Aumente suas vendas, invista no ponto-de-venda

Investir no varejo, no ponto-de-venda, pode ser uma boa estratégia para aumentar suas vendas quando outras possibilidades de marketing são inviáveis. A cidade de São Paulo sempre foi marcada por campanhas publicitárias estampadas em seus grandes outdoors. Hoje, após a Lei da Cidade Limpa, as empresas têm de repensar seu modo de fazer publicidade e de levar sua mensagem até os consumidores. Os investimentos realizados em marketing externo agora devem ser feitos em ações indoor. A criatividade e a capacidade de inovar são requisitos importantes para que os comerciantes, bem como as empresas, promovam seus produtos.

Acredito que uma das alternativas mais interessantes seja investir em estratégias de comunicação para os pontos-de-venda. Segundo alguns especialistas, 85% dos consumidores decidem o que vão comprar no próprio estabelecimento comercial. Isso torna o ponto-de-venda um assunto fundamental dentro do planejamento de venda. Podemos considerar que nele as ações de marketing se concretizam em vendas efetivas.

Para chamar à atenção do público, existem diversos recursos como cartazes, monitores de LCD e displays, dos mais variados tipos. É preciso atentar-se ao fato de que o consumidor faz uma associação direta entre os meios de comunicar com a existência de um produto e sua qualidade em si. Ou seja, aquele dito popular de que ?a primeira impressão é a que fica? pode ser traduzido como: um display, ou qualquer outra peça de comunicação visual, que cause uma primeira boa impressão, pode gerar vendas.

Imagine-se no supermercado, olhando para a seção de cosméticos. As opções são tantas que nem sempre compramos a marca de nossa preferência, mas aquela que se destaca em relação às outras. Essa primeira compra por acaso pode gerar satisfação e, assim, a fidelização do consumidor.

Vale ressaltar que, hoje, a competitividade entre os produtos se torna maior pelo fato de que tudo pode ser comprado a qualquer momento e em qualquer lugar, pela internet, por exemplo. Os apelos para que se compre esse ou aquele produto já ultrapassam a barreira do mundo físico, o que reforça mais ainda a questão imagética de uma marca. Isso me faz crer que investimentos nos pontos-de-venda são essenciais para o sucesso comercial de um produto.

Para criar saídas inovadoras, temos um grande reforço no time de desenvolvimento de estratégias de comunicação empresarial, uma vez que estamos sempre antenados às tendências de mercado, além de estudar as melhores novidades em matéria de marketing indoor.

Acredito que, embora a Lei da Cidade Limpa deixe de existir, apostar em estratégias de marketing para o ponto-de-venda continuará sendo uma saída interessante para quem quiser garantir boas vendas. Afinal, a impressão gerada pelos estímulos sensoriais no momento da compra sempre exercerá grande poder na hora de decidir entre a marca A ou B.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima