Dúvida

Como conviver com as críticas severas do meu chefe?

“A convivência com meu líder está complicada, as exigências e críticas são constantes. O que devo fazer para não explodir quando recebo uma crítica muito severa do chefe?” (Leitor optou por não se identificar)

 

Eugênio Sales Queiroz é escritor, consultor e palestrante nas áreas de motivação, vendas, atendimento e liderança. 

 

Se você for vítima de algum desses truculentos e descontrolados líderes, procure não levar para o lado pessoal, escute com atenção, compreenda o estado emocional da pessoa que o está criticando, faça uma autoanálise percebendo no que pode melhorar e espere o momento certo de falar. Agindo assim, você terá uma chance de avaliar o porquê dessa maneira de agir tão ríspida de seu líder. Outra dica importante é manter-se calmo diante das acusações que está recebendo, mostre-se interessado no que está ouvindo e deixe a pessoa desabafar, pois ela não deve estar em um dos seus melhores dias e qualquer reação negativa de sua parte pode piorar a situação. Por fim, procure argumentar somente aquilo que considera como verdadeiro e assuma sua parcela de culpa. No entanto, caso não se sinta culpado, seja firme e fale com segurança, mesmo que o medo deixe você mais nervoso. Procure dominá-lo, reaja com muita segurança e use sua inteligência emocional.

 

Visite o site: www.eugeniosales.com.br

 

 

Vera Martins é autora do livro Seja assertivo! ­– como conseguir mais autoconfiança e firmeza. Mestre em comunicação e diretora da Assertiva Consultores.

 

Fique atento e focado, escute e pense em tudo o que ele está falando. Sendo verdade, assuma sua responsabilidade e, com toda firmeza e autoconfiança, diga a ele: “Peço desculpas, e tenha certeza de que o erro não acontecerá mais”. No entanto, fale com assertividade e, caso perceba uma crítica generalizada, preconceituosa e avaliativa, tire o foco da sua pessoa e aja voltado à solução do problema. Faça perguntas claras e objetivas: “Quando o erro aconteceu?”, “Quantas vezes?”, “Onde está errado?”, mas deixe claro que o motivo das perguntas é corrigir o erro e atender às expectativas, caso contrário, ficará difícil acertar e dar o melhor de si no trabalho. Em seguida, proponha uma nova forma de relacionamento entre vocês ou pergunte o que ele poderia fazer para ajudar você a não se sentir daquela forma que lhe causa mal-estar. Comprometa-se e agradeça a colaboração do chefe.

 

Colaboração: Cristiane Dias

 

Visite o site: www.assertiva.com.br

Envie suas dúvidas para o e-mail: [email protected]

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima