A nova competitividade

O que gera o crescimento sustentável e a longevidade das empresas é um novo padrão de excelência, crenças, postura e comportamentos, no qual as lideranças devem ser o maior exemplo. A busca frenética por maior competitividade é uma luta neurótica, por parte de muitos profissionais. O sujeito acorda, come e dorme pensando em como melhorar os resultados da sua empresa e ainda sonha em estar atingindo ou extrapolando suas metas.

É certo que não basta mais ser competitivo somente pelo método usual, ou seja, pelo tripé preço, qualidade e serviços. Esses três itens não perderam sua importância, mas a competitividade usual é extremamente importante, sendo a base de sobrevivência de qualquer negócio.

O que gera o crescimento sustentável e a longevidade da sua empresa está ligado ao que chamo de nova competitividade, ou seja, um novo padrão de excelência, crenças, postura e, principalmente, comportamentos, no qual as lideranças devem ser o maior exemplo.

Vejamos alguns pontos da nova competitividade, e como isso ajuda na sua organização e sua carreira:

Gestão do capital intelectual ? O tema é atual e a teoria esplêndida, mas a prática deixa muito a desejar. Como gerir o capital intelectual das empresas, quando muitas delas não conseguem sequer manter os dados de seus clientes atualizados? Lembro de que o capital intelectual também inclui fornecedores, parceiros, clientes e comunidade. Quantos profissionais com curso superior ainda estão em funções rotineiras? Ou quantos estudam uma nova língua a vida inteira e nunca a praticam? O maior desafio é organizar o capital intelectual, criar novos fatos, deixar a criatividade fluir e dar mais espaço para novos projetos e talentos, valorizando quem os sugeriu e negociando a sua implantação.

Gestão do equilíbrio entre vida pessoal e profissional ? Sim, gestão! Enquanto as empresas ficarem somente no discurso de que é preciso maior qualidade de vida, os resultados continuarão os mesmos: pessoas estressadas, esgotadas, grande rotatividade e altos custos com planos de saúde. É tudo o que ninguém quer! A nova competitividade está baseada no talento humano, no conhecimento, na inovação e criatividade, mas tenho a impressão de que a maioria das empresas prefere matar a galinha dos ovos de ouro: a saúde de seus profissionais e seus relacionamentos amorosos e familiares. As empresas devem investir na qualidade do trabalho e não apenas nas horas trabalhadas, e o governo não pode continuar atrasando a reforma trabalhista necessária para flexibilizar a relação capital x trabalho. Tenha certeza de que vale a pena implantar programas de qualidade de vida para seus colaboradores.

Investir na cidadania ? Só seremos um país de primeiro mundo quando tivermos um povo de primeiro mundo. O governo não faz, ou faz muito pouco e malfeito, daí não tem jeito. Esse papel terá de ser cumprido pelas empresas. Não me parece justo, mas não vejo outra solução, pelo menos a curto prazo. Interagir com a comunidade, contribuir para o desenvolvimento de bons valores, ética e educação é sempre um investimento de longo prazo com retorno garantido. Afinal, são as pessoas que formamos hoje que serão nossos consumidores e diferencial competitivo no futuro. Proporcionar acesso a atividades culturais e esportivas formam um maior senso crítico, a base de qualquer país de primeiro mundo.

A nova competitividade está, na minha opinião, baseada nos pontos acima. Sei que é um caminho longo, árduo, cheio de desafios, mas também cheio de recompensas. Pois, como diria o publicitário Nizan Guanaes: ?Pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si?.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima