www.vendamais.com.br

Quais são as últimas pesquisas, novidades e tendências do mercado?

Interação é isso

Cada vez mais é preciso ouvir o cliente – e um jornal de Winnipeg, no Canadá, arranjou uma maneira inédita de fazer isso. Abriu, próximo à sua redação, um café. O local está bem posicionado para atender vários escritórios da vizinhança, servindo comida local de boa qualidade, em um ambiente cuja decoração lembra o jornal, suas colunas e as notícias diárias impressas.

O café também servirá para eventos com os assinantes, como leituras de livros, shows com bandas locais, etc. Mas o grande diferencial dele é outro: quatro mesas onde funcionários da redação do jornal trabalharão à vista de todos. Repórteres, jornalistas, articulistas e editores se revezarão no novo e diferente escritório, interagindo com os possíveis leitores e mostrando como o jornal que lerão no dia seguinte é feito.

Descobrindo novos usos

Um grupo de fazendeiros do Havaí descobriu que não precisa se preocupar com a flutuação do preço do açúcar e do álcool para faturar com suas plantações de cana-de-açúcar: eles simplesmente cortam o produto em tiras finas e as vendem como misturador de coquetel que adoça naturalmente. E quanto ao produto/serviço que você vende, ele pode ter novos usos?

As vantagens do design

Não existe objeto que não possa receber as vantagens do design. Veja equipamentos de ginástica, por exemplo. Não é à toa que, nos comerciais, uma das principais características de qualquer um deles é a capacidade de poderem ser guardados embaixo da cama ou do sofá.

Pensando nisso, duas empresas diferentes resolveram mudar a cara dos pesos para musculação. A primeira disfarçou-os na forma de candelabro e a segunda transformou os pesos em esculturas de tradicionais criaturas mitológicas orientais.

Como você pode se diferenciar com o uso do design?

Test drive de apartamento

É muito difícil ver mulheres solteiras morando sozinhas no Japão: tradicionalmente, elas só saem da casa dos pais para viver na casa dos maridos. Mas, agora, um empreendimento imobiliário está oferecendo a esse público-alvo uma oportunidade de experimentar a vida independente por duas semanas, em um prédio de apartamentos desenhados especialmente para elas.

Os apartamentos já vêm todos mobiliados com produtos ecológicos e há até uma bicicleta elétrica à espera de cada moradora na garagem. O grande destaque, no entanto, é o salão de eventos do prédio, onde se espera que as moradoras se socializem, participem de aulas de culinária, maquiagem, etc., além de trocarem uma fofoca ou outra.

Só para esclarecer, o test drive de duas semanas não é gratuito: as moças têm que pagar uma taxa – uma boa ideia para imobiliárias do mundo inteiro!

Ligue para a fila

Um empreendedor da Estônia lançou um aplicativo (app) para smartphones que é o sonho de todos os consumidores: uma fila eletrônica. Basta baixar o programa, encontrar uma empresa que o utiliza e, se não puder ser atendido na hora, pegar uma senha virtual. Aí, vá passear. O programa calcula quanto vai demorar até você ser atendido e, alguns minutos antes, avisa-o para se dirigir ao local. Para shoppings, não há nada melhor!

Compre menos

Que tal trabalhar em uma empresa que se posicione como o título deste item? Que peça para seus clientes comprarem menos? É o que a marca norte-americana de roupas e equipamentos de aventura Patagonia sugere.

Por meio de sua Common Thread Iniciative (numa tradução literal, Iniciativa do Fio Condutor), o cliente e a empresa firmam um contrato em que cada um tem seus deveres:

  • A Patagonia se compromete a fazer artigos úteis e duráveis, a consertar o que quebrar e a reciclar o que chegar ao final de sua vida útil.
  • O cliente se compromete a comprar apenas o que precisa (e que vai durar por muitos anos), consertar o que quebrou, doar o que não usa e reciclar todo o restante.

Assim, a Patagonia espera diminuir o desperdício e a sua influência no meio ambiente. Como a empresa precisa sobreviver, aumentou o preço de seus produtos e cobrará uma taxa para consertar o que os clientes lhe enviarem. De qualquer forma, esse é um exemplo de consciência empresarial que merece ser copiado.

Pesquisas de vendas

Você tem uma criança na sua família? Caso tenha, pergunte a ela: “Você quer brincar ou quer fazer compras?”.

Uma pesquisa recente, realizada pelo Instituto Futura para o jornal Correio, com 601 pais ou parentes de crianças entre 2 e 12 anos, de Salvador (BA), indicou que as crianças podem surpreendê-lo com suas respostas. Confira alguns dados da pesquisa:

  • 57% das crianças preferem ir às compras ao lado de um adulto a ficar em casa brincando.
  • 45% sempre ou quase sempre ajudam a decidir o que se compra para elas.
  • 32% acompanham os pais nas compras com frequência.

Ainda segundo essa pesquisa, considerando as respostas “sempre” e “quase sempre” somadas:

  • 56% das crianças costumam pedir que seja comprado o que é anunciado nas propagandas.
  • 42% costumam sugerir as marcas ao fazer compras.

Observe o que mais chama atenção das crianças:

  • Personagens dos produtos/embalagens – 34,5%.
  • Cores dos produtos/embalagens – 27,3%.
  • Formas dos produtos/embalagens – 18%.

Esta seção tem o apoio do consultor Marlus Jungton, mestrando em administração de empresas, bacharel em marketing e pesquisador na área de vendas. Conheça mais pesquisas relacionadas a vendas no blog: www.vendas.blog.br

Grandes números

  • 5% – É a porcentagem de alunos de MBA que querem abrir a própria empresa. Péssima notícia para o empreendedorismo e a inovação brasileiros. Os dados são da GMAC, instituição que aplica os testes usados nos processos de admissão dos MBAs das principais escolas de negócios do mundo.
  • 250 veículos por mil habitantes – Esse é o número que a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) espera atingir em 2020. Atualmente, são 154 veículos em cada mil habitantes no Brasil.
  • 15,6% a mais em 2011 – É quanto devem faturar os supermercados do Brasil nas festas de fim de ano, em comparação a 2010. Os dados são da Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

 “Para ser um sucesso em vendas, simplesmente fale com muitas pessoas todos os dias. E essa é a parte emocionante: existem muitas, muitas pessoas”

Jim Rohn

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima