15 de setembro

Conheça ações para comemorar o Dia do Cliente

 

Um rei, o principal ativo da empresa, o responsável pela existência do capitalismo, aquele que tem sempre razão, etc. Na teoria, são várias as definições utilizadas para representar a figura do cliente. Entretanto, na prática, muitas companhias ainda os esquecem, especialmente aqueles que são clientes há bastante tempo. Para resolver esse e outros impasses da relação cliente–empresa, o mês de setembro pode ser o período ideal. É que no dia 15 deste mês comemora-se o Dia do Cliente, uma data que abre muitas alternativas para a criatividade.

 

A celebração é recente. Foi criada em 2003 e, no início, era comemorada em apenas três cidades do País – hoje, já são mais de 125 municípios, incluindo 13 capitais brasileiras. A iniciativa foi do conferencista João Carlos Rego, que vê na data uma oportunidade perfeita para ser explorada pelo marketing: “É um dia que possibilita infinitas ações publicitárias, desde uma simples faixa na entrada da empresa até sorteios milionários, passando por saudações telefônicas, ações de e-mail marketing, promoções conjuntas ou não com outras empresas e fornecedores, coquetéis e eventos de confraternização, brindes, campanhas publicitárias e decorações especiais”.

 

O grande diferencial desse dia em relação às demais datas comemorativas do calendário brasileiro está na abrangência. “O Dia do Cliente atinge a todos, sem exceção, já que todos nós somos clientes de alguém e dependemos disso para sobreviver. O cliente é a razão da existência das empresas e profissões, pois, sem ele, ninguém sobrevive”, constata.

 

Entretanto, Carlos Rego alerta que não adianta somente uma parte da equipe empresarial encampar a responsabilidade de fazer o consumidor se sentir especial: “Toda a empresa precisa estar engajada na comemoração, tendo plena consciência de sua relevância e não deixando as homenagens e agradecimentos a cargo apenas do pessoal do atendimento e vendas”.

 

A homenagem, na opinião do conferencista, tem um impacto ainda maior quando passa a sensação de exclusividade aos clientes. “Convide os prospects para experimentarem seus produtos e serviços – eles também são bem-vindos em sua comemoração –, mostrando a eles o carinho e respeito com que sua empresa trata a clientela. Além disso, dê aos clientes inativos novos motivos para voltarem a ser clientes, aparando arestas antigas, resolvendo pendências, etc”, sugere.

 

O que já vem sendo feito pelo Brasil

Várias empresas têm investido em ações para aproximar e homenagear os clientes no dia 15 de setembro. A direção do supermercado Carrefour, em São Paulo, SP, por exemplo, realizou uma atitude muito simples: foi receber seus consumidores diante dos caixas, distribuindo brindes e cumprimentos. A Localiza Rent a Car, de Belo Horizonte, MG, vem investindo, há três anos, em mensagens que são enviadas nesse dia para os mais de 300 mil clientes de seu plano de fidelidade.

 

Mesmo em business to business a ação funciona. A Bematech chamou atenção nos anos anteriores porque, além de colocar sua direção diretamente na operação de telemarketing, realizou sorteios, enviou mensagens e ainda produziu um e-mail marketing para que seus clientes também pudessem homenagear os consumidores deles.

 

 Entretanto, algumas organizações procuram ir além para realmente surpreender seus clientes. A CTBC Telecom, empresa do grupo Algar, de Uberlândia, MG, realizou um coquetel com direito a palestras, show e apresentações. O evento foi transmitido via teleconferência para todas as subsedes da companhia, as quais também reuniram sua clientela para uma confraternização. A Unimed é outro exemplo interessante, pois proporcionou gratuitamente ao público orientação de medicina preventiva e alimentação saudável, teste de diabetes, medição de pressão e ginástica laboral, além de eventos e distribuição de brindes.

 

Para quem ainda não realizou ações em comemoração ao Dia do Cliente, Carlos Rego dá um último conselho: “O mais importante é não deixar a data passar em branco. Faça tudo que estiver ao seu alcance, ainda que seja uma ação simples, deixando a indiferença e a frieza para os concorrentes”.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima