Costume de casa vai à praça, por Adriane Werner

Costume de casa vai à praça, por Adriane Werner DICAS DE PORTUGUÊS

Intermediar

?Ele intermedia a negociação?

Está errado. Mediar e intermediar conjugam-se como odiar, os verbos remediar, ansiar e incendiar também seguem essa norma.

?Ele intermedeia (ou medeia) a negociação?


COMUNICAÇÃO

Costume de casa vai à praça

Por Adriane Werner

? Estou procurando uma calça jeans número 42, em um modelo bem tradicional, com cós alto, sem muitos bordados ou enfeites, você tem?

? Pior é que tenho!

Pasmem, mas o diálogo retratado acima é rigorosamente fiel ao que foi constatado, recentemente, em uma loja conhecida. A vendedora ainda não tem grande experiência, pois está no início da carreira, mas já foi treinada para a função. No fundo, ela não quis dizer que lamentava pelo fato de ter exatamente o que a cliente estava procurando. Mas, como estava acostumada a usar a expressão ?pior é que…?, deixou escapar essa resposta.

O exemplo é simples, mas alerta para o cuidado que devemos ter na comunicação com o cliente. Vícios de linguagem, erros de português, brincadeiras mal colocadas ou pequenas gafes, mesmo quando parecem inofensivos, podem colocar em risco o fechamento do negócio.

Expressões que demonstrem descontentamento, descaso, pressa ou falta de atenção com o cliente devem ser evitadas. A relação com o cliente é muito delicada. Se não há como prever o que o agrada e o que o desagrada, é preciso tomar cuidado nos detalhes para não errar e pôr tudo a perder. Portanto, correr riscos com uma simples frase chega a ser inadmissível.

Todos estamos sujeitos a cometer uma ou outra gafe. Quem, por exemplo, nunca perguntou ?para quando é o bebê??, para uma mulher que somente estava alguns quilos acima do peso normal? Mas para evitar constrangimentos desse tipo, que são especialmente horríveis quando o assunto é venda, devemos pensar duas vezes antes de agir por impulso.

Às vezes, o melhor comentário é um simples sorriso simpático ou uma resposta simples e neutra. Para a pergunta da cliente citada no início deste artigo, bastava que a vendedora sorrisse e dissesse: ?Tenho, sim.? Ou, melhor ainda: ?Tenho exatamente a calça que a senhora está procurando!?

Há um provérbio indiano de que gosto muito e que cai bem para essa situação: ?Quando falares, cuida para que tuas palavras sejam melhores do que o silêncio.?

Adriane Werner é jornalista, especialista em Planejamento e Qualidade em Comunicação e Mestre em Administração Estratégica. É âncora de televisão e palestrante nas áreas de Oratória, Media Training e Etiqueta Profissional.
Visite o site: www.adrianewerner.com.br
E-mail: [email protected]

Visite o Clube do Vendedor (www.clubedovendedor.com.br) e confira o vídeo Costume de Casa Vai à Praça, com Adriane Werner.


DINÂMICA DE GRUPO

Pulando amarelinha

Por Cione dos Santos

O jogo consiste em pular sobre um desenho riscado com giz no chão, que também pode ter inúmeras variações.

Nessa atividade, exemplificada na figura, o desenho apresenta quadrados ou retângulos, cada um com um passo da venda e, no topo, os excelentes resultados em vendas, em formato oval.

Separa-se a equipe em sete grupos e, por meio de sorteio, cada grupo ficará responsável por um passo da venda, devendo listar tudo que é importante nessa fase.

Cada grupo deve escolher um representante. E, dessas sete pessoas, tira-se a sorte para saber quem começará o jogo. Por exemplo: o escolhido será o representante da casa Prospecção. Ele deverá jogar a pedrinha em sua casa, devendo acertá-la em seus limites. Em seguida, menciona uma dica de prospecção e pula, em um pé só, nas casas isoladas e, com os dois, nas casas duplas, evitando a que contém a pedrinha.

Quando passar pela casa Abordagem, a equipe responsável por esse tema deverá dar uma boa dica sobre abordagem. Quando passar por Levantamento de Necessidades, a equipe responsável deverá dar uma boa dica sobre levantamento de necessidades e, assim por diante, até que o jogador chegue na casa dos Excelentes Resultados.

Chegando à casa dos Excelentes Resultados, o jogador pisa, firmemente com os dois pés e retorna pulando da mesma forma até as casas Abordagem e Levantamento de Necessidades, de onde o jogador apanhará a pedrinha do chão, sem perder o equilíbrio, e pulará de volta até o ponto de partida. Então, sorteia-se outro representante, que fará o mesmo procedimento em sua casa.

Se perder o equilíbrio, colocando a mão no chão ou pisando fora dos limites das casas, o jogador repete a dica da respectiva casa e passa a vez para o próximo, retornando a jogar do ponto em que errou quando chegar a sua vez novamente.

Nesse jogo não há ganhadores, o objetivo será de fixar o aprendizado, por meio dos sete passos da venda.

Cione dos Santos é formada em Letras, com MBA em Gestão Empresarial e editora do newsletter Liderança.
E-mail: [email protected]


LIVROS

Empresas Familiares ? Raízes e Soluções dos Conflitos
André Silveiro

A sucessão é a experiência limite das empresas familiares. É um processo de transição complexo, fascinante e desafiador, com recompensas extraordinárias ou desfechos trágicos.
Editora: Age
Preço: R$ 30,00*

Feito para Crescer ? Expandindo seu Negócio na Esquina ou no Mundo (Starbucks)
Collins Hemingway e Arthur Rubinfeld

Arquiteto da expansão da Starbucks, Rubinfeld conta como transformou a marca em uma das mais conhecidas do mundo. As suas lições podem ser de grande valia para empreendimentos de todos os ramos e dos mais diversos tamanhos.
Editora: Bookman
Preço: R$ 63,00*

Grandes Vencedores e Grandes Perdedores
Alfred A. Marcus

Especialista em Gestão Estratégica, Marcus pesquisou os números das mil maiores empresas dos Estados Unidos para descobrir as razões que levaram apenas 3,2% a um desempenho médio elevado por mais de uma década (1992-2002).
Editora: Bookman
Preço: R$ 67,00*

*Preços e disponibilidade pesquisados em agosto/2007


HUMOR

O dono do mercado estava dormindo. De repente, toca o telefone, às 3h da manhã:
? Seu João, que horas abre o mercado?
? Poxa, isso é hora de ligar? Eu só abro às 8h.

E voltou a dormir. Às 5h, o telefone tocou de novo:
? Seu João, não dá para abrir o mercado mais cedo?
? Você de novo? Não, não dá. Eu já disse que só abro às 8h!

E bateu o telefone. Dali a meia hora, outro toque:
? Seu João, abre o mercado mais cedo, por favor!
? Mas que saco! Por que você quer tanto isso? O que precisa comprar?
? Sabe o que é, Seu João? É que eu estou preso aqui dentro!


NÃO COMPLIQUE O QUE É SIMPLES

Restart
Por Professora Aurélia

No mês passado, fui assistir a uma palestra sobre autodesenvolvimento. Foi muito interessante, consegui perceber o entusiasmo das pessoas com o tema. Mas como nem tudo na vida é perfeito, posso dizer que saí do auditório deprimida.

A palestrante, contando sua história de vida, em determinado momento, disse: ?Foi quando resolvi dar um restart na minha carreira como instrutora de treinamento.?

Não consegui me concentrar por alguns minutos, tentando imaginar o que era dar um restart.

Ao chegar em casa, antes de qualquer coisa, peguei um dicionário de inglês. Estava lá: restart ? reinício, recomeço; reiniciar, recomeçar. Estou tentando, até agora, entender por que ela simplesmente não falou: ?Foi quando resolvi recomeçar a minha carreira como instrutora de treinamento.?


PARA PENSAR

MOTIVAÇÃO

?As pessoas dizem freqüentemente que a motivação não dura. Bem, nem o banho ? e é por isso que ele é recomendado diariamente?
Zig Ziglar

“Grandes resultados requerem grandes ambições”
Heraclitus

“Se não existe esforço, não existe progresso”
Frederick Douglass

“Se você não está incendiado pelo entusiasmo, você será queimado com entusiasmo”
Vince Lombardi

“Se você não for melhor amanhã do que você foi hoje, então qual a sua serventia para amanhã?”
Rabbi Nahman of Breslov

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima