Ainda bem que você existe

Quantas oportunidades perdemos de dizer às pessoas importantes para nós ?ainda bem que você existe?? Com este livro, o autor Cesar Romão nos dá essa chance. A chance de enxergarmos como somos importantes uns para os outros, e sobre nossa própria importância como uma ?peça do Jogo Divino?, conforme diz o autor. Quantas oportunidades perdemos de dizer às pessoas importantes para nós ?ainda bem que você existe?? Com este livro, o autor Cesar Romão nos dá essa chance. A chance de enxergarmos como somos importantes uns para os outros, e sobre nossa própria importância como uma ?peça do Jogo Divino?, conforme diz o autor. Ainda Bem que Você Existe é um pequeno livro com pensamentos, conselhos, encorajamento, poesia, enfim, uma pausa no dia-a-dia para refletir e encorajar-se a continuar a jornada. Um pequeno bálsamo!

Uma obra que propõe a reflexão sobre nossa importância no contexto da existência, onde as pessoas encontram a possibilidade de resgatarem seus principais valores humanos e utilizá-los de maneira a tornarem sua vida mais feliz. Este livro quer chegar ao coração, à mente e ao espírito das pessoas que buscam respostas para muitas adversidades que, por força das circunstâncias do percurso da vida, atingem nossa auto-estima, nossa capacidade de sonhar. Entenda mais sobre sua importância neste universo e sua missão como parte dele através desta leitura.

Leia um trecho do livro: ?Imagine uma lagarta. Ela passa grande parte de sua vida no chão, vendo os belos pássaros voarem, indignada com seu destino e com sua forma. Pensa: ?Sou a mais desprezível das criaturas, feia, repulsiva, condenada a rastejar pela terra?. Um dia, entretanto, a natureza lhe pede que faça um casulo. A lagarta fica assustada, pois jamais fizera um casulo antes. Pensa que está construindo seu túmulo e se prepara para morrer.

Embora indignada com a vida que levou até então, reclama novamente com Deus, dizendo: ?Quando me acostumei a rastejar, o Senhor tira o pouco que tenho.? Indignada, tranca-se no casulo e aguarda seu fim. Alguns dias depois, vê-se transformada numa linda borboleta. Pode agora passear pelos céus, ser admirada pelos homens e se surpreender com o sentido daquele detalhe de sua vida.?

Para saber mais: Ainda Bem que Você Existe, de Cesar Romão (Editora Arx). Visite: www.edarx.com.br.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima