Como se apaixonar pelo emprego pelo qual você não está apaixonado?

Quando estamos apaixonados pelo que fazemos, a probabilidade de realização é grande. Mas quando não somos e nos apaixonamos, a probabilidade de realização aumenta. Quando você levanta da cama e se prepara para seguir ao trabalho, qual pensamento chega à sua mente? ?Que maravilha! Mais um dia de trabalho? ou ?Que saco! Tenho de ir trabalhar!?. Se sua resposta foi a primeira, parabéns! Você é uma pessoa apaixonada pelo seu trabalho. Mas se foi a segunda é melhor levantar, sacudir a poeira, dar a volta por cima e aprender a se apaixonar. Quando colocamos amor no que fazemos a tendência é que dê certo. Porém, é preciso ter outros ingredientes para complementar essa paixão. Temos de contar com nosso talento e uma grande pitada de determinação. Ou seja, uma pitada de talento, misturada ao ingrediente determinação, resulta em paixão.

Por exemplo: um jogador pode ser apaixonado pela sua profissão, porém se ele não for determinado naquilo que faz, não treinar, não se preparar fisicamente e não trabalhar bem em equipe, o talento que possui ficará para escanteio. A mistura da paixão, com o talento e a determinação é que fará dele um grande campeão. A determinação vem da paixão que nos motiva a fazer mais, superar, persistir e enfrentar desafios. E, para conseguir essa motivação, só existem duas opções: fazer o que gosta ou aprender a gostar do que faz. A paixão motiva a ação e isso gera atitude e determinação.

Mas, se você não está fazendo o que gosta, como passar a gostar? Comece a se motivar. A motivação pode vir da paixão ou da necessidade. Isso quer dizer que se você pensar no seu trabalho e não sentir nenhuma paixão acelerando seu coração, então pense no seu bolso, no seu objetivo de vida, na sua realização profissional, ou seja, encontre uma razão para se motivar e isso despertará em você a paixão pelo que faz. Pense naquela casa que você quer comprar, naquela viagem dos seus sonhos, na compra daquele carro novo, naquele curso no exterior, na sua carreira, etc. Seja o que for, levante todos os dias dizendo para si que esse emprego lhe possibilitará realizar seus objetivos e que você está caminhando em direção a eles.

Descubra um sentido naquilo que você faz. Sinta o quanto você é importante para o emprego e vice-versa, dessa forma a paixão pelo seu trabalho irá aflorar dentro de você, pois seus sonhos estão sendo empregados nele. A motivação, seja por paixão ou por necessidade, faz com que estejamos sempre em busca de melhores resultados, enfrentemos as adversidades e superemos nossas metas.

Quem faz o que gosta pode encontrar mais facilidade em ser mais determinado, ter mais motivação, entusiasmo, porém, se você não faz o que gosta, mas aprende a gostar do que faz, poderá conseguir também motivação, determinação e bons resultados. Agora, se você não está apaixonado pelo seu emprego nem tem interesse em aprender a se apaixonar por ele, mude de emprego ou espere ser demitido, pois alguém mais apaixonado roubará o seu lugar. Pense nisso!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima