E-mail é e-venda se você usá-lo corretamente!

Os segredos do e-mail que vende O e-mail está revolucionando a comunicação
O e-mail é a maneira mais garantida, fácil e rápida de se comunicar
O e-mail está sempre lá para lembrar-lhe do que você disse
O e-mail é um modo de se comunicar com milhares de pessoas de uma só vez, em um só clique O e-mail é já

Por Jeffrey Gitomer

A melhor parte do e-mail é a que está em evolução. Ele é um moleque de 15 anos. Pense em como a televisão, o rádio e os celulares haviam evoluído pouco quando tinham 15 anos. Isso vai lhe dar uma idéia do que vem por aí. E-mail, áudio e vídeo ainda estão evoluindo. Alguns celulares são ferramentas de acesso, envio e recebimento de e-mails. Com isso, as regras do uso do e-mail avançaram também. Há maneiras de lapidar suas mensagens. Aqui estão alguns conselhos.

Conselho 1 ? Todo e-mail é o seu cartão de visitas. Palavras erradas, erros gramaticais e o mau uso da linguagem dizem ao cliente que você não é tão inteligente.

Conselho 2 ? Antes de apertar o botão ?Enviar?, leia novamente o que você escreveu. Eu garanto que você irá encontrar, pelo menos, dois erros e pensará em um vocabulário melhor para o texto. Segredo do bom e-mail: ele não é apenas escrito, é editado. Se for muito importante, leia em voz alta. Então, imagine-se como o destinatário. Se você está feliz como remetente e destinatário e já fez uma edição do conteúdo, aperte o botão.

Conselho 3 ? No caso de um e-mail não-solicitado, é melhor você escolher um motivo muito bom para que o destinatário o abra. Títulos bobinhos como ?Ratoeiras São Lucas bom e barato, dentro mais detalhes? não servem. A melhor maneira de conseguir que um e-mail não-solicitado seja aberto é fazer uma pergunta sobre o assunto específico. Você pode dizer: ?Quanto de prejuízo os ratos deram a você no mês passado?? ou simplesmente ser irreverente com o interlocutor. ?Oi, Carequinha!? é uma chamada que particularmente adoro. Mas, nesse caso, as pessoas mal-humoradas sairão ofendidas. Há uma combinação de simples e pessoal: ?Oi, aqui é o Jeffrey Gitomer?.

Conselho 4 ? Se você quer que o seu e-mail seja respondido, faça uma pergunta específica no texto, perto do final da mensagem, para que o cliente perceba a sua importância.

Conselho 5 ? Se você vai marcar um encontro, terá 50% de chance de ser respondido. A menos que o cliente saiba que você é importante o bastante para que ele vá. Sua urgência não importa para o cliente.

Conselho 6 ? Não envie piadas, desenhos, animações, correntes ?reenvie a cinco pessoas que você conhece?. Se você quer lhe mandar algo, que seja um link de um livro que leu e achou ótimo ou uma matéria que pode impactar nos negócios ou na vida.

Mais três conselhos sobre e-mail ? curto, cordial e direto ao assunto.

E olhe no espelho ? É interessante, mas o vendedor (você não, claro) vai culpar o cliente por não responder o e-mail, ao contrário de culpar a si pelo conteúdo fraco. Olhe por uma perspectiva positiva. Não é culpa sua, mas é uma oportunidade para melhorar.

Visite o Clube do Vendedor (www.clubedovendedor.com.br) e confira o teste Avalie sua Habilidade de Negociação, de Jeffrey Gitomer.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima