravidão mental, algo enxertado ao longo de nossa vida por uma sociedade ainda equivocada em relação ao que significa o termo ?bem-estar?.

Por que será que tanta gente espera ter tempo para fazer as pequenas coisas de que gosta? Coisas simples até, que possam lhe fazer bem, que a torne uma pessoa mais viva!

?Quando eu tiver tempo, vou dar uma ligada para aquela amiga.? Por que apenas quando tiver tempo? Ligue agora. Não espere ter tempo. Nós nunca temos tempo!

O que você acha de dar uma leve pitada em sua vida, todos os dias, com algo que realmente o faça se sentir uma pessoa mais viva?

Não importa o que seja. Seja lá o que for. Não vai ser importante se não conseguir na medida que gostaria. Mas lembre: uma pitada já é o bastante para abrir seu apetite de querer viver melhor.

Não é uma questão de deixar para amanhã aquilo que se pode fazer hoje, como é dito por aí. É uma questão de dar a você um instante melhor em sua existência. Algo que possa realmente fazer de você alguém melhor.

Relacione as coisas que despertam em você aquela frase: ?Sinto bem fazendo isso…?

Depois, faça essas coisas!

Frase: Não acrescente dias à sua vida, mas vida aos seus dias! Harry Benjamin

Para Saber Mais (capa do livro): Tudo Vai Dar Certo ? Editora Arx (www.edarx.com.br), de Cesar Romão.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima