Cazo ? Um caso de sucesso na venda direta

Como a história da Cazo pode ajudá-lo em suas vendas diretas Falando em cosméticos e perfumes, uma das últimas descobertas de oportunidades foi a exploração dos contratipos (deo colônias nacionais com fragrâncias inspiradas em marcas internacionais), há cerca de dez anos. De lá para cá, dezenas de empresas tentam até hoje repetir essa ?fórmula de sucesso?, mas a maioria não obtém resultados animadores.

A venda direta tem, nos últimos dez anos, crescido no Brasil em um ritmo constante de dois dígitos ao ano, centenas de empresas de vendas diretas têm surgido e sumido com a mesma velocidade. Então, qual é o diferencial da CAZO, criada em São Paulo há dois anos e já presente em todo o território nacional?

Dois de seus pilares de sucesso são os produtos de alta qualidade e sua excelente proposta comercial. A qualidade dos produtos é resultado do alto percentual de concentração e pureza das essências. A empresa busca em diversos países as fragrâncias que mais agradam os consumidores, produzindo no Brasil toda a linha de produtos com rígido controle de qualidade, resultando em um alto grau de similaridade com os perfumes originais e excelente tempo de fixação na pele. A atraente proposta comercial se inicia desde o processo de captação de revendedores, oferecendo uma oportunidade ao novo parceiro comercial de se cadastrar como distribuidor físico ? com investimento simbólico, mas sem necessidade de abertura de empresa e com desconto diferenciado em relação ao mercado, objetivando a formação de equipes.

Com mais de 60 mil revendedores cadastrados, a CAZO atribui seu crescimento meteórico também ao forte investimento em treinamento e relacionamento com o seu canal de vendas.

O terceiro pilar de sucesso se tornou um dos maiores diferenciais da empresa quando trata-se de um negócio iniciante no mercado ? o forte trabalho de divulgação através da mídia. Com o objetivo de apoiar seus distribuidores no recrutamento de revendedores na venda dos produtos e reforçar a imagem institucional da marca junto ao consumidor final, uma agressiva estratégia de mídia colocou a CAZO nas principais revistas, emissoras de TV e rádio de todo o Brasil.

Desde o ano passado, Husdilande Dias, de Barra de São Francisco, ES, tem sido uma das melhores distribuidoras da empresa. Ela conheceu a CAZO através de uma propaganda na televisão e logo se interessou pelos produtos. ?Depois que vi que eram de excelente qualidade, fechei o negócio e já comecei a vender?, diz. Para ela, um distribuidor de sucesso conhece bem o produto, tem um bom relacionamento com seus revendedores e consumidores finais e sabe fazer um bom trabalho de pós-venda. ?É essencial procurar o cliente após a venda para saber o que ele achou e também para cultivar um canal de comunicação constante?, observa.

Cuidando hoje do amanhã ? Parece que a CAZO está fazendo a sua lição de casa muito bem. Nesse momento de consolidação da marca, a empresa já começou a produzir linhas de hidratantes, sabonetes e maquiagem. Além disso, o planejamento da CAZO inclui o lançamento de outras linhas a curto prazo, sempre respeitando o padrão de qualidade e a unicidade conceitual em torno da marca.

Outra ação prevista para esse processo é o projeto Distribuidor Empresa, que consiste em oferecer oportunidade aos empreendedores que queiram implantar um escritório em sua região para a captação de revendedores e distribuição dos produtos CAZO. Essa estratégia, segundo a empresa, resultará na descentralização do negócio, com um maior e melhor aproveitamento do potencial de uma determinada região, levando seus produtos para mais perto do consumidor final.

É, ao que parece, a saúde da venda direta vai mesmo ao ritmo do ?muito bem, obrigado?

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima