Comissão ? Sua empresa está no caminho certo?

Entenda se a empresa está no caminho certo das comissões Comissionar vendedores é um clássico modelo de incentivo e, ao mesmo tempo, um grande dilema para a empresa. A polêmica sempre está em decidir se o melhor modelo de remuneração deve ser fixa, variável ou ambas.

Se optar por remuneração fixa, corre-se o risco de comodismo na equipe, que não tem nada a perder se os resultados não são atingidos. No modelo de ganho variável (o mais aplicado), existe um estímulo maior e, normalmente, os vendedores gostam mais. No entanto, a maioria quer ter uma garantia de salário básico ou ajuda de custo, obviamente porque precisa sobreviver até que comece a vender bem. O modelo mais comum é misto: fixo mais variável.

O melhor modelo ? Antes de decidir pelo melhor modelo, analise se a comissão somada ao salário que sua empresa paga não está agredindo a lucratividade e a saúde do negócio. Uma regra eficaz é fazer com que o custo da venda não ultrapasse 20% do faturamento, ou seja, os custos com salários, encargos (se aplicáveis), impostos e comissões. Mas essa regra se aplica no cálculo de custos de venda interna, não considerando custos indiretos e ainda descontos ou comissões externas. Por isso, 20% é o teto-limite.

A comissão pode ser individual (por vendedor x venda mensal) ou global (pool de vendas). Para calcular individualmente, você precisa estabelecer esse teto, ou seja, deverá projetar os custos da venda e achar o coeficiente razoável para preservar os custos de produção, operação, matéria-prima, marketing e ainda ter margem de contribuição para a empresa (liquidez).

Regra saudável ? Uma regra saudável é partir de uma comissão menor para um volume de vendas menor e crescer proporcionalmente. Dica: se sua empresa paga salário fixo e o considera alto, deixe claro que à medida que o vendedor aumenta seu ganho variável, ele diminui o fixo. Assim, parte do fixo é uma espécie de franquia. Por exemplo: um vendedor deveria ganhar 500 reais de fixo e até 2,5% a mais de bônus por meta. Mas, no início, você concede mil reais de salário fixo, em que 500 reais é oficial e outros 500 é uma antecipação de comissão (uma espécie de franquia). Esse vendedor tem uma meta de 50 mil reais por mês, mas só a partir de 60% da meta, a empresa paga 1,5% e isso ocorre de forma crescente. Quando ultrapassar o valor de 500 reais em comissões, ele deixa de receber a franquia. Isso quer dizer que ele terá 500 reais ou a comissão, o que for maior. Veja no quadro a seguir dois exemplos:

  Vendedor 1     Vendedor 2  
Meta 50.000,00   Meta 50.000,00  
Salário 500,00   Salário 500,00  
Franquia 500,00 SIM Franquia 500,00 NÃO
Vendas 30.000,00 60% Vendas 50.000,00 100%
Impostos 3.300,00 11,00% Impostos 5.500,00 11,00%
Comissão 400,50 1,50% Comissão 1.112,50 2,50%
Remuneração 1.000,00 3,33% Remuneração 1.612,50 3,23%
Encargos 786,10 3% Encargos 1.267,59 3%
Custo da venda 5.486,60 18,29% Custo da venda 9.492,59 18,99%

Valores estimados apenas para exemplo e que servem para apoiar os conceitos deste artigo

No quadro, você notou que o vendedor 1 está abaixo da meta e sua comissão não ultrapassa o valor da franquia. Assim, ele tem direito a receber os 500 reais da franquia. Para facilitar, a regra é simples: nesse modelo, o vendedor recebe sempre o que for maior: a franquia ou a comissão.

Já o vendedor 2 tem direito a uma comissão de mais de 1,1 mil reais, bem maior que a franquia. Recebe, portanto, o valor da comissão.

Alguns cuidados:

»A fórmula básica nesse sistema de remuneração é salário + franquia ou, se for maior, salário + comissão.

»A franquia deve durar no máximo três meses e só pode ser aplicada a vendedores recém-contratados, servindo como apoio e estímulo.

»Mantenha os cálculos na ponta do lápis, para evitar que os custos de venda disparem. Note, no nosso exemplo, que tanto pagando a franquia como pagando a comissão, os custos ficam em torno de 18% e 19%.

Já para trabalhar com pool de vendas, ou seja, com o sistema pelo qual a comissão da equipe é somada e dividida entre todos, é preciso estabelecer um limite máximo de valor a ser distribuído.

Todos os modelos têm prós e contras, mas você, gerente de vendas, deve ser claro com sua equipe: dizer quais são as regras e os resultados esperados e informar a todos o quanto podem ganhar. Afinal, vendedor adora calcular comissão.

Muito $ucesso em venda$!

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima