Aprenda a se relacionar com seu chefe

Aprenda a se relacionar com seu chefe Para ter sucesso em uma carreira, o bom relacionamento com os superiores é um fator imprescindível. A fim de que isso aconteça, é necessário que exista uma parceria positiva entre líder e funcionário. Dentro dessa parceria, uma série de atitudes, valores e informações devem estar presentes na rotina de ambas as partes.

O lado do colaborador

Para iniciar um relacionamento saudável, o colaborador deve compreender a forma de pensar e o modo de trabalho de seu chefe. Christina Osborne, autora do livro Como Lidar com seu Chefe explica que se o liderado entender isso, mesmo sob pressão, o bom relacionamento será possível.

Segundo Christina, identificar o jeito do seu líder é muito importante. O funcionário precisa saber qual estilo de liderança está mais próximo do comportamento de seu superior. Dessa forma, o colaborador poderá se adaptar ao estilo do chefe e evitar problemas.

Descubra o estilo do seu chefe

Veja os vários tipos de liderança citados no livro e identifique em qual deles seu superior se encaixa:

Chefe ideal

Possui visão clara sobre os rumos pessoais e da empresa. Costuma servir de inspiração para os demais, tem ótima capacidade de organização, sabe delegar e motivar a equipe. Como você deve agir: avalie quanto ele se aproxima dessas características e aproveite para obter o máximo dessa relação, pois esse chefe pode acrescentar muito em seu desenvolvimento.

Chefe perfeccionista

Tem dificuldade para delegar tarefas e está sempre em busca da imperfeição dos liderados. Um ambiente organizado e estruturado pode ser mais condizente para esse perfil. Como você deve agir: reconheça a necessidade de controle dele e apresente informações regulares sobre o andamento dos projetos nos quais você trabalha.

Chefe caótico

Dispõe de pouca facilidade para se concentrar e passa de um assunto para outro com muita velocidade. Não costuma atender a todas as demandas nem delegar tarefas. No entanto, é um profissional que lida bem com pessoas e não hesita em ajudar.

Como você deve agir: aproveite os atributos na hora de dividir o trabalho e evite o acúmulo de papéis e discussões longas. Seja sempre objetivo!

Chefe centralizador

Tem o perfil de acompanhar tudo de perto. Teme que, caso algo saia errado, ninguém irá comunicá-lo a tempo.

Como você deve agir: mostre seu trabalho e peça retorno sobre os progressos. Você precisará convencê-lo de que não necessita de supervisão constante.

Chefe ausente

É o líder que evita se comprometer e nunca está disponível quando sua presença é importante. Tende a assimilar rapidamente a informação e espera o mesmo dos demais. Como você deve agir: encontre outras formas de obter o apoio dele e insista na criação de um relacionamento de mão dupla.

Chefe explosivo

Se o seu superior tem explosões em situação de estresse, é possível que ele seja uma pessoa com muita energia. Personalidades agressivas não estão acostumadas a conviver com quem discorda de suas idéias.

Como você deve agir: diante de um acesso de seu chefe, mantenha a calma e sugira que conversem em um momento mais oportuno. Nessa ocasião, explique como você se sente com essas atitudes e deixe claro o quanto isso o desmotiva.

Chefe hesitante

Profissionais com perfil relutante precisam de aprovação e podem demorar para tomar uma decisão. Costumam elogiar, mas têm dificuldades em fazer críticas. Como você deve agir: peça retorno, mostre-se disposto a ouvir e aproveite o espaço para exercitar a autonomia.

Todos devem colaborar

Lilian Graziano, coordenadora do MBA de Gestão de Pessoas da Trevisan Escola de Negócios, acredita que o bom relacionamento entre chefe e colaborador se constitui principalmente da cordialidade.

Para a psicóloga Laura Castelhano, o colaborador deve respeitar a hierarquia. ?Existem profissionais que entram numa dinâmica de luta por poder. Se você está brigando com quem tem poder de decisão, poderá se dar mal. Se o colaborador tiver plena consciência de seus objetivos, souber respeitar e aprender que o conflito faz parte, provavelmente o relacionamento será eficaz?, explica.

O lado do chefe

Logicamente, o esforço para garantir o bom relacionamento deve vir de ambas as partes, ou seja, o chefe não está fora dessa responsabilidade. Portanto, colaborador e líder precisam se entender para obterem bons resultados e um ambiente agradável.

Lilian explica que existem estudos da psicologia positiva mostrando que o trabalho é fonte de realização pessoal e felicidade. Não é apenas uma questão de cumprir sua função para receber um salário no fim do mês. Por isso, converse com seu chefe e se esforce para se entenderem, pois assim sua carreira e felicidade estarão garantidas.


PARA SABER MAIS:
Livro: Como Lidar com seu Chefe
Autora: Christina Osborne
Editora: Publifolha

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima