8 dicas para se tornar um vendedor alpinista

Como se tornar um vendedor alpinista?

“Quem quer matar a sede não procura entender a fórmula da água”

Fernando E. Tavares

 

“Quem quer liderar uma orquestra deve dar as costas ao público”

James Crook

 

8 dicas para se tornar um vendedor alpinista

  1. Estude os campeões –Não perca tempo com pessoas negativas que vivem dizendo que o mercado está ruim. Pesquise quais são os verdadeiros campeões e procure saber seus diferenciais e como fazem para se manter no topo.
  2. Planeje-se –Investir um determinado tempo para planejar suas vendas vai proporcionar mais foco e concentração para atingir suas metas. Planejamento é investimento, e não perda de tempo.
  3. Descubra o desejo de compra do cliente – Esse é o grande segredo para se tornar um vendedor de sucesso. Esqueça o que é mais importante para você e descubra o que é indispensável para o cliente, use perguntas que ajudem a revelar as necessidades e os desejos dos clientes. Fale 30% e escute 70% – você está fazendo isso?
  4. Autoanálise –Reserve, diariamente, um local para refletir sobre o seu dia e liste num papel todos os pontos em que você acredita que está errando. Logo depois, monte um plano de melhoria para cada item e comece a aplicá-lo no dia seguinte. Você pretende ser um vendedor alpinista? Então, melhore todos os dias.
  5. Decida-se –Pare de olhar para trás. Visualize o futuro, busque o sucesso, utilize seus diferenciais, trabalhe mais, leia livros, participe de cursos e coloque-se como meta ser o número um.
  6. Seja autoconfiante –Analise todas as vitórias que você atingiu na sua carreira profissional. Qual a sensação de uma meta cumprida? De atender um consumidor exigente e resolver seu problema? Conquistar um novo cliente? Não é a autoconfiança que traz o sucesso, é o sucesso que traz a autoconfiança.
  7. Estipule metas –Tenha por escrito as metas pessoais e profissionais e monte um plano para atingir cada uma delas.
  8. Cuide-se –A pessoa mais importante é você. Então, seja seu próprio anjo da guarda, pratique exercícios, faça novas amizades, tenha uma alimentação balanceada, durma bem e invista na sua imagem. Assim, com certeza o cliente vai perceber que você é a melhor opção.

 

André Silvaé palestrante de motivação e vendas.

E-mail:[email protected]

Site:www.palestranteandresilva.com.br

 

Planejamento de trabalho

Pesquisas demonstram que, quando é feito um plano de trabalho, o rendimento do profissional de vendas é muito maior. Afinal, o esforço é menor, pois ele planejou, traçou seu roteiro, locomoveu-se menos, conseguiu fazer mais visitas e vendeu mais.

Para um bom planejamento, existe um conjunto de dados importantes:

  • Qual é o perfil do cliente?
  • Qual é o poder de compra?
  • Qual é o melhor horário?

 

A ficha do cliente deve conter:

  • Nome do cliente e endereço.
  • Horário.
  • Material de merchandising.
  • Breve comentário do que foi acertado na última visita e o que pretende falar.
  • Dados comerciais.
  • Informações complementares: nome do comprador, telefone, e-mail, etc.

 

Extraído e adaptado do livro O vendedor talentoso: como fazer a diferença, de Celso Grinaldi Filho(Editora Qualitymark).

 

Aprenda com o cliente

O vendedor deve atender às expectativas do seu cliente e, esse deve ser o foco da argumentação. Por isso, não se deve vender o que quer, mas o que o cliente deseja. É necessário pensar nas perguntas que devem ser feitas observando o que ele necessita, em que local, para quando e quanto está disposto a pagar.

 

Extraído e adaptado do livro Por que não? Técnicas para estruturação de carreira na área de vendas, de Ivan Postigoe Rodrigo Postigo (All Print Editora).

 

Confirme a compra

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos concluiu que 63% de todas as apresentações de venda terminavam sem que o vendedor tivesse perguntado se o cliente queria comprar. Isso significa que muitas vendas não são fechadas porque o vendedor se esqueceu de perguntar se o cliente queria comprar aquele produto do qual ele tinha falado tanto.

Parece absolutamente lógico, mas muitos vendedores não perguntam sobre o desejo de compra ao cliente. Isso acontece porque o vendedor pensa que, se o comprador não disse que queria comprar até aquele momento, ele não o fará. Mas nem sempre é assim, às vezes o próprio cliente espera que o vendedor pergunte.

Assim, enquanto o vendedor apresenta o produto ao possível comprador, mostrando seus benefícios e suas vantagens, o comprador vai se encantando e dando sinais de que gostaria de adquirir esse produto. Percebendo isso, o vendedor não pode perder tempo e deve logo perguntar se ele gostaria de comprar o produto.

 

Extraído e adaptado do livro Venda mais & melhor: aumente seu volume de vendas e o seu faturamento, de Daniel Godri JunioreAlessandra de Souza.

 

Tenha resiliência

Se você procurar em dicionários, vai ver que essa palavra é definida como a capacidade que um objeto tem de resistir a choques e quedas, ou seja, não quebra. Transportada para o mundo corporativo, essa palavra pode ser traduzida como a capacidade que uma pessoa tem de ir de um extremo a outro de seus limites sem surtar. É como se fosse um elástico esticado ao máximo sem se romper.

As empresas procuram cada vez mais pessoas com essa capacidade, pois no mundo competitivo em que vivemos, com todo o estresse das cidades grandes, com todas as pressões que sofremos, quem tiver resiliência vai se destacar e ser muito valorizado.

Então, para se tornar uma pessoa resiliente, você precisa:

 

  • Ser muito focado, concentrado e equilibrado. Alguém que suporta tudo sem sair de seu eixo. Você não pode se abater, deve evitar se queixar e saber lidar com as adversidades sem se alterar.
  • Entender que enfrentar bem os problemas causa um impacto positivo na saúde e ajuda a alcançar o sucesso mais rapidamente.
  • Perceber que alguém assim não se concentra no problema, e sim na solução.

 

Extraído e adaptado do livro O vendedor imbatível: vendendo ideias, projetos e produtos, de Bruna Gasgon(Prestígio Editorial).

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima