Boa idéia e baixo investimento – CV n. 1

Boa idéia e baixo investimento

 

Poucas combinações são tão perfeitas, como: queijos e vinhos, pipoca e guaraná, sol e praia. Mas no mundo dos negócios uma  combinação  perfeita é:  ação  promocional  que faça o público visualizar o retorno que terá e baixo  investimento.  Um exemplo é a ação promovida  pela  EPSON  focada  no  mercado  de  “primeiro  usuário”,  ou  seja,  aquele consumidor  que  acaba  de  adquirir  um  PC  (estima-se  que  30%  das  vendas  de computador  do  ano  passado  tenham  sido  para  esse  público).  Para  promover  a  nova linha  de  impressora,  multifuncional  e  cartuchos,  a  empresa  distribuiu  na  redação  de alguns jornais cofres personalizados em forma de porquinho com uma mensagem clara e objetiva: “Guarde aqui o que você economizou com as suas impressões…”.  Essa idéia reforça  a  importância  de  ajudar  o  cliente  a  perceber  de  forma  tangível  o retorno que terá com um determinado produto. Seja retorno financeiro ou simplesmente a satisfação de  uma  necessidade.  Aproveite a dica e  sugira  algo  assim  na  sua empresa.

Patrocine um grupo musical

 

Uma empresa chamada  SellaBand, criou um site para expor uma  idéia que foi além  dos “my  spaces”  –  sites que  divulgam  bandas  novas  de  música.  Trata-se do SellaBration,  que  funciona  da  seguinte  maneira:  eles apontam  vários  grupos  musicais  e  se  você  quiser investir em um deles, basta pagar 10 dólares.

Cada grupo tem o direito de receber até 5  mil  quotas de  10  dólares  que ao  serem completadas somarão  50 mil  dólares.  Com o valor levantado o grupo é  levado para  uma  grande  gravadora,  que  produzirá  seu primeiro  CD. Os investidores, além de receberem uma edição especial  do  CD,  ganham  uma  porcentagem proporcional  ao  investimento,  referente  às  vendas.

Para os apaixonados  por  música, isso  se  tornou  uma grande  oportunidade  de  fazer  parte  da  história  de  um grupo  musical, além  de  poder  ganhar  dinheiro  junto com  ele.  Às vezes, em um universo que parece ter sido explorado ao máximo, alguém “garimpa” mais um pouco  e  encontra  algo  novo  e  inexplorado.  Nunca desista de procurar as soluções para o seu negócio ou suas  vendas,  pois  ao  seu  redor  existe  um  mundo  de possibilidades.

                    

Necessidade se resolve com criatividade

 

Um dos segredos para  o  sucesso  de  produtos  ou serviços  é  atender  com exatidão a necessidade  do cliente. Foi o que fez a Tátil Design em parceria com o projeto REtalhar do COOPA-ROCA  –  Cooperativa de  Trabalho  Artesanal  e  de  Costura da  Rocinha Ltda,  no  Rio,  eles  criaram  um  produto  que  acaba com o problema de calor e frio vivenciado por muitos casais.  Nesse problema eles viram a oportunidade e criaram dois edredons, um tem  uma  metade  mais fina  do  que  a outra  e o  outro  modelo  tem  pequenos furos  na  metade  mais  fina,  ideal  para  mulheres  que sentem  mais  frio  à  noite  e  homens  com  mais calor.  A empresa  planeja  iniciar  a  comercialização  ainda em 2007. Assim  como  nesse  caso,  alterar  o  produto  e  fazer seu  cliente  soltar  um  empolgado  “maravilha!”  pode ser  fácil.  Além de  gerar  a  redução  dos  custos,  criar um  diferencial  competitivo,  suficiente  para  emplacar o produto,  ainda  mostra  um  valor  agregado  que justifique  um  leve  aumento no  preço  de  venda. Mas tudo  isso  exige  criatividade.  Continue lendo semanalmente  o  newsletter  Grandes  Idéias  em Marketing  e  na  seção  mensal  “Desenvolva  a  sua criatividade”  conheça  dicas práticas  para exercitar a criatividade em sua empresa.

www.tatil.com.br

www.coopa-roca.org.br

 

Não “pise no tomate”, agregue valor

 

Muitas empresas pensam  em  fazer  ações  voltadas  para  elas mesmas. A empresa Tetra Pak – fornecedora de embalagens para diversas indústrias de alimentos – desenvolveu  um  estudo  para ajudar  seus  clientes  (indústria)  do  mercado  de  atomatados.  A empresa realizou uma pesquisa bastante completa e constatou que os consumidores têm dificuldade em distinguir:  extrato,  polpa, molhos prontos e  ketchup. E a partir dessa constatação, elaborou um guia para  seus  clientes,  chamado:  “A  nova  gôndola  de atomatados”. Nele estão contidas informações sobre os benefícios de cada produto e instruções de como criar embalagens, para facilitar o reconhecimento desses quatro  segmentos  por parte dos consumidores. Você já pensou em prestar esse tipo de serviço, ou seja, algo que possa fomentar o negócio dos  seus  clientes?  Certamente a Tetra  Pak,  nessa  situação,  não  é  vista  pelos seus clientes,  desse  segmento,  como  apenas  uma  fornecedora  de embalagens.

Consulta Fast Food

 

Mude a dinâmica de como você executa e entrega um  serviço para o  seu público e descubra um novo  nicho de mercado, além da atenção de grandes investidores. É o que estão fazendo algumas clínicas médicas dos Estados Unidos, apelidadas de  McClínicas,  essas  empresas criaram  uma  forma de  atendimento baseada no conceito  de fast  food.  Localizadas em  shopping  e  supermercados  como  Wal-Mart  elas  atendem  pacientes  com  problemas relativamente simples  como resfriados,  cobrando  metade  de  uma consulta convencional e  prometendo  liberar  o cliente em  cerca de 15 minutos.  Dois  exemplos  desse  movimento  são  a  MinuteClinic  comprada  pela  cadeia  de farmácias CVS e a RediClinic. Esse é um exemplo de um velho ditado, depois de uma pequena atualização, “nada se cria, tudo se transforma”, que mostra que ao mudar a dinâmica é possível, em uma só tacada, gerar conveniência, reaproveitar um conceito de sucesso e atender a expectativa do cliente.

www.minuteclinic.com

www.rediclinic.com

 

 

 

 

Diversificando o impossível

 

Se você  fosse  um  fabricante  de  mouse,  talvez  chegasse  à conclusão  de  que  mouse  é  mouse  e  não  dá  mais  para  inovar. Porém,  este  lançamento  mostraria  que  sua  conclusão  estaria errada.  A  HP  lançou  o  PC  Card  Mouse,  um  mouse  desenvolvido especialmente  para  os  usuários  de  notebooks,  que  normalmente odeiam o  touchpad (área que tocada com  o dedo  indicador mexe o cursor  do  mouse).  Esse  mouse  tem  o  formato  de  um  cartão,  basta encaixar  no  slot  PC  Card  (conforme  figura),  pois  ele,  além  de  ficar guardado  dentro  do  micro,  ainda  será  carregado,  funcionando  sem o recurso  de  fios.  O  mais  interessante  é  que  o  slot  PC  Card  é  um componente  presente  em  todos  os  modelos  de  notebook  de qualquer marca.

www.hp.com.br

 

 

 

 

 

Nicho: Consumidores da 3ª idade

 

Conforme dado divulgado  no  jornal  Diário do Comércio,  o  banco  Itaú realizou uma  importante  pesquisa  relacionada  aos  consumidores  da  terceira  idade.  Até  o  fim  do  ano,  o  setor  de  cartão  de  créditos  para  a  terceira  idade  deve chegar  a  18  milhões  de  reais,  além  disso,  o  tíquete-médio  dos  idosos,  na utilização  de  cartões  de  crédito  é  de  230  reais  contra  221  reais  de  outras faixas  etárias.  Esse  público  soma  hoje,  14,5  milhões  de  pessoas  no  Brasil –segundo o IBGE.  Outro detalhe  importante  é  a estimativa apontada  pela  U.S.  Bureau  of  the  Census,  em  1996,  que  posicionou  o  Brasil,  na  época,  na décima  primeira  posição  do  ranking  dos  países  com  maior  população  idosa, mas a previsão é que em 2025 o Brasil alcance a sétima posição.  Todos  esses  dados  indicam  oportunidades  não  só  para  os  bancos,  como para  diversos  tipos  de  segmentos,  algumas  empresas  já  têm  tirado  proveito dessa tendência mundial. É o caso do grupo espanhol denominado La Tienda Del  Abuelo  – A  Loja  do Avô,  que  possui  uma  vasta linha  de produtos, dentre eles:  copo  nasal  (que  facilita  o  idoso  beber  sem  precisar  se  inclinar);  braço mecânico para  alcançar objetos  nas  alturas  e  calçadeira (que  permite  calçar sapatos sem precisar se abaixar).

No ramo da construção também existem segmentos para idosos.  A Casa Segura, empresa especializada em arquitetura planejada para idosos, pensou nisso.  Ela faz um trabalho voltado à construção de uma casa segura para os mais velhos.  As casas têm  rampas  quase  sem  inclinação  e  com degraus  curtos,  tomadas  elevadas,  sensores  para  acender  as  luzes,  nos banheiros vasos sanitários  mais  altos com  barras  laterais  e  cadeira no boxe.  Tudo para uma maior segurança para os idosos.

A idade traz consigo muitas vezes doenças como o Alzheimer, quem tem um parente com esse problema conhece os perigos da doença.  Ela tem caráter degenerativo, pois destrói gradativamente as células nervosas do cérebro e seus  prolongamentos  –  os  neurônios  –,  interferindo  no  funcionamento  da mente,  do  pensamento,  da  memória  e  da  fala  e  leva  o  doente  a  esquecer onde  mora  e  até  o  seu  nome.    Foi por isso que a empresa Medical Intelligence no Canadá  criou a  pulseira  Columba.  Trata-se de um localizador GPS com triangulação GSM, que pode ser utilizado como um relógio.

www.casasegura.arq.br

www.latiendadelabuelo.com

 

Luz na jarra

 

A empresa Firebox  criou  a  Sunset  Jar,  uma jarra  com  uma  célula  interna  que  capta a  luz do sol. Basta deixá-la exposta ao sol durante o dia, que  à  noite  ela  funciona  como  um  abajur. Esse  produto  tem  um  duplo sentido  ecológico, pois  além  de  não  consumir  a  energia  vinda das  tomadas,  também  não  possui  lâmpada nem pilha, que poluem o meio ambiente.

 

ANTIGAS – pesquisadas no ano 2000

 

Eliminando a concorrência

 

Alguns profissionais profetizam que “a propaganda é a  alma  do  negócio”,  mas,  e  se  os  anúncios  dos concorrentes forem maiores? E se a poluição visual da atualidade tornar  o seu  anúncio  uma  paisagem? Simples, reúna a sua equipe e peça  para  criarem coisas  práticas  e  rápidas.  Contudo, uma solução que tenha como objetivo:  reduzir  o destaque  dos  seus  anunciantes  e  ainda  criar  um mecanismo  de  interatividade  do  seu  cliente  com  a sua empresa. Foi isso  que  fez  uma  cadeia  de  pizzarias  do

Colorado  (EUA),  que  ofereceu  duas  pizzas  pelo preço de uma para todos os clientes que levassem o anúncio de um de seus concorrentes, arrancado das páginas  amarelas.  Pegando  carona  na  idéia,  uma rede  de  rádio  aqui  do  Brasil  fez  uma  ação semelhante:  com  o  tema  “descole  um  prêmio” presenteou  os  ouvintes  que  entregassem  à  equipe da  rádio  adesivos  de  suas concorrentes  arrancados dos carros.

 

Peça e cozinhe

 

Pedir comida  pronta  para  ser  entregue em  casa  é  algo  comum,  afinal  no mundo  contemporâneo  todos  querem coisas  práticas  e  rápidas.  Contudo, existem os eternos “chefes de cozinha” de casa, que  apesar  de  também  não disporem  de  tempo,  não  podem  ficar sem  o  prazer  de  cozinhar.  Pensando neles, foi que a empresa Cook Express, dos EUA, criou o serviço de entrega de comida semipronta.  Basta ligar  e  pedir um  prato  de  uma  extensa  lista  e,  em alguns  minutos,  o  cliente  recebe  os ingredientes  junto  com  uma  receita, depois,  é  só  colocar  o  “chefe”  para cozinhar.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima