Dicas de Carlos Cruz, Marcelo Ortega, Weber Abras e Paulo Araújo

Dicas de Carlos Cruz, Marcelo Ortega, Weber Abras e Paulo Araújo ?O sábio se envergonha dos seus defeitos, mas não se envergonha de os corrigir?
Confúcio

?Melhor é acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão?
Provérbio chinês


Um show no atendimento Hoje, o cliente quer uma nova experiência de consumo e, para isso, é preciso profissionais dispostos a criar e participar de um grande show organizacional. Veja seis pontos para você dar um show no seu atendimento.

1. Cooperação x competição ? A melhor forma de crescer é contribuir para o crescimento alheio.

2. Trabalhe em equipe ? Cada ser é único, repleto de aspirações e motivações distintas que podem ser a chave para o sucesso da equipe.

3. Foque o positivo ? Busque a causa e a solução do problema, preferencialmente, com a participação de todos os envolvidos no processo.

4. Seja empático ? Procure ampliar sua visão. Veja a situação com os ?olhos do outro?.

5. Use a criatividade ? Repense, crie novos hábitos e quebre preconceitos. Aprenda e procure novos caminhos.

6. Saiba amar ? Seja mais tolerante, pois sua velocidade nem sempre será a mesma do seu próximo. Compartilhe vitórias, sucessos e fracassos. Aprenda a amar no dia-a-dia.

Paulo Araújo é administrador de empresas, palestrante e autor do livro Motivando o Talento Humano e Motivação ? Hoje e sempre.
Visite o site: www.pauloaraujo.com.br


Quando cometer um erro

· Peça desculpas e corrija seu erro ? É o primeiro passo a ser dado e fundamental para que seus colegas continuem a ter confiança em você.

· Mantenha as coisas em perspectiva ? Peça desculpas e siga em frente. Nada de ficar remoendo o fato.

· Mantenha-se ocupado ? Faça algo positivo, que coloque sua mente e vontade no trilho certo de novo.

Seja estrategista

Se você quer alcançar resultados surpreendentes em vendas…

· Transforme as metas anuais, semestrais e mensais em cotas diárias.

· Faça um planejamento estratégico diário para aumentar sua capacidade de realização.

· Dedique, no mínimo, cinco minutos pela manhã para programar seu dia com ações que vão gerar mais impacto positivo nos seus resultados.

· Escreva no papel suas ações diárias com ordem de prioridade e dividindo em ações estratégicas e de manutenção.

· Tenha ações estratégicas para prospectar e conquistar novos clientes, fechar novos negócios e fazer uma pesquisa de campo.

· Tenha ações de manutenção para realizar visitas periódicas, fidelizar os clientes e cumprir o acordado.

· No fim do dia, reflita sobre as ações que funcionaram e as que não funcionaram para alcançar a meta.

Carlos Cruz é consultor, coach, conferencista em desenvolvimento humano e diretor da UP Treinamentos e Consultoria.
Visite o site: www.carloscruz.com.br


Pequenos detalhes

Tudo que você precisa para ter mais tempo para suas vendas é prestar atenção em algumas pequenas mudanças que poderão fazer uma grande diferença na sua rotina. Confira alguns exemplos.

· Se você tem medo de perder a hora para ligar para alguém, use post-its em seu computador ou alarmes de seu relógio, computador ou celular.

· Coloque sua cesta de lixo em uma posição que você a veja sempre. Isso vai ajudá-lo a lembrar de jogar fora papéis inúteis.

· Lembre-se de que uma parte importante da administração do tempo é cuidar de você mesmo, sua saúde e bem-estar. Você perderá mais tempo a médio prazo ao ficar doente por não dormir ou se alimentar corretamente.

· Marque hora com você mesmo para que as coisas sejam feitas. Hora marcada não é só para médicos, dentistas e reuniões. Se precisar fazer algo, marque uma hora em sua agenda para aquela tarefa.

· Se você usa muito alguma coisa (impressora, post-its, canetas), tenha sempre uma reserva (no caso de impressora, um cartucho de tinta à mão). Isso pode evitar que tenha de sair em busca de um substituto.

Supervisão em vendas

Se você é um supervisor de equipes comerciais, deve considerar três regras:

1. Vendedor não tem um chefe.
2. Vendedor não gosta de ser controlado.
3. Vendedor precisa ser inspirado para agir.

Minha dica de ouro é que você, líder de vendas, deve aprender a inspirar sua equipe, não por dinheiro ou pressão, mas por princípios (ética, caráter, garra, disciplina, entusiasmo) e propor desafios e responsabilidades.

Marcelo Ortega é empresário, palestrante, consultor e autor do livro Sucesso em Vendas. Visite o site: www.marceloortega.com


Confira os oito estágios pelos quais nós, vendedores, passamos diante das dificuldades e desafios.

1. Estabilidade ? O mundo não nos apresenta nenhuma novidade. As vendas acontecem sem grandes esforços e a economia e os cenários estão estabilizados. Estamos em absoluto conforto até que algo acontece, a economia mundial sofre um abalo, a organização resolve inovar e implementar novas ações e metas de crescimento. Está criado o cenário para o segundo estágio.

2. Negação ? Isto não pode acontecer comigo! Estava tudo tão bem! Baseado em que resolveram mudar as regras do jogo, se tudo corria dentro do previsto? Ninguém quer acreditar que a mudança veio e, o principal, ninguém aceita a hipótese de ao menos pensar nos benefícios de sua chegada. Chegamos, então, ao terceiro passo.

3. Ira ? Qual o motivo de uma traição como essa? Esses diretores pensam que sabem tudo? Uma meta monstruosa como essa só pode ser brincadeira! Enfurecido, o vendedor fica cego e começa a tatear, buscando justificativas para manter tudo como sempre foi.

4. Barganha ? Agarrados a um cenário longínquo, vendedores começam a negociar para permanecer mais alguns minutos de braços dados com o ?velho?. Nessa fase, um tempo precioso e argumentos maravilhosamente engendrados são jogados na lata do lixo. O maior problema é que ninguém percebe o quanto está sendo irracional!

5. Depressão ? Não conseguindo reter a ação do tempo e das mudanças, o sofrimento toma conta do profissional de vendas que se deprime, apoiado em sentimentos de culpa e incapacidade de realização. Buscar novas alternativas é uma possibilidade inexistente nessa hora.

6. Teste ? Somente ao perceber que o cenário antigo jamais retornará, o vendedor resolve testar as possibilidades que lhe são apresentadas. Ao testá-las, percebe-se extremamente capaz de reagir ao novo e, por vezes, entristece-se ao lembrar o quanto perdeu em termos de tempo e aprendizado.

7. Aceitação ? Eis aqui um novo profissional de vendas! Mais confiante, mais forte, vigoroso e capaz de enfrentar com garbo e alegria as subidas e descidas do aprendizado rumo à estabilidade que tanto buscou desde o início do processo. O segredo que ninguém conta é que, daqui a pouco, tudo começará novamente. E essa é a grande dádiva que nos reservam os deuses das vendas.

8. Estabilidade ? Para fecharmos este artigo de forma ?estabilizada?, concluímos que o vendedor que possui um alto índice de Inteligência Emocional é aquele que passa mais rapidamente por cada um dos estágios, chegando mesmo a pular um ou mais deles, pois, como já dizia Einstein, ?a mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original?.

Weber Abras é palestrante e instrutor nas áreas de Vendas, Motivação e Neurolingüística. Fundador do Grupo WPR.
Visite o site: www.grupowpr.com.br

Os consultores que desejarem ter suas dicas publicadas na seção Manual do Vendedor devem enviá-las para o e-mail: [email protected]. Os textos serão analisados e publicados em edições posteriores da revista VendaMais.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima