Alegria para superar as adversidades

A superação da vendedora que não sabe ler nem escrever Maria José da Silva Souza trabalha na Eletrofácil há mais de um ano, vendendo eletrodomésticos e outros produtos através da compra premiada, uma venda parcelada em que o cliente paga só até ser sorteado. Ela é campeã invicta de vendas desde a abertura da loja na cidade de Ulianópolis, PA.

Sua história seria muito comum se não fosse o fato de ela não saber ler nem escrever e, mesmo assim, trabalhar com vendas. Maria surpreende a todos, pois, apesar de sua limitação, não desiste jamais. ?Eu acordo sempre de bom humor, sou amada e, graças a Deus, tenho uma família muito boa, que me dá forças para estar constantemente motivada?, revela. No começo, ela sentia vergonha por não ser alfabetizada, mas superou o medo e, hoje, pede ajuda.

A vendedora não se abala diante do seu problema, pois recebe ajuda dos companheiros de trabalho e, caso esteja sozinha com o cliente, o próprio comprador assina o contrato e escreve seus dados em uma caderneta. Ela leva esses dados para casa, e o filho finaliza preenchendo o pedido. Assim, dificilmente, perde uma venda.

Vendendo, Maria conseguiu amigos, por isso ama muito sua profissão. Para estudar, ela recebe força e incentivo dos clientes, colegas de trabalho e de seus patrões. No momento está em busca de um professor particular porque está decidida a aprender, ?nem que seja na hora do almoço?, diz Maria.

Seu segredo é estar sempre alegre, com sorriso no rosto. ?Um vendedor tem de chegar no cliente levando coisas positivas, nunca coisas negativas?, afirma. É fundamental não misturar brincadeira com trabalho e, apesar de ser alegre, não confunde as coisas e trata seus clientes com respeito e amor. ?Como eles são tratados com amor,sentem-se seguros e, por isso, além de comprarem, me indicam para muitos amigos?, relata a vendedora motivada.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima