As 7 portas da criatividade

Acenda a chama da criatividade e transforme ideias em estratégias

Invocar a imaginação, provocar os sentidos e estimular as emoções. Essas são as missões do Cirque du Soleil, uma das empresas mais inovadoras e criativas existentes hoje. Grande parte dessa criatividade vem de Lyn Heward, presidente e diretora de operações da divisão de conteúdo criativo.

Ela começou sua carreira no Cirque du Soleil recrutando e coordenando acrobatas e dirigindo o estúdio de criação. Mas, logo, tornou-se a força inspiradora por trás de todas as atividades relacionadas à criação, produção e acompanhamento técnico e artístico das apresentações.

Toda sua experiência foi apresentada no Fórum Mundial de Inovação, promovido pela HSM, em São Paulo, que reuniu algumas das empresas e executivos que mais entendem de inovação no mundo.

Lyn Heward falou sobre a inovação e a imaginação sem limites, mostrando que é possível transformar ideias em estratégias viáveis ao liberar o poder da criatividade nas empresas. Para isso, revelou que para se tornar um integrante do Cirque du Soleil é necessário abrir sete portas. Saiba quais são elas e torne a criatividade parte de tudo o que você faz:

Porta 1 – Eleve as expectativas – Todas as pessoas são criativas, mas é preciso praticar e desenvolver as habilidades criativas todos os dias, aproveitando as oportunidades que a vida proporciona. Pense em formas diferentes de abordar o cliente, apresentar o produto, dirigir-se ao líder, etc.

Porta 2 – Desperte os sentidos – É preciso acatar o que dizem os sentidos, vivenciar cada experiência e desenvolver os instintos intuitivos. Somente dessa forma, os vendedores serão capazes de enxergar e fazer coisas aparentemente comuns de novas maneiras.

Porta 3 – Busque talentos e ideias transformadoras – É o chamado processo de “caça ao tesouro”, segundo o qual se busca ideias e inspirações, além de profissionais talentosos. Nem sempre os candidatos a uma vaga da área comercial devem ser contratados pelo que são no momento, mas pelo que podem vir a se tornar: um verdadeiro colaborador do processo criativo da empresa. Ideias transformadoras ocorrem quando os vendedores atuam fora de sua zona de conforto, experimentando coisas diferentes e aplicando criatividade às tarefas e aos problemas do dia a dia.

Porta 4 – Crie um ambiente propício à criatividade – A verdadeira criatividade requer estímulo e colaboração, pois uma boa ideia pode surgir em qualquer ponto de uma empresa. Alguns erros são permitidos e os vendedores precisam assumir riscos. Com base nisso, é importante que todos sejam reconhecidos pelo sucesso ou fracasso de uma ideia.

Porta 5 – Busque inspiração nas limitações – Orçamentos, prazos e recursos limitados forçam os vendedores a serem mais engenhosos e criativos. A definição de limites e o estabelecimento de diretrizes podem se tornar um catalisador criativo. As necessidades, expectativas e aspirações dos clientes também devem ser levadas em consideração.

Porta 6 – Corra riscos – A criatividade exige coragem e disposição para correr riscos. Vale a pena aproveitar a credibilidade alcançada para assumir riscos e cometer erros ou, quem sabe, avançar para um novo patamar de criatividade e credibilidade. Correr riscos é o equilíbrio de poder entre o sucesso e o medo do fracasso. Todo vendedor deve ser incentivado a correr riscos criativos.

Porta 7 – Renove continuamente – Manter uma equipe inovadora e o frescor dos produtos é o grande desafio das empresas. Um líder dedicado ao trabalho, que saiba ouvir os comentários dos vendedores e oferecer observações construtivas, é o melhor exemplo para a equipe. Mas é importante também que cada vendedor examine seu próprio trabalho, sempre questionando no que pode melhorar. Afinal, pesquisa e desenvolvimento contínuos são cruciais – isso também vale para os produtos vendidos.

Agora que você já sabe quais são as sete portas da criatividade, faça como o Cirque du Soleil: reinvente sua forma de vender e aposte na criatividade para seu desenvolvimento profissional. Acenda a chama criativa que existe em você. Muitas vezes, é nas pequenas inovações que se escondem os grandes resultados.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima