A melhor maneira de enviar um e-mail

Muitos executivos não sabem como usar o e-mail. Ele é perfeito para trocar mensagens curtas, combinar encontros, checar números etc. O e-mail não é adequado para cartas longas, propostas de negócios, mensagens elaboradas. Muitos executivos não sabem como usar o e-mail. Ele é perfeito para trocar mensagens curtas, combinar encontros, checar números etc. O e-mail não é adequado para cartas longas, propostas de negócios, mensagens elaboradas. Quando é um tema polêmico, telefone ou fale pessoalmente. O papel é frio e uma frase mal escrita pode levar a conseqüências indesejáveis, não corrigíveis com um sorriso ou diálogo.

Nunca, nunca clique em ?enviar? antes de reler seu e-mail. Essa impulsividade facilitada pela tecnologia já estragou muitos negócios e relacionamentos. Muitos mandam mensagens com assuntos pela metade e deixam de pensar duas vezes sobre o que querem dizer, apenas pela ansiedade de ?enviar?. A rapidez na transmissão do e-mail não deve refletir a rapidez do seu raciocínio. No caso de assuntos importantes, faça um rascunho.

Erros de português são uma praga. Como muita gente envia a mensagem sem reler, deixa passar um escorregão de ortografia. Não é preciso comentar que erros de português depõem contra qualquer pessoa.

Tente usar com parcimônia o jargão e as abreviações comuns na Internet. Você não está num chat nem escrevendo seu blog. xx para kisses, abs, rssss, asap, tudo isso é muito bonitinho, mas pouca gente entende e é um tanto infantil. Esses recursos nunca devem ser usados no ambiente corporativo.

Fonte: Nem só de marketing…Postura e comportamento no mundo corporativo, de Roberto Teixeira da Costa e Susana Sacovsky (Editora Conex).

Resolvendo seus problemas P. Como posso saber quando devo aceitar ou rejeitar uma nova responsabilidade? (Josias B., assessor financeiro).

R. Responda às seguintes perguntas para ter certeza do que é o melhor para você: a) Esta tarefa é importante para mim? b) Eu posso dedicar tempo necessário a ela? c) Assumindo a tarefa eu terei de cortar alguma outra coisa importante para mim? c) Se eu aceitar a tarefa estarei fazendo porque me sinto culpado ou porque sinto que preciso fazê-la? ?Nunca deixe o urgente expulsar o importante? ? Kelly Catlin Walker

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima