Confira a entrevista com Gustavo G. Boog

Gustavo G. Boog

Pare de só pensar e aguardar: simplesmente faça! De alguma forma resume minhas ideias, ou seja, para estarmos energizados e motivados precisamos agir no mundo. Não adianta eu ter um estoque enorme de ideias que não se concretizam, ou viver com tristezas do passado ou com sonhos dourados para o futuro.

Vamos começar falando um pouco sobre você, Gustavo, para que nossos leitores possam conhecê-lo melhor. Você poderia nos contar brevemente sua trajetória profissional até escrever “Alta Energia”?

Esta é uma história longa, pois já tenho mais de 30 anos de consultoria e coaching, além da experiência profissional anterior. Sou formado em Engenharia de Produção na Poli/USP, fiz Mestrado na área comportamental na FGV/SP, muitas especializações, entre as quais a de Constelações Sistêmicas, trabalhei na SABESP, Villares e Camargo Corrêa, fui professor em escolas de destaque e escrevi mais de 20 livros e E-Books. O “Alta Energia” origina-se de uma publicação minha na Editora Gente, uma série chamada “Dom de Mudar”, que eu coordenei. Desse material, que foi base para muitos workshops, palestras e coaching, veio o “Alta Energia”, que apresenta 15 dicas para cada um poder estar mais energizado e motivado.

Olhando para trás, existe algo que você gostaria de ter sabido ou descoberto antes – alguma lição que teria ajudado a superar ou evitar algumas dificuldades pelas quais passou?

Pessoalmente tenho um perfil realizador, que chamo de “guerreiro” em um outro livro: “Con-viver em equipe”. Como guerreiro eu gostaria de ter delegado mais, de ter sido mais paciente com o ritmo dos outros, de ter tido mais tolerância com erros que foram cometidos por mim e pelas pessoas à minha volta. Por outro lado, acho que tudo tem uma hora certa na vida da gente, e assim, as dificuldades e crises pelas quais passei sempre foram enormes lições e passos de desenvolvimento.

Agora sobre seu livro. Com tantos livros sobre como melhorar sua vida profissional e pessoal já disponíveis no mercado, o que o seu traz de diferente?

O E-Book “Alta Energia” é direto, prático e eficaz. Vai direto aos pontos, sintetizando conhecimentos milenares. O texto pode ser lido de forma sequencial, ou simplesmente ser aberto numa página qualquer. As sincronicidades vão fazer cada um abrir o livro na página certa, com uma dica especial para a situação que cada um está enfrentando.

Você poderia nos dar um exemplo extraído do livro que resume as principais ideias e conceitos que você defende?

As dicas do E-Book são integradas e interligadas. Isso quer dizer que ao atuar em uma dica, você estará tendo reflexos nas outras. Assim sendo, não há uma hierarquia de dicas, algumas mais importantes que outras. Mas para não deixar a pergunta sem uma resposta, acho que a dica 15:

“Pare de só pensar e aguardar: simplesmente faça!”, de alguma forma resume minhas ideias, ou seja, para estarmos energizados e motivados precisamos agir no mundo. Não adianta eu ter um estoque enorme de ideias que não se concretizam, ou viver com tristezas do passado ou com sonhos dourados para o futuro. O passado precisa ser reverenciado, ele representa as nossas raízes, assim como os sonhos são o direcionador do que queremos alcançar. Mas só isso não basta, pois é o “aqui e agora”, é a ação que concretiza nossas missões pessoais no mundo. Cada um de nós deve ser 100% responsável por tudo que pensa, que sente e que faz. E é 100% e não 99%. É nisso que eu acredito!

De maneira rápida e resumida, que tipo de leitor mais se beneficiaria do seu livro? Que tipo de conselhos ou informação deveria procurar, ou que tipo de problema estaria tentando resolver?

Vejo na sociedade e mais especificamente no mundo do trabalho, muito desânimo, falta de energia, desmotivações, mágoas, conflitos, falta de direção, que muitas vezes podem levar a casos sérios de depressão, uma doença típica de nossos tempos. Assim sendo, qualquer pessoa que queira viver melhor, com mais energia, com mais alegria, com um sentido de significado para sua vida, essas pessoas podem se beneficiar, e muito, com a leitura e principalmente com a aplicação prática da dicas em seu dia a dia.

Qual seria a primeira coisa que você gostaria que alguém fizesse depois de terminar de ler seu livro, colocando em prática o que foi visto?

Fazer um balanço de sua vida, ter clareza de seus pontos fortes e de suas limitações, agir, e começar a viver plenamente. Gosto muito de uma frase da Idade Média, que diz “Senhor, me dê a humildade de aceitar o que não pode ser mudado, a coragem de mudar o que precisa ser mudado e a sabedoria de diferenciar uma coisa da outra”. O E-Book pretende ser um incentivo para aumentarmos o nosso grau de sabedoria.

Que outros livros ou autores você recomendaria para quem quiser se aprofundar nesse assunto?

Há uma enorme diversidade de livros, estilos e propostas para viver melhor. Minha proposta é que o leitor vá a uma livraria, real ou virtual, conheça os livros disponíveis, e, seguindo sua intuição, ache o melhor livro para a sua situação e seu momento.

Qual é o maior erro que você vê as pessoas praticando em relação aos assuntos cobertos pelo livro?

Ler, achar ótimo, ter boas intenções, e… não fazer nada. Esse é o maior erro. Gosto da frase de Amyr Klink, quando lhe perguntaram qual o maior medo em suas jornadas pelos oceanos, e ele respondeu que o maior medo era o “não partir”.

Que sugestões você daria para quem quer melhorar? Por onde começar?

Quem de fato quer melhorar deve responder a três perguntas, que são fáceis de propor e não tão fáceis de responder, exigindo clareza e honestidade:

  • Onde eu estou hoje?
  • Onde quero chegar?
  • Quais são as coisas que devo fazer para chegar lá?

Outro dia vi no Facebook uma “receita” para viver bem, que considero muito adequada. O texto perguntava: Você é feliz? Se a resposta fosse “sim”, continue. Se a resposta fosse “não”, mude. O “Alta Energia” é um roteiro para mudar, para viver melhor.

E o que você acha que essas pessoas deveriam PARAR de fazer?

Parar de se autoiludir, parar de se colocarem como vítimas da situação, parar de colocar em outros a responsabilidade pelas suas próprias mazelas.

Baseado em toda sua experiência e depois de todas as pesquisas que fez para escrever seus livros, existe algum conselho sobre aprimoramento pessoal e profissional que você vê publicado com frequência mas com o qual não concorda?

Em geral os autores escrevem sobre suas experiências pessoais e sobre suas convicções pessoais, sobre seus pontos de vista sobre a natureza humana. Aqui não há o certo ou errado, pois cada ponto de vista é apenas a “vista de um ponto”.

Existe algum conceito do livro que você gostaria de reforçar aqui?

Sim, que cada um é 100% responsável pela sua vida.

Algum comentário adicional que gostaria de fazer aos nossos leitores?

Cada um de nós está nessa vida com um propósito específico. Quando você descobre sua missão de vida, tudo ganha cor e significado. Ao longo da vida tudo vai mudando, e algo que fazia sentido há 10 anos agora pode parecer inútil. Assim, estar sempre aberto a mudar é algo precioso a cultivar.

Informações para contato:

E-mail: [email protected]
Site: www.boog.com.br
Facebook: www.facebook.com/gustavogboog
Linkedin: www.linkedin.com/profile/view?id=306363&trk=nav_responsive_tab_profile


Gustavo G. Boog é um reconhecido autor de mais de 20 livros e E-Books, com temas de desenvolvimento pessoal, gestão de pessoas e equipes, competências e terapias avançadas. Gustavo é coach e consultor comportamental, conduzindo palestras, workshops e processos organizacionais. É Fundador e Diretor do Sistema Boog de Consultoria, Mestre em Administração de Empresas e Engenheiro de Produção. Tem diversas especializações, entre as quais as Constelações Sistêmicas. Foi professor em instituições de prestígio, como FEA/USP, FGV/SP e ISAD/PUC/PR. O foco de seus livros e consultoria é o resgate da dimensão humana no ambiente organizacional.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima