As características das pessoas sem estresse – Gv n. 268

Antes de qualquer coisa, Feliz Natal! O tema de hoje tem tudo a ver com o momento do ano que estamos vivendo: Natal, ano novo, férias, cansaço…

 

Você já deve ter visto em livros ou seminários o questionário sobre como lidar com o estresse. Tudo começa com uma lista de eventos negativos que variam de levemente inconvenientes até grandes tragédias. Cada evento tem um valor numérico, com os inconvenientes recebendo números baixos e as piores tragédias chegando até cem pontos.

 

Aí você soma todas as coisas estressantes que aconteceram no ano passado e, se esse número passar de cem, é melhor prestar atenção e cortar algumas coisas, porque você está estressado.

 

O problema é que a maioria das pessoas chega facilmente aos cem pontos – e algumas alcançam os mil! Parece que estamos condenados a uma vida dentro de uma panela de pressão. Eu sei que isso não deve ser novidade alguma para os profissionais de venda, mas a vida, hoje, acontece num ambiente altamente estressante.

 

Muitas vezes, não existe nada que possa ser feito nessas circunstâncias. Por mais genial que seja a ideia, passar três meses em Aruba não é uma opção para a maioria de nós.

 

Então, como podemos reduzir o estresse, mesmo quando não dá para consertar as circunstâncias? Segundo Steve Simms, autor de Mindrobics (ainda sem tradução no Brasil), as chaves para um programa genuíno, eficiente e de longo prazo para a redução do estresse podem ser descobertas se estudarmos as sete características de pessoas em paz consigo mesmas, sem estresse.

 

  1. Pessoas em paz são mentalmente fortes –Elas mantêm sua paz interior resistindo – e descartando – a pensamentos que causam ansiedade. Não que elas enfiem a cabeça em buracos. Pessoas em paz lidam com as realidades negativas da vida, mas não ficam “nadando” nelas. Fazem o que podem e, então, arremessam medo, preocupação, frustração, desapontamento, ressentimento, autopiedade, depressão e outros “monstrinhos” para fora de suas mentes.

 

  1. Pessoas em paz limitam suas responsabilidades – Elas se demitem do cargo de diretor-geral do universo. Entendem que não podem controlar os pensamentos e atos de todo mundo. Pessoas em paz assumem a total responsabilidade pelos seus próprios pensamentos, palavras, atos e comportamentos – e nada mais.

 

  1. Pessoas em paz aprendem e usam técnicas de eficiência –Elas organizam, delegam, evitam a procrastinação, sabem quando dizer “não”, têm prioridades claras, evitam o perfeccionismo e administram seu tempo. Resumindo, pessoas em paz trabalham de maneira inteligente.

 

  1. Pessoas em paz têm pausas físicas e mentais –Elas sabem como relaxar, sossegar, brincar, jogar, divertir-se, parar e olhar as árvores crescerem. Não é que gastem horas do dia tentando evitar o trabalho, mas fazem pausas para “afiar” suas armas mentais e emocionais. Às vezes, saem até em férias.

 

  1. Pessoas em paz não “perseguem coelhos” –Elas não abandonam uma tarefa de alta prioridade para resolver problemas urgentes, mas de baixa prioridade.

 

  1. Pessoas em paz focam um pedaço por vez –Você já viu essas pessoas que misturam milho, ervilhas, carne e purê de batatas de uma só vez na boca? Que gosto será que tem? Aposto que elas não têm a mínima ideia, é simplesmente uma gororoba. Embora poucos comam dessa maneira, é exatamente assim que muitos de nós vivemos, entupindo-nos de tudo ao mesmo tempo. Pessoas em paz vivem em compartimentos. Quando elas estão fazendo uma coisa, não pensam em outra. Pessoas em paz têm foco.

 

  1. Pessoas em paz acreditam em si próprias –Como você se sentiria a 40 mil pés num avião sem piloto? É isso o que sentem as pessoas que não acreditam em si mesmas. Pessoas em paz evitam essa sensação, elas nutrem e desenvolvem uma confiança quase que espiritual e a sensação de paz que ela produz.

 

Talvez, você não possa “desestressar” o ambiente em que vive, mas, com certeza, pode “desestressar” sua mente e suas emoções desenvolvendo essas sete características.

 

Esta é a última Gestão em vendas deste ano. Relaxe agora e aproveite – recarregue suas baterias para 2010, que promete ser um grande ano!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima