Valor agregado e conveniência – CV n.19

Molhando os pés do cliente

Valor agregado e conveniência

 

Pessoas criativas e atentas, ainda que humildes, criam oportunidades inusitadas para aumentarem seus faturamentos. Conheça dois exemplos aplicados na praia:

 

Caso 1 – Em Salvador, um rapaz que aluga cadeiras de praia por R$ 3,00 oferece um serviço agregado de benefício muito reconhecido: depois que seu cliente faz uma locação, a cada 30 minutos ele leva água gelada do mar para umedecer a areia e os pés dos seus locatários enquanto tomam seu banho de sol.

 

Caso 2 – Em Ipanema, no Rio de Janeiro, o dono de uma barraca mantém um “tapete” de areia molhada para os veranistas não queimarem seus pés na areia escaldante quando forem do calçadão até sua barraca, que fica próxima do mar.

 

Dica prática:

Aumentar as vendas não exige grandes investimentos, e sim criatividade.

 

Inserir legenda da foto (Foto do rapaz regando: Ricardo Freire – Blog Viaje na Viagem)

 

 

 

Revista atualizada pelo celular

Diferença dramática

 

A revista britânica Spektacle coloca no mercado um novo diferencial para revistas impressas. Trata-se da possibilidade de os leitores terem conteúdos atualizados a cada semana via celular. Através dessa nova tecnologia, é possível que os leitores recebam nos seus celulares matérias, áudio de entrevistas e até mesmo vídeos.

 

O funcionamento é simples: na revista existem os códigos especiais QR Codes impressos ao lado de determinadas matérias. Após o leitor instalar um software em seu celular, ele tira uma simples foto desse código, que é automaticamente decodificado pelo software e se transforma num conteúdo disponível pela revista, que pode mudar o conteúdo de um mesmo código uma vez por semana, por até dois meses.

 

Os QR Codes foram criados pelos japoneses em 1994.

Para conhecer melhor essa nova tecnologia, acesse o site: www.en.wikipedia.org/wiki/QR_Code

 

Dica prática:

Com essa diferença dramática, a revista Spektacle aumenta a durabilidade do seu produto em até dois meses. Faça o mesmo em sua empresa, estudando novas maneiras de fazer seu cliente conviver mais com sua marca.

 

Visite o site: www.spektacle.com

 

 

 

Quem não tem cão, caça com…

Benefício tangível

 

Os moradores dos grandes centros urbanos sabem o quanto é difícil ter de viver, ou melhor, morar sobre os ares, em condomínios verticais. Muitos deles reclamam da impossibilidade de possuírem um cachorrinho de estimação. Aproveitando a existência dessa classe de consumidores, o condomínio horizontal chamado Jardins De Monet desenvolveu um hot site e algumas ações, realizadas nas ruas da cidade do Rio de Janeiro, relacionadas a um suposto aluguel de cachorros. A empresa propõe soluções a essas pessoas que sonham em ter um cãozinho. A brincadeira é a seguinte: existe a opção de você comprar o dog walk – uma estátua de cachorro com rodinhas – ou um dog alarme, que imita o latido de um cão e, por último, o dog carpet – uma espécie de tapete que simula os pêlos de um cachorro. Caso você não se sinta atraído por nenhuma dessas alternativas, compre um lote no Jardins De Monet, pois lá você criará o seu cão, sem maiores problemas. Isso é o que afirma os donos do empreendimento. Ótima maneira de tornar um benefício tangível. Brilhante, não?

 

Visite o site: www.alugueumcachorro.com.br

 

 

 

 

 

 

Tempos que não voltam mais, ou voltam?

Segmentação

 

Quem tem um avô ou convive com uma pessoa idosa sabe o quanto eles gostam de coisas antigas e como são nostálgicos. Na realidade, grande parte dessa categoria de pessoas relembra com alegria os velhos tempos. Por esse motivo, um lugar que os remete ao passado se torna extremamente atraente. Valentin Martin, percebendo essa demanda, criou um lugar realmente aconchegante e que funciona como um ímã para atrair o pessoal da terceira idade. Chama-se 50 Plus. O estabelecimento é caprichosamente decorado com riqueza de detalhes, objetos antigos, máquinas fotográficas, miniaturas de aviões antigos e móveis da década de 30 e 40. E não para por aí. Ainda vende produtos como: jogos de xadrez, dama, gamão, canetas, lenços, chaveiros e água de colônia. O lugar ainda conta com apresentações de artes plásticas, recital de poemas, literatura, entre outros, e se tornou famoso entre os mais experientes – uma jogada de mestre no segmento.

 

Visite o site: www.50plus.com.br

 

 

 

 

 

“Um par de três”

Valor agregado

 

 

A princípio, a idéia do inventor californiano Edwin Heaven parece um tanto maluca, mas ela tem seus fundamentos. Segundo ele, costumamos misteriosamente perder um pé de nossas meias, deixando o outro órfão e inútil. Baseado nisso, Heaven teve a criativa idéia de vender um “trio de meias”. Dessa forma, se por algum motivo você perder uma meia ou simplesmente rasgá-la, terá uma de reserva.

 

Dica prática:

Se é possível agregar valor a um par de meias, com certeza você encontrará uma forma de incrementar seu produto ou serviço.

 

Visite o site: www.throx.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ipod congelado no picolé

Promoção

 

Certamente, você já ganhou ou conhece alguém que foi contemplado com a promoção “Palito premiado”. Neste verão, a Kibon resolveu inovar. A empresa está congelando 10 mil iPod shuffle dentro dos picolés Fruttare. Os sorvetes premiados são feitos de silicone e fibra de vidro, que imitam a textura e o peso do picolé original. O sortudo que encontrar o prêmio deve ligar para o 0800 da promoção e receber os fones, manual e garantia do iPod além, é claro, de mais um sorvete. A campanha custou 12 milhões de reais e devido ao forte apelo que o prêmio exerce e também com a propaganda boca a boca, a Kibon espera ter um bom retorno em vendas.

 

 

Dica prática:

É claro que não se pode comparar valores, mas campanhas promocionais sempre despertam interesse nas pessoas – até mesmo quando se trata de prêmios singelos. Afinal, presente é algo que todo mundo gosta.

 

 

 

 

 

 

Sustentabilidade

Veja como se economiza

 

Uma empresa pode ser sustentável e passar o exemplo para outras empresas e consumidores através de várias formas. Uma delas é usar a criatividade para fazer as pessoas tornarem tangíveis decisões sustentáveis, como fez a companhia sul-africana Escom.

 

Em virtude dos problemas de energia em seu país, a empresa instalou um tradicional front light com apenas uma das quatro lâmpadas acesas sobre o a frase: “Use eletricidade com bom senso”.

 

 

 

 

ANTIGA

Bolsa de figurinhas

 

Algumas vezes, um serviço diferenciado vale muito mais que o produto que ele deveria apoiar. Veja o exemplo da fabricante de cards norte-americana Topps, que ao criar sua loja virtual, resolveu inovar. Em vez de vender apenas os cards, resolveu transformar as transações em uma espécie de bolsa de valores, que funciona da seguinte forma: toda semana, a empresa lança alguns cartões de jogadores ou equipes esportivas, informando quantos daqueles cartões estão disponíveis para a venda e que não os rodará mais, que é somente aquela quantidade limitada. As pessoas correm para comprar e aí começa a parte especulativa. Baseados em fatores como sucesso do jogador/time, quantidade disponível ou simples manipulação de preço, cartões são comprados, trocados e vendidos no próprio site e trocam de mãos diversas vezes no mesmo dia, acompanhando a alta e baixa do mercado.

Assim como na bolsa de verdade há pessoas que já alcançaram alta lucratividade com as negociações e outros que não conhecem os times e jogadores mostrados nos cartões (mas sabe o quanto valem). Vale lembrar que também há aqueles que perderam muito dinheiro; contudo, o site continua a gerar mais e mais visitas e negócios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Especial da semana – Desenvolva a sua criatividade

Mais criatividade mudando o ambiente

 

Estimular a criatividade é um dos principais investimentos que um gestor pode fazer em sua equipe para o crescimento individual de cada colaborador e principalmente da empresa. Profissionais criativos levantam novas questões, observam novas oportunidades, conseguem visualizar um volume maior e mais certeiro de soluções, além de reagirem rapidamente contra os problemas, pois sabem que existem várias soluções possíveis e que só dependem da criatividade para entrarem em ação.

 

Uma grande arma para o sucesso do gestor nesse investimento não é apenas aplicar exercícios de brainstorming ou pedir para pensarem diferente, mas, segundo o escritor Mihaly Csikszentmihalyi, criar um ambiente criativo. Em seu livro Flow, o escritor e professor de psicologia da Universidade de Chicago defende, com base em pesquisa, que é mais fácil aumentar a criatividade mudando as condições no ambiente que tentar fazer as pessoas pensarem mais criativamente.

 

Essa teoria se comprova através de dois exemplos conhecidos: o primeiro vem do Google, uma empresa conhecida pelo capacidade fantástica de inovar com produtos de sucesso e principalmente pela irreverência do seu ambiente de trabalho. O segundo exemplo é as agências de propaganda. Quem conhece uma ou já leu reportagens sobre elas sabe que, através da decoração, a criatividade está em toda parte. Isso não só porque eles trabalham com a criatividade mas, como defende Csikszentmihalyi, porque essas alterações no ambiente influenciam a capacidade criativa desses profissionais.

 

Com um ambiente mais criativo, sua equipe estará mais estimulada a criar não só novas soluções mas novas possibilidades de a empresa aumentar o faturamento e o mercado com novos produtos. Quando você lança um produto inédito no mercado, caso tenha sucesso, é provável que seus concorrentes lancem um produto similar e só a constante inovação vai fazer seus concorrentes correrem atrás de você, mantendo sua empresa sempre à frente.

 

Segundo matéria publicada na edição 413 da revista Isto é Dinheiro, “de cada 3 mil idéias surgidas nas empresas, 300 são selecionadas e só uma vira produto de sucesso”. Então, não perca mais tempo. Estimule a criatividade da sua equipe e, a exemplo da foto do escritório americano do Adobe, use bolas gigantes como alternativa às tradicionais cadeiras do escritório. Crie um ambiente exclusivo para distração e criatividade, como a sala de jogos do Google, e se inspire nas fotos acima, em que o piso do corredor da empresa foi transformado em um calçadão de praia e a sala do executivo decorada com bandeiras.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima