Casas Bahia – Adentrando na era web 2.0

Explore os canais da web para otimizar vendas e relacionamentos com os consumidores

O momento é oportuno para uma redefinição de valores e estratégias das empresas que precisam se adequar à realidade do consumo pela web. As organizações devem, cada vez mais, explorar esse canal para otimizar as vendas e o relacionamento com o consumidor brasileiro que, hoje, segundo o IBOPE//NetRatings, passa cerca de 23 horas mensais conectados à web.

Recentemente, é o que fez, um dos maiores varejos brasileiros, a Casas Bahia, lançando, em fevereiro deste ano, sua primeira loja virtual. Há três anos em desenvolvimento, a loja, com funcionamento 24 horas por dia, custou R$3,7 milhões e objetiva responder por até 2% do faturamento da empresa no primeiro ano.

Em dez anos, a iniciativa deve responder por 25% do mercado local de e-commerce. A tecnologia adotada em parceria com a IBM possibilita um ambiente virtual integrado com o da rede em tempo real. Em outras palavras, quando a venda é efetuada no site, há geração de cadastro, de pedido de venda, baixa no estoque, a entrega é acionada e a mercadoria levada ao cliente no prazo determinado. As entregas dos produtos utilizarão a estrutura logística da empresa, que só fará entregas nos mercados onde mantém filiais.

Inicialmente, serão comercializados cerca de 4 mil produtos abrangendo 13 categorias, entre elas: móveis, eletrodomésticos, eletroportáteis, informática, bebê, saúde e beleza, esporte e lazer e brinquedos e games.

Uma estratégia adotada pela empresa para tornar menos impessoal o atendimento via web foi a criação do Web Colaboration, consultor virtual que auxilia o cliente na navegabilidade e permite que um atendente estabeleça contato virtual com o consumidor. Vídeos sobre as características e os benefícios dos produtos, atualizados semanalmente, foram disponibilizados no Youtube para orientar o cliente quanto à compra.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima