Dicas de Eugênio Sales Queiroz, Evaldo Costa e Maria Inês Felippe

Dicas de Eugênio Sales Queiroz, Evaldo Costa e Maria Inês Felippe “As pessoas comuns preocupam-se apenas em passar tempo. As que têm talento, em utilizá-lo”
Arthur Schopenhauer

?Experiência é algo que sempre penso que tenho, até obter mais dela?
Burton Hillis


3 dicas para obter melhores resultados

1. Seja a sua própria rocha ? O caminho certo é ter uma leitura adequada dos desafios. Se você olhar as situações como problemas ficará, paralisado, mas se vê-las como um desafio considerará como uma etapa e ficará estimulado a reagir de forma adequada.

2. Se veja como um atleta corporativo ? Os atletas de alta performance também treinam no campo mental (além das simulações). Visualizam como seria uma competição ideal. Formulam as situações mais difíceis e fantasiam como lidarão com ela.

3. Prepare-se para o fracasso, mas surpreenda-se com o sucesso ? Muitos profissionais não consideram a possibilidade de “dar tudo errado”. Não se esforçam nos primeiros clientes ou nos primeiros dias do mês porque “acreditam na virada”. Basta constatar que a maioria das empresas batem as suas metas “no final do segundo tempo”.

Marcos Simões é psicólogo organizacional, consultor, palestrante, escritor, autor do workshop ?Turbine o seu comportamento e faça a diferença?, além de sócio da RHFÁCIL BRASIL.
Visite o site: www.rhfacil.net


O que você deseja colher amanhã deve ser plantado hoje

O seu futuro é criado em função da maneira como você vive agora. No livro Coração de Tigre, Mente de Tigre, da Editora Futura, Ron Rubin e Stuart Avery Gold explicam que desejar não requer esforço, mas exige uma ação deliberada e presente. ?A palavra ação contém a diretriz imediata de ?agir movido por.? Você precisa agir movido pela sua inspiração, intuição, visão, propósito e, acima de tudo, pela sua paixão. Se você quiser ver o seu futuro, não precisará olhar uma bola de cristal, basta examinar suas ações no presente.?

Da Redação


Aguardando atendimento ? Não existe nada mais desagradável para o cliente do que aguardar atendimento ou ser atendido pela metade. Ao identificar essa situação, adote alguma medida para evitar que o cliente sinta-se desprezado ou desista da compra.

Atendimento por senha ? Nesse caso, o ideal ainda é ter uma pessoa para distribuir a senha, pois, às vezes, o cliente quer apenas uma informação, e fazê-lo esperar por muito tempo para descobrir que não tinha o que ele queria pode ser desagradável. Cabe ainda anotar a hora que o cliente retira a ficha, para averiguar o tempo médio de espera e a necessidade de aumentar a frente de atendimento.

Prestar um pré-atendimento ? Quando avistar um cliente, caso você já esteja atendendo, apresente-se a ele, peça para que fique à vontade e explique que você está atendendo, mas que assim que concluir, lhe dará toda a atenção. Ele ficará mais à vontade e saberá que quando chegar sua vez terá realmente toda a atenção.

Agende visita exclusiva ? Se for possível, agende com o cliente uma hora para visitá-lo ou recebê-lo ou informe a ele os horários em que o movimento é menor. Essas medidas ajudam a distribuir melhor o movimento, evitando os “congestionamentos” do atendimento.

Alex de Miranda ministra cursos e palestras nas áreas de Vendas e Comunicação. É especialista em Atendimento ao Cliente e Negociação.
Visite o site: www.alexdemiranda.com.br


Criar não dói e não tem contra-indicação

Se você tiver curiosidade, poderá ter novas idéias, fazendo algumas perguntas como:

» Se eu não fizesse estas atividades desta forma, de que outra maneira faria?
» Como poderei dinamizar as minhas ações sem comprometer a qualidade?
» Como poderei agregar valor ao meu trabalho e ao negócio?

Faça um brainstorming (procedimento para gerar novas idéias e várias soluções para um problema), mas lembre-se de que não é preciso uma grande idéia, mas um grande resultado. Veja como funciona o processo criativo:

Motivação ? Tenha um objetivo e trace desafios.
Preparação ? Defina metas e caminhos.
Incubação ? Deixe o inconsciente trabalhar.
Iluminação ? Registre a idéia.
Elaboração ? Faça um plano de ação.
Ação ? Leve adiante a idéia.
Avaliação ? Quantitativa e qualitativa.

Maria Inês Felippe é psicóloga, com pós-graduação em Administração de Recursos Humanos e mestrado em Desenvolvimento do Potencial Criativo.
Visite o site: www.mariainesfelippe.com.br


6 ações para descobrir o que os compradores querem

Você acha que o cliente sabe exatamente o que quer comprar? Você acredita que o comprador conhece o produto ou serviço que procura? Você pensa que ele sempre compra o menor preço? Para responder a essas questões, você precisa descobrir as necessidades dos clientes. Faça isso da seguinte maneira:

1. Formule perguntas inteligentes.
2. Ouça o cliente com atenção.
3. Processe as informações obtidas.
4. Fique atento ás idéias, e não ás palavras do cliente.
5. Certifique-se de ter entendido a verdadeira intenção do cliente.
6. Planeje cuidadosamente para responder ao que foi dito.

Evaldo Costa é consultor, conferencista, professor, além de autor dos livro Alavancando Resultados Através da Gestão da Qualidade, Como Garantir Três Vendas Extras por Dia e co-autor do livro Gigantes das Vendas.
Visite o site: www.evaldocosta.com.br


Valorize as pessoas

Fazer seus clientes sentirem-se bem é uma forma de se relacionar melhor com eles e obter melhores resultados. O livro 25 Maneiras de Valorizar as Pessoas, da Editora Sextante, sugere que você dê o seu melhor. Veja como fazer isso:

Pare ? De fazer o mínimo necessário; em vez disso, procure se esforçar o máximo.
Pergunte ? O que posso fazer por alguém que jamais poderá me retornar o favor?
Faça ? Dê voluntariamente além do que se pode.
Lembre-se ? Todos admiram uma pessoa que oferece o seu melhor.

Da Redação


C.L.I.E.N.T.E

O cliente é a peça mais importante na vida de um profissional de vendas. Para não esquecer disso, lembre-se das sete frases que formam uma das palavras mais importantes para os vendedores.

Cuide dele como se fosse o único.
Lembre-se das datas importantes.
Insista mesmo depois da 11ª visita frustrada.
Entenda as razões por não terem fechado a venda na primeira visita.
Normatize seus horários de visita para não atrapalhá-lo.
Tenha sempre um trunfo na manga para as objeções.
Eleve seu status para especial, preferencial ou primeiro da lista.

Eugênio Machado é consultor de vendas.
E-mail: [email protected]


Administre bem o seu tempo

Alguns vendedores não conseguem vender com mais eficiência por não administrarem corretamente o tempo. Veja quais são as principais falhas cometidas:

Vão dormir tarde e acabam acordando às pressas.

Não se preocupam em fazer um roteiro diário de visitas.

Esquecem de confirmar por telefone se o seu cliente pode atender naquele momento.

Não têm uma pasta organizada, que contenha catálogos de amostras, tabelas de preços, canetas, blocos de anotações e cartões de visita.

Demoram demais com conversas sem nenhum propósito comercial durante as visitas.

Se você deseja melhorar suas vendas, comece a observar qual ou quais dessas falhas está cometendo e se policie para evitá-las. Afinal, se tempo é “ouro” e você anda correndo contra o tempo, automaticamente estará correndo contra o “ouro”.

Eugênio Sales Queiroz é consultor e conferencista nas áreas de Excelência Profissional, Vendas, Atendimento, Liderança e Motivação.
Visite o site: www.eugeniosales.com.br


CRIATIVIDADE EM VENDAS

A história de criatividade deste mês foi enviada à VendaMais por Vanderlei Bassi, de São Paulo, SP.

?Antes de ser gerente comercial, fui vendedor durante sete anos na empresa em que trabalho. Depois de um mês que assumi o novo cargo, precisei fazer uma visita com o vendedor. Ele tinha a oportunidade de fechar um excelente pedido, mas precisava transpor duas barreiras: o comprador que não dava nenhuma abertura e a minha presença, que estava sendo a primeira experiência como gerente. Chegando ao cliente, deparei-me com uma compradora reservada. Entramos na sala de reunião, onde já se encontrava a gerente de compras. De imediato ela apresentou a proposta do meu concorrente, sendo que o montante do meu orçamento era em torno de 15% superior. Minha reação foi imediata e disse: ?Não estou aqui para negociar preço, mas necessidade.? Era uma sexta-feira e o cliente precisava do material entregue para quarta-feira seguinte. Assumimos o compromisso e entreguemos todo o material com um dia de antecedência. O cliente ligou agradecendo e, a partir disso, tivemos uma abertura maior por parte da compradora e maior facilidade para realizar negócios com ela. Com isso, aprendemos que, em uma negociação, nem sempre o preço é o principal fator, é importante detectar a necessidade do cliente.?

Além do negócio, a idéia rendeu um ano de VendaMais grátis. Agora é a sua vez. Envie-nos seu exemplo de criatividade em vendas para o e-mail: [email protected] ou pelo fax (41) 3338-3321, com a palavra “Criatividade” no campo de assunto. Quem tiver a idéia publicada, além dos 15 minutos de fama, receberá um ano de VendaMais grátis. Vale criatividade na hora de prospectar, de conseguir indicações, de responder objeções, de fechar e em todas as etapas da venda.

Consultores que desejarem ter suas dicas publicadas na seção Manual do Vendedor, devem enviá-las para o e-mail: [email protected] Os textos serão analisados e publicados em edições posteriores da revista VendaMais.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima