Pensamentos e reflexões para 2019

***
Atenção, líderes comerciais!
As aulas do curso online Gestão de Equipes Comerciais (GEC) começam em fevereiro!
São apenas 200 vagas (e todos os anos esgotam).
Se tiver interesse, participe já do nosso processo seletivo:
www.queroparticipardogec.com
***

Olá campeão, olá campeã!

E aí, como foi seu Natal? E sua virada de ano?

Espero que tenham sido ótimos! Se ganhou algo que vai ajudar você a vender mais, compartilhe com a gente no Facebook da VM! (https://www.facebook.com/VendaMais)

Hoje estou nostálgico. Mas de um jeito bom. 🙂

2018 foi um ano diferente, intenso, forte. Muita coisa aconteceu, muitas mudanças no Brasil e no mundo, muito jogo de cintura.

Eu sempre digo que um dos grandes segredos da alta performance é o Plano B.

Para pessoas de baixa performance, Plano B é mudar a meta para baixo. Para as pessoas de alta performance, Plano B é revisar o que está sendo feito – a meta continua.

O ano passado então foi um ano de “Planos B”. Algumas pessoas mudaram para baixo suas metas, enquanto outras revisaram constantemente seus planos e fizeram muito mais do que haviam previsto.

No final das contas, 2018 terminou com todo mundo exausto, precisando recarregar as baterias e descansar. Até porque 2019 não vai ser diferente (muita lição de casa para fazer ainda na parte de economia e política, mas por enquanto os sinais são de melhoria!)…

Fazendo minha revisão de final de ano, separei algumas frases que resumem um pouco do que foi o ano para mim – pensamentos e reflexões sobre 2018. Espero que lhe ajudem e inspirem (inclusive a fazer sua própria lista de frases, pensamentos e reflexões) a começar 2019 forte, motivado e produtivo.

  1. Desaprender é mais difícil de que aprender (recado especial para os veteranos, mas também para a moçada que acha que já sabe tudo).
  2. O cliente não compra apenas um produto ou serviço, compra um estado mental. Como o cliente se sente depois de se relacionar com você? Como você vende é muitas vezes até mais importante do que o que você vende.
  3. Clientes muitas vezes não valorizam por conta própria o produto/serviço que compraram ou o atendimento que receberam. Você precisa reforçar isso e fazer com que eles sintam, percebam e reconheçam o valor ou benefício que receberam.
  4. Você e seus clientes precisam ter um inimigo comum. Qual é sua bandeira, o que você defende? Qual o inimigo comum? Isso está claramente definido e claramente comunicado? Tenha uma causa, crie uma tribo, seja o herói de alguém, levante uma bandeira.
  5. Estrela e marca na camisa não ganham jogo. A equipe comercial deve ser sua “estrela” e sua “marca” deveria ser seu atendimento.
  6. Sobre a importância dos hábitos: É fácil prever o que você vai colher no futuro. É só ver o que você está semeando agora.
  7. Passado tem que ser professor e não opressor. “Falhei, tá falhado, não se falha mais nisso.”
  8. Pecado não é só fazer uma coisa feia, mas também deixar de fazer coisas boas quando pode (omissão…). Saia de cima do muro e posicione-se!
  9. Nada fala mais alto do que resultados. Mas não deixe só seus resultados falarem por você – não seja tímido. Comunique isso de maneira forte e constante.
  10. Existe uma diferença imensa entre ser bom, ser ótimo, ser excelente e ser excepcional. É mais uma decisão de vida do que qualquer outra coisa (e, aqui entre nós, provavelmente uma das decisões mais importantes da nossa vida).

Para terminar, um pensamento de Zayn Malik:

“E chega o dia em que você se dá conta que ‘virar a página’ é uma das melhores sensações do mundo, porque significa finalmente ter descoberto que seu livro tem tantas histórias mais interessantes do que aquela única página na qual você tinha travado.” (Zayn Malik)

Abraço e um fantástico 2019!

Vamos juntos nessa missão de ajudar o Brasil a vender mais e melhor. Até a semana que vem.

Raul Candeloro
VendaMais

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima