Você agrega valor aos seus clientes?

A jornada rumo as vendas de alto nível começou e você está convidado a embarcar em uma experiência única e particular

Vendas é uma das profissões mais ricas que conheço, pois além do ganho financeiro, podemos enriquecer como pessoa. Diariamente temos que lidar com nossos interesses e os interesses de nossos clientes. Equilibrar estes dois mundos é uma verdadeira arte e um exercício de consciência.

Defendo que os vendedores que têm valores pessoais bem definidos geram valor real para seus clientes, pois oferecem a solução que o cliente precisa coerente com seu próprio interesse.

Os valores em si têm uma função de extrema importância. É o norte que nos guia em cada decisão que vamos tomar. Isso gera consistência com quem somos e consciência sobre quem somos.

Um dos maiores benefícios dos valores pessoais é a capacidade que ele traz de você ser você mesmo, sem máscaras, apenas o mais verdadeiro que existe em você. Vender é uma atividade essencialmente humana, por isso saber ser humano é essencial. Do outro lado da mesa existe uma pessoa!

Mas, será que existem vendedores que não têm valor algum e mesmo assim conseguem vender bem? Sim, e esses constroem uma imagem negativa de nossa profissão. São os que vendem para suas “vítimas” apenas para pegar o pedido. A mensagem aqui é para os vendedores que têm orgulho de dizer “sou vendedor” e pensam em longo prazo.

Quero contar uma estorinha para ilustrar o valor que vejo nos verdadeiros vendedores.

Na criação do mundo, Deus estava pensativo. Ele buscava criar o ser humano mais perfeito. Mas, com tanta diversidade, Ele resolveu criar grupos específicos, que chamou de profissões. Assim conseguiria entregar ao mundo qualidades que se complementariam e assim o todo seria perfeito. Pensou no alimento e criou o agricultor. Pensou nas casas, pontes, armazéns e criou os construtores. Diante das possibilidades de desavenças Ele criou os advogados. Deus permitiu falhas em sua criação para que o Homem pudesse aprender com elas. Dentre elas estavam as doenças, e Deus criou os médicos. Para o Homem ser um eterno aprendiz, Ele espalhou conhecimento por toda a Terra e abençoou alguns com o desejo de compartilhar o que achavam, e assim criou os professores. Foram muitas as profissões criadas, que Deus estava quase satisfeito. Mas, algo ainda O desagradava. Ele sentia falta de uma profissão que unisse todas as outras. Para isso seria necessário um conjunto de valores, que seria dado a todos os seres humanos, mas para alguns ele daria a capacidade de transformar estes valores em uma profissão. Estes valores foram resumidos em um acrônimo: S.I.R – Servir, Integridade e Respeito. Aqueles que receberam o talento de transformar estes valores em uma profissão foram chamados de vendedores.

Nossa jornada rumo às vendas de alto nível começou e você está convidado a embarcar em uma experiência única e particular. Pense sobre seus próprios valores. Os valores são ações concretas! Para encontrá-los, pense em suas atitudes, principalmente em momentos de dificuldades, pois nestas horas afloram a nossa essência e podemos nos conhecer melhor. Como diria Brian Tracy no livro O ciclo do sucesso: “Será que ouvimos o nosso anjo da guarda ou cedemos a favor de uma vantagem de curto prazo?”

Aqui sugiro três valores para que você pense como podem influenciar positivamente suas vendas. Nas próximas edições vamos destrinchar como cada um destes valores pode mudar o dia a dia de suas vendas.

Um dos livros que li e mais me influenciaram foi “The ChallengerSale” que em resumo mostra que os vendedores de maior sucesso são aqueles que “desafiam” seus clientes, que os fazem pensar sobre seu próprio negócio. Isso exige interesse pelo outro, uma verdadeira postura de quem deseja servir. Mas isso é assunto de nosso próximo encontro. Até lá.

Sucesso e muita felicidade em sua profissão.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima