A estrela das paraolimpíadas

Ela brilha nos Jogos Paraolímpicos. Aos 30 anos, Adria Santos coleciona medalhas e títulos internacionais. É a atual detentora do redorde mundial dos 200m das catregorias TI I (Cego) e TI2 (percepção de vulto). Ela brilha nos Jogos Paraolímpicos. Aos 30 anos, Adria Santos coleciona medalhas e títulos internacionais. É a atual detentora do redorde mundial dos 200m das catregorias TI I (Cego) e TI2 (percepção de vulto). Sua última conquista foi o ouro na prova de atletismo dos 100m rasos do Aberto Europeu Paraolímpico na Finlândia, em agosto deste ano.

A atleta é um exemplo de superação e determinação. Ela perdeu a visão ao longo dos anos por causa de uma doença degenerativa: a retinose pigmentar, além de um astigmatismo de nascença. Tem uma filha de 14 anos e atualmente mora em Joinville ?SC.

Ádria entra para a história do esporte paraolímpico nacional como a atleta que já participou mais edições dos jogos, sendo a brasileira com maior número de medalhas de ouro conquistadas. Ela começou a correr em 1987, quando entrou para o Instituto São Rafael, escola para deficientes visuais, em Belo Horizonte. Foi para os jogos paraolímpicos de Seul com apenas 14 anos.

?Sou muito competitiva, gosto de saber do fato de que estou correndo ao lado das melhores atletas do mundo. Nada é impossível quando a gente faz com vontade?, afirma Ádria. Seu sonho é conseguir melhores marcas e receber como prêmio o reconhecimento da sociedade: ver que os paraolímpicos são tão importante quanto os olímpicos.

Entre os dias 03 e 11 de setembro a brasileira terá mais embates internacionais pela frente, agora defenderá o País nos Jogos Pan-americanos de Cegos, que ocorrerão em São Paulo. Vai ser mais um show de velocidade, mas desta vez em solo brasileiro.

Perfil

Nome completo: Ádria Rocha Santos
Apelido: Fenômeno Paraolímpico das Pistas
Data de Nascimento: 11/08/1974
Local de Nascimento: Nanuque ? MG
Altura: 1,62m
Peso: 54kg
Grau de Instrução: 1º grau completo
Esporte que pratica: Atletismo
Provas que disputa: 100m, 200m e 400m rasos
Técnico: Nelson Rocha dos Santos
Estado Civil: Solteira

Os Jogos Paraolímpicos são o equivalente aos Jogos Olímpicos, com provas restritas a atletas com deficiências físicas, visuais ou mentais. Os primeiros jogos para atletas com deficiências organizado à imagem dos Jogos Olímpicos realizaram-se em Roma, em 1960 e ficaram conhecidos como Jogos Paraolímpicos. Os primeiros Jogos Paraolímpicos de Inverno realizaram-se em Örnsköldsvik, na Suécia, em 1976.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima