12 assuntos para conversar (e escrever) sobre vendas

Embora na VendaMais tenhamos uma série de produtos prontos para quem quer organizar um treinamento para sua equipe de vendas, de vez em quando alguém ainda me pergunta se tenho uma ideia ou sugestão para fazer algo diferente.

Embora na VendaMais tenhamos uma série de produtos prontos para quem quer organizar um treinamento para sua equipe de vendas, de vez em quando alguém ainda me pergunta se tenho uma ideia ou sugestão para fazer algo diferente.

Algo criativo, que envolva mais as pessoas, que seja motivacional mas ao mesmo tempo mais sério e mais aprofundado do que apenas um grande oba-oba.

Para quem estava procurando algo nesse estilo, hoje gostaria de propor uma série de exercícios muito fáceis de se fazer. Só precisa de papel e caneta. Pode ser feito em grupo ou sozinho/a, individualmente. Basicamente é um exercício de redação, onde um tema ou frase é dado e a pessoa tem que desenvolver esse tema.

Para quem estuda o assunto desenvolvimento pessoal e alta performance, como tenho estudado todos estes anos, não é surpresa fazer um exercício assim. Existem inúmeros estudos que mostram, por exemplo, que pacientes com câncer, pessoas passando por dificuldades emocionais e até mesmo pessoas deprimidas conseguem melhorar claramente de humor quando praticam estes exercícios.

Muita gente tem uma certa resistência a escrever por que ainda tem a lembrança da escola, onde a redação ia ser corrigida pela professora.

Eu, por exemplo, sempre ‘lutei’ contra a crase e contra o porquê junto e o porquê separado (até hoje não entendi bem como funciona o junto e separado e muito menos quando leva o acento). Mas aqui a ideia não é essa. Não vai ser avaliada a gramática, não vamos corrigir verbos, não vai ter nota. É só um exercício de deixar as ideias fluirem.

Você vai notar que, depois de 5 ou 10 minutos de ‘aquecimento’, você vai estar completamente envolvido no processo, rindo sozinho ou sozinha (algumas pessoas se emocionam e choram também, mas rir é bem mais comum). O tempo vai passar voando e, quando você terminar, vai sentir-se claramente mais leve, mais solto/a, mais alegre. E só precisa de papel e caneta!

Algumas dicas antes de começar:

  1. Procure um lugar quieto e tranquilo, sem interrupções. Se for fazer em grupo, peça que todos desliguem o celular e tentem escrever em silêncio entre 10 e 15 minutos.
  2. Escolha um dos temas/frases que vou sugerir abaixo e use esse tema/frase para começar a escrever. Se for fazer sozinho/a, escolha a frase que mais lhe chamar a atenção (geralmente tem a ver com seu estado emocional atual). Se for fazer em grupo, faça uma votação (se todos forem escrever sobre o mesmo tema) ou deixe livre (e cada um escolhe o seu).
  3. Ao escrever, tente ser específico em relação aos detalhes: como você se sentiu, se fazia calor/frio, se chovia ou estava sol, que horas eram. Fale de cores, sons, cheiros, sentimentos, o que você falou, o que as outras pessoas falaram. Descreva a cena com detalhes.
  4. Transporte-se mentalmente para a ‘cena de filme’ que você vai criar. Veja-se lá dentro. Vire o principal personagem dessa história que vai contar.
  5. Deixe fluir! Não se preocupe com conjugação verbal, sujeito e predicado, verbos defectivos, por que junto ou separado. Simplesmente escreva – deixe fluir e coloque as palavras no papel conforme forem surgindo. Você vai ver que em pouco tempo vai estar escrevendo a mil por hora, com as ideias ‘borbulhando’ na sua cabeça e você correndo para tentar colocar todo esse turbilhão que vai surgir no papel.
  6. Lembre-se de terminar! Mesmo que se empolgue e precise de 4 folhas frente e verso para escrever tudo que surgir, lembre-se de terminar.
  7. Depois de terminar, relaxe e fique uns 2 minutos sem ler o que escreveu. Preste apenas atenção em você mesmo/a, no que está sentindo, na alegria, na adrenalina, na sensação boa de ter feito aquilo.
  8. Compartilhe com o grupo de maneira VOLUNTÁRIA. Quem quiser ler e compartilhar com o grupo, compartilha. Quem preferir guardar o assunto para si tem todo o direito de fazê-lo e de ter seu direito à privacidade respeitado. O importante mesmo é fazer o exercício – compartilhar depois é OPCIONAL.

Ok? Agora que temos todas essas dicas para fazer corretamente o exercício, aqui vão minhas sugestões e recomendações de temas para escrever (você pode criar as suas se quiser!):

  1. Um momento maravilhoso que me aconteceu como vendedor/a foi quando ________.
  2. Quando comecei em Vendas, a pessoa que mais me motivou/influenciou foi _________, por que ele/ela sempre __________________ .
  3. Uma das decisões mais importantes que já tomei na vida e da qual NUNCA me arrependi foi ____________________ , por que ___________________ .
  4. Se eu pudesse controlar uma coisa no futuro, seria _______________ , por que _______________.
  5. A venda mais engraçada que já me ocorreu foi quando __________________________.
  6. O meu melhor momento como vendedor/a foi quando _______________________ .
  7. Se eu soubesse o que sei agora em Vendas, quando eu comecei como vendedor/a eu teria feito muito mais _____________________ e muito menos __________________.
  8. Algumas das minhas prioridades mudaram muito desde a minha adolescência. Por exemplo, antes eu preferia/valorizava _______________ e hoje prefiro/valoriza muito mais _____________________ .
  9. Se eu pudesse reviver um acontecimento da minha vida como vendedor/a e mudar o que aconteceu, esse dia seria o dia em que ___________________ e o que eu faria de diferente seria _____________________ .
  10. Quando quero me sentir melhor, eu imagino que estou ___________________ , fazendo _________________ , com _________________________.
  11. Uma das grandes lições de vida que eu já aprendi foi com ________________, que me ensinou ________________________ .
  12. Um dos meus principais objetivos na vida e que poucas pessoas sabem é que eu quero __________________. Isso é muito importante para mim porque ________________ .

Pronto! Você já tem aí uma lista de sugestões para fazer seu exercício. Seja pessoal ou em grupo, você vai ter uma hora de treinamento muito produtivo, onde as pessoas vão participar, vibrar, trocar experiências e trabalhar em grupo de maneira muito construtiva, engajada e animada.

A verdade é que as pessoas hoje em dia quase não tem mais chance de falar sobre suas experiências mais profundas, o que é uma pena. Vender é muito baseado em emoção, em sentimentos, em alegria, na troca de energia e ideias com outras pessoas.

Mas agora não tem mais desculpa . Papel e caneta é tudo quevocê precisa. Mãos à obra! E depois me conte como foi.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima