Como montar o seu cenário de vendas

Monte seu cenário para 2008 A arte de vender com sucesso é muito simples. Existem apenas três variáveis envolvidas numa venda: primeiro, existem as necessidades dos clientes; depois, vem sua oferta e por último, temos as ofertas dos concorrentes. Para Paul Goldner, do Sales & Performance Group, vender é na verdade a arte de administrar as percepções dos clientes sobre o que é realmente importante num relacionamento.

Se o cliente tem uma necessidade, ele pode escolher tanto a sua oferta quanto a da concorrência. Provavelmente, vai escolher o produto ou serviço que acredite ser o que melhor vai se adaptar ao que precisa. Como os clientes fazem mentalmente esse ?encaixe? entre as próprias necessidades com as percepções que têm dos produtos ou serviços sendo oferecidos, temos aqui uma grande oportunidade de melhorar nossas chances de sucesso no ciclo de vendas.

Vender é um processo educacional

A grande oportunidade reside no fato da venda ser um processo, não um evento. Isso implica em que seus esforços de venda devem ser continuados e, como resultado, você tem mais oportunidades de trabalhar com seus clientes para ajudar a moldar suas percepções sobre o que é realmente importante em suas relações. Mas para conseguir isso, você deve trabalhar com eles para educá-los sobre as melhores opções possíveis para aquela situação ou necessidade particular.

Se você não é a melhor opção, Goldner é da opinião que é melhor encarar os fatos e ajudar o cliente a encontrar uma solução mais adequada. Nesse caso, uma vitória a curto prazo pode acabar custando caro lá na frente. Mas na maior parte das vezes (pelo menos assim esperamos), você será a melhor opção para seus clientes. Quando isso acontecer, você deve dar duro para ajudá-los a entender isso ? aqui é que o processo educacional começa. Se conseguir fazer com que seus clientes saibam tudo o que você sabe sobre sua própria oferta, você terá a venda. Caso contrário, provavelmente a perderá. Portanto, você deve trabalhar constantemente para educar seus clientes sobre as opções disponíveis no mercado. Se fizer isso, conseguirá conquistá-los inteiramente com o passar do tempo.

Vamos analisar primeiro os clientes

?Montar o cenário?, ou seja, administrar as percepções dos clientes sobre o que é importante numa relação leva tempo. Você terá maiores probabilidades de controlar o campo ou de administrar as percepções dos clientes se conseguir entrar no início do ciclo de vendas.

Se você entrar no final do ciclo, você terá pouquíssimas oportunidades de trabalhar com as percepções dos clientes ou de montar um cenário. Você provavelmente vai ter de participar do cenário montado por outros ? seus concorrentes, talvez ?, que já trabalharam o cliente e suas percepções. Nesse caso, os pontos fortes da concorrência terão uma chance muito maior de se alinhar com as percepções do cliente sobre o que é importante num relacionamento ? e eles provavelmente o derrotarão.

Existe uma outra possibilidade, se você entrar no final do ciclo: a de estar jogando no cenário do cliente. E isso geralmente acaba significando preço. A maioria dos clientes tem a tendência de ver seus fornecedores como vendedores de commodities, cuja principal característica de definição passa a ser o preço. Eles fazem isso porque é a maneira mais fácil de comparar duas ou mais empresas numa concorrência (às vezes chamada, não por acaso, de Tomada de Preços ou Orçamento ? será coincidência?). O preço passa a ser, então, o único denominada comum em duas propostas completamente diferentes do ponto de vista da técnica e da qualidade.

E o meio do ciclo?

Se você chegar ao meio do ciclo, ainda terá alguma chance de trabalhar com as percepções do cliente, ajudando-o a compor o cenário. Infelizmente, o cliente provavelmente já terá montado parcialmente seu próprio cenário ? talvez até com a ajuda da concorrência.

Mesmo assim, é bem melhor do que chegar ao final do ciclo. Mas não se iluda ? vai ser bem trabalhoso, porque você não terá o domínio completo do cenário. Você será apenas mais uma peça no tabuleiro e, embora existam claras (mas poucas) oportunidades de diferenciação, o preço ainda será um dos fatores decisivos no processo.

Você tem uma opção

A melhor oportunidade ocorre quando você participar do início do processo. Quanto mais cedo isso acontecer, mais chances você terá de influenciar o cenário sendo montado e, portanto, maiores suas chances de conseguir a venda.

Aqui vem a grande lição: você tem sempre uma escolha sobre quando entrar no ciclo. Na sua primeira venda, onde você vai entrar no ciclo dependerá quase que exclusivamente da sorte. Porém, uma vez que a venda ocorra, um novo ciclo se iniciará. Aqui é que vem a sua chance. Você vai sempre poder entrar no ciclo da venda no começo do segundo ciclo.

Quando a maioria de nós perde uma venda, pára e fica lamentando os outros 364 dias do ano a venda perdida, esperando que da próxima vez seja diferente. Quando fechamos uma venda, somos uns gênios, durante 364 dias do ano, e ficamos torcendo para que a venda se repita. Mas não é dessa maneira que trabalham os maiores profissionais de vendas.

Os campeões entendem o valor de controlar o cenário e, por isso, trabalham sempre da mesma maneira ? ganhem, empatem ou percam. Não importa o resultado da primeira venda: seu objetivo deve ser sempre o mesmo ? controlar o cenário para todas as vendas futuras. Se você conseguir essa primeira venda, parabéns ? agora você tem um certo período de tempo para controlar o cenário da próxima compra. Se perdeu a venda, você tem exatamente o mesmíssimo tempo para também tentar controlar o cenário.

Conclusão

A arte de vender é, na verdade, a arte de administrar as percepções dos clientes sobre o que é realmente importante num relacionamento. Todos os dias do ano, você tem a oportunidade de posicionar ? você e sua empresa ?, da melhor maneira, nos cérebros e corações de prospects e clientes. Por isso, ao trabalhar com o intuito de controlar o cenário da venda, lembre-se das três grandes características dos todos os grandes campeões de vendas:

1. Os campeões são proativos ? Campeões não ficam esperando que alguém crie suas oportunidades de sucesso. Só depende de nós administrar as percepções dos clientes. Ninguém mais vai fazer isso por nós ? muito menos nossos clientes.

2. Campeões pensam de maneira estratégica ? Alguns clientes não vão entender sua proposta no contato inicial. Ao trabalhar para controlar o cenário da venda, pense estrategicamente, para que cada novo contato agregue novas e valiosas informações.

3. Campeões são extremamente focados nos clientes ? Ao administrar as percepções dos clientes sobre o que é importante numa relação comercial, você terá mais chances de sucesso se seu foco principal, durante todo o percurso do ciclo, for o cliente.

Faça com que seu sucesso venha do sucesso de seus clientes. Essa é, de acordo com Paul Goldner, a melhor maneira de construir uma carreira vitoriosa em vendas.

Bom mês e boas vendas!

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima