Alimentação saudável: mais rendimento no trabalho

Alimentação: o cardápio ideal para melhorar a produtividade Por Prisicila Rosa Belpiede

É muito importante que a alimentação diária seja balanceada e saudável para realizar todas as atividades com bastante energia e disposição. Para isso, é importante respeitar os grupos alimentares na hora de montar o prato, além de se atentar ao período de intervalo, que não deve ser maior que quatro horas entre cada refeição.

Se a pessoa ficar horas sem comer ou, por exemplo, sair de casa para trabalhar sem tomar o café-da-manhã, terá deficiência cognitiva, perda de memória e baixa concentração. Além disso, quando a refeição é muito ?pesada?, ou seja, rica em molhos, frituras, carne vermelha em excesso, massas recheadas e queijos, a digestão é mais difícil e exige um gasto maior de energia de nosso metabolismo. Isso faz com que a sensação de cansaço e desânimo logo apareçam, prejudicando também o rendimento no trabalho.

Vale lembrar que as refeições leves ? com carnes magras, grelhados, legumes e saladas ? são ideais para suprir o organismo com todos os nutrientes de que ele precisa para desempenhar suas funções, garantindo a disposição adequada e concentração no momento do trabalho.

A hidratação também é importantíssima para o funcionamento correto do cérebro. Por isso, vale a pena deixar uma garrafinha de água em cima da mesa de trabalho para garantir a ingestão de pelo menos 1,5 l de água por dia. Para manter uma alimentação nutritiva, segue um plano comparativo do que é um cardápio saudável e não-saudável, indicando o que se deve comer e o que evitar nas refeições do dia-a-dia.


Sugestão de cardápio

O que se deve comer (refeição saudável):

Café-da-manhã

» 1 porção de leite ou iogurte desnatado
» ½ papaia ou 1 fruta
» 1 porção de cereal matinal integral ou 2 torradas de pão integral com queijo magro

Lanche da manhã (deve ser feito 3 horas após o café)
» 1 porção de água ou água de coco
» 1 porção de frutas secas ou castanhas (3 ou 4 unidades)

Almoço (deve ser feito 3 horas após o lanche)
» 1 porção grande de salada com três cores (por exemplo: alface, tomate e cenoura)

» 1 porção de carboidratos (por exemplo: arroz ou batata assada)
» 1 porção pequena de feijão
» 1 filé de frango ou peixe grelhados
» 1 porção de verdura refogada (espinafre, escarola, brócolis, etc.)

Lanche da tarde

» 1 fruta
» 1 garrafinha de iogurte

Jantar:
» Salada de folhas mistas
» Omelete de peito de peru e queijo branco ou carne magra grelhada com legumes cozidos no vapor
» Salada de frutas

Ceia

» 1 copo de leite desnatado com canela

O que se deve evitar (não-saudável):

Café da manhã

» Pão na chapa com manteiga
» Leite com chocolate

Lanche da manhã

» Não faz

Almoço

» Bife à parmegiana com arroz e batata frita
» Sorvete
» Refrigerante

Lanche da tarde

» Pão de queijo
» Chocolate

Jantar

» Sanduíche com queijo prato e presunto gordo
» Refrigerante

Ceia

» Salgadinho

Prisicila Rosa Belpiede é nutricionista e consultora de atletas maratonistas. É formada pelo Centro Universitário São Camilo, pós-graduada em Nutrição Esportiva e especialista em Nutrição Materno-infantil pela Universidade Federal de São Paulo ? Escola Paulista de Medicina (Unifesp/EPM).

Para saber mais:
E-mail: [email protected]

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima