As melhores práticas de 2005

Conheça algumas práticas que foram aplicadas com sucesso por todo o tipo de empresa e podem trazer grandes resultados para a sua. Com a quantidade de informações sobre vendas a que temos acesso hoje, é difícil saber quais realmente valem a pena ser lidas, estudadas e implementadas em nossas empresas. É mais difícil ainda saber quais dessas informações podem nos trazer os maiores benefícios e resultados.

Na edição do Gestão em Vendas (www.gestaoemvendas.com.br) desta semana, trazemos as dez melhores práticas de 2005. Elas foram aplicadas com sucesso por todo tipo de empresa e, com certeza, podem trazer grandes resultados para a sua. Aqui você confere três delas:

Execução

Não são as escolhas estratégicas que definem seu sucesso, mas sim sua habilidade e competência em implementá-las na prática. Como Larry Bossidy e Ram Charan apontam no seu livro Execução, a qualidade que distingue um gestor de sucesso do resto é sua habilidade de transformar idéias em ação.

Para ver como isso é verdade, basta olhar em volta. É inacreditável como empresas de todos os tamanhos ainda falham em coisas básicas. Assim, execução significa mais do que prestar atenção apenas em números e métricas, mas sim analisar o processo como um todo, encontrar maneiras de aprimorar as partes, implementar esses aprimoramentos (e não apenas falar sobre eles), acompanhar os resultados e depois repetir o processo.

A busca da excelência é um processo contínuo.

Organizações que aprendem

Uma organização que aprende é aquela desenhada deliberadamente para encorajar todos a pensar, inovar, colaborar, melhorar suas habilidades e dedicar-se pessoalmente ao sucesso do grupo. Mesmo os gestores mais apegados a números e planilhas já se deram conta de que a única forma de desenvolver uma vantagem competitiva sustentável é através do desenvolvimento de pessoas. Organizações que ajudam todo o seu pessoal a melhorar continuamente colhem sempre resultados extraordinários.

Valores corporativos

Empresas que se preocupam com ética, confiança, cidadania e espiritualidade têm resultados bastante superiores àquelas que simplesmente se preocupam em ganhar dinheiro. Essa idéia é muito defendida por pensadores do mundo empresarial.

Infelizmente, muitas empresas ainda não acordaram para isso e sofrem a conseqüência, todos os dias, com baixa fidelidade de clientes, pouca motivação da equipe e, conseqüentemente, resultados financeiros insatisfatórios. Uma empresa sem missão navega sem bússola no mar da competição.

Aproveite este começo de ano para realmente estudar e implementar práticas e estratégias de sucesso na sua empresa. A primeira coisa a aprender é que não existe receita de bolo e também não existe caminho fácil. Prometemos que, assim que inventarem, contaremos rapidamente para você.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima