Amar os clientes é…

amar

Cupido do século XXI, a internet vem aproximando pessoas que talvez nunca teriam a chance de se conhecer. Relacionamentos a distância são cada vez mais frequentes e começam a ser levados a sério pelas marcas.

Um exemplo disso é o lançamento da sueca IKEA. A empresa, uma das maiores do setor de móveis e decoração, criou o “Wedding Online”, um serviço de casamento via web para casais que moram distantes um do outro.

E o melhor: os preparativos passam longe das complicações de um evento físico. No site da marca, é possível optar por um ambiente perfeito para a troca de alianças, como praia, campo, ou, claro, uma igreja. A decoração também é personalizada, possibilitando que os noivos possam escolher diferentes objetos à venda no site da IKEA.

Mesmo digitais, os casamentos são muito mais do que faz-de-conta. Segundo os termos do site, a cerimônia pode ser reconhecida juridicamente. Basta preencher um formulário e enviá-lo à agência tributária sueca. Também é preciso contratar um celebrante licenciado, nada muito difícil, já que a IKEA disponibiliza uma lista de profissionais recomendados. No vídeo divulgado pela marca, o casal e seus convidados se reúnem virtualmente e podem ver e ouvir uns aos outros. O vídeo está disponível apenas em francês, mas você pode ter uma ideia da proposta acessando: http://bit.ly/wedding-online-IKEA

Fonte: Adnews (www.adnews.com.br)

macAproximando pessoas

O McDonald’s do Canadá teve uma sacada genial para aproximar as pessoas. Um banco de descanso especial oferecia lanches da marca quando duas pessoas se sentavam nele. Como parte de sua campanha “Welcome to M”, a gigante de fast food surpreendia pessoas desavisadas quando elas menos esperavam – e de uma maneira deliciosa…

A empresa colocou um banco com dois lugares em um shopping. Atrás dele havia um telão que era ativado quando os dois espaços eram ocupados simultaneamente e exibia a mensagem-chave da campanha, “welcome to M” (bem-vindo ao M, em uma tradução livre). Depois, um compartimento escondido entre os assentos servia aos ocupantes lanches do McDonald’s, com o intuito de fazer com que as pessoas acabassem se aproximando – o que, aliás, deu muito certo.

Além de dar um pouco de alegria ao dia dos participantes, a promoção cumpriu seu objetivo, permitindo que as pessoas se aproximassem e vivessem uma experiência compartilhada. E todo mundo saiu ganhando.

Fonte: Portal Promoview – www.promoview.com.br – especializado em marketing promocional

Dor de cabeça?

dorA marca de analgésico Neosaldina achou um jeito criativo de passar a sua mensagem, reforçar a marca e, claro, vender mais. Frequentadores do Shopping Vila Olímpia, na Zona Sul da capital paulista, puderam trocar o tráfego intenso por sessões de cinema. Os clientes do local eram abordados no estacionamento, entre 17h e 20h, convidados a esperar o trânsito passar e, assim, aliviar uma possível dor de cabeça. A ação de promocional consistia em um convite para assistir a um bom filme no cinema do estabelecimento, com direito a pipoca, refrigerante e estacionamento gratuito.

Curtas e boas

cachorroUMA IDEIA BOA PRA CACHORRO – Ao chegar ao hotel Aloft, em Ashville, na Carolina do Norte (EUA), o hóspede é recebido por um cachorro usando uma camiseta amarela com a mensagem “adopt me” (adote-me, em português). O estabelecimento abriga cães resgatados pela ONG Charlie’s Angels Animal Rescue com o intuito de que os bichinhos sejam levados pelos hóspedes para casa. A parceria foi iniciada em julho do ano passado e parece que os clientes aprovaram: 24 animais já foram adotados.

PONTO DE ÔNIBUS MUSICAL – A espera nos pontos de ônibus está mais agradável – pelo menos na Romênia. Por lá, foram instaladas, em algumas paradas, máquinas de jukebox para entreter o público até a chegada do coletivo. A ideia foi do The Trumpets, um bar britânico na Romênia, que usou a ação promocional para atrair mais clientes para seu estabelecimento. Quem esperava o ônibus podia escolher entre 45 músicas diferentes. O The Trumpets conseguiu, inteligentemente, trazer um pouco da atmosfera de um pub para um lugar geralmente considerado monótono.

Criatividade em vendas

Vendedoras maduras ajudam a triplicar vendas no Pará – As vendas de alguns produtos de uma distribuidora de Belém (PA) não andavam muito boas, e o gerente começou a investigar os motivos. Acabou percebendo que as jovens que faziam degustação ou abordagem nos pontos de venda faltavam muito ao trabalho. Na maioria das vezes, eram encontradas batendo papo, indo ao banheiro, etc. Então, ele teve a ideia de substituí-las por senhoras acima de 55 anos.

No primeiro mês de atuação das vendedoras mais maduras, as vendas simplesmente triplicaram! Elas não faltam, não ficam batendo papo nos corredores, inspiram mais confiança nos clientes e esforçam-se ao máximo para não perder o trabalho. A ideia deu tão certo que passou a ser copiada pelos concorrentes e até saiu na TV local.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima